Expansão acelerada do universo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cosmologia
WMAP 2008.png
Universo · Big Bang
Idade do universo
Cronologia do Universo
Portal da Cosmologia

A expansão acelerada do universo, ou a condição de universo acelerado, é a observação de que o universo está se expandindo de forma acelerada.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1998, observações de supernovas tipo Ia sugeriram que a expansão do universo tem velocidade crescente,[1][2] ou seja, o universo está se expandindo cada vez mais rapidamente e não mais lentamente (devido à atração gravitacional), como se pensava até então.

O Prêmio Shaw de Astronomia de 2006 e o Nobel de Física de 2011 foram concedidos a Saul Perlmutter, Brian Schmidt e Adam Riess pela descoberta da expansão acelerada do universo mediante observações de supernovas distantes.[3][4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Goldhaber, G. and Perlmutter, S, "A study of 42 type Ia supernovae and a resulting measurement of Omega(M) and Omega(Lambda)", Physics Reports-Review section of Physics Letters 307 (1-4): 325-331 Dec. 1998
  2. Garnavich PM, Kirshner RP, Challis P, et al. "Constraints on cosmological models from Hubble Space Telescope observations of high-z supernovae" Astrophysical Journal 493 (2): L53+ Part 2 Feb. 1 1998
  3. «Nobel physics prize honours accelerating Universe find» (em inglês). BBC News. 4 de outubro de 2011. Consultado em 27 de junho de 2017 
  4. «The Nobel Prize in Physics 2011» (em inglês). The Nobel Foundation. Consultado em 27 de junho de 2017 


Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.