Alto da Mooca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Alto da Mooca
Bairro de São Paulo Bandeira da cidade de São Paulo.svg
RUASAPUCAIA.JPG
Vista dos prédios da Rua Sapucaia no Alto da Mooca
Dia Oficial 23 de dezembro de 1938
Fundação 17 de agosto de 1556
Estilo arquitetônico predominante Eclético e desconstrutivista
Imigração predominante Itália
Distrito Mooca
Subprefeitura Mooca
Região Administrativa Sudeste

O Alto da Mooca é um bairro no distrito da Mooca, na Cidade de São Paulo.

Está situado na Zona do Centro Expandido da cidade, de acordo com a nova subdivisão da mesma.

Administrativamente faz parte da Subprefeitura da Mooca. Até 1991 formava um distrito à parte, incluindo também boa parte da Água Rasa, e ainda hoje é assim classificado por algumas repartições públicas.

Algumas das vias mais importantes da região estão localizadas próximas ao bairro, como a Avenida Salim Farah Maluf, Avenida Sapopemba,Avenida Cassandoca, Rua do Orfanato, Avenida Paes de Barros e Rua da Mooca, essa última a qual tem início no bairro e termina nos limites da Zona Leste com o Centro.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Independentemente de a historia do Alto da Mooca se confundir com a historia da cidade de São Paulo, não encontram-se muitas razões sobre sua história.[2]

O bairro foi se formando aos poucos, o lugar que era cheio de chácaras e sítios passou a ser ocupado por fábricas e usinas, além de casas de moradias para seus funcionários. A pioneira foi a Indústria Rodolpho Crespi, depois vieram muitas outras, como Armazéns Matarazzo, Grandes Moinhos Gamba, Casa Vanordim, Tecelagem três irmãos etc.[3]

O dia 17 de agosto de 1556 é o marco catalogado do surgimento do Alto da Mooca. O lugar era povoado por índios que se encontravam perto de um rio, o Tamanduateí. Por conta deste acontecimento, muitas ruas do bairro possuem nomes do primórdio indígena como: Cassandoca, Javari, Taquari, Tabajaras entre outras.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

O nome Mooca surgiu da língua oriunda do Tupi Guarani, possui dois significados: moo-ka (ares amenos, secos e sadios) e moo-oca (fazer casa). Os índios têm forte dominância tradicional na região, por isso grande parte de suas ruas têm caráter indígena.[2]

Alto da Mooca é um dos bairros mais nobres no Distrito da Mooca, na cidade de São Paulo.[carece de fontes?] Sua arborização é encontrada em praças e/ou parques públicos. Em volta dos prédios mais novos, tem-se implantado várias árvores ou mudas. Atualmente, encontra-se em processo de verticalização. No bairro, está localizado a sede social do tradicional clube paulistano, o Clube Atlético Juventus.[4]

Por ser um bairro de descendência italiana, os mais antigos carregam em si, vocábulos conhecidos como gírias mooquenses: "Orra, meu"; "Patsa"; "Área"; "Guai"; "Punto e basta, zéfini" etc.[5]

Em 2014, a Sabesp transformou um terreno usado como reservatório no Parque Fiori Gigliotti, nome em homenagem ao radialista Fiori Gigliotti, que morou na Mooca por doze anos, na década de 1970. Foram instalados equipamentos de ginástica, brinquedos de madeira para crianças e colocada uma tenda para eventos esportivos, organizados por monitores. Uma dessas atividades é a técnica oriental lian gong, que previne dores no corpo. O local tem 21 200 metros quadrados, incluso um campo aberto, usado muitas vezes para treinos esportivos, como futebol, futebol americano, ioga etc.[6]

Pontos Turísticos[editar | editar código-fonte]

  • Associação Brás igreja Jesus Cristo dos Santos dos últimos Dias
  • Externato Nossa Senhora Menina
  • Colégio Santa Catarina
  • EscapeNow
  • Roller Jam
Vista parcial do bairro. No horizonte, edifícios da Zona Norte da cidade com a Serra da Cantareira.

Referências

  1. «História da Mooca, História do bairro da Mooca, Bairro Mooca - São Paulo». www.encontramooca.com.br. Consultado em 1 de maio de 2017 
  2. a b «A história da Mooca, dos índios aos "mooquences" - São Paulo - Estadão». Estadão 
  3. «Home». Portal da Mooca 
  4. Sampaio, Leandro. «Mooca». www.cidadedesaopaulo.com. Consultado em 2 de maio de 2017 
  5. «Mooca: o bairro com alma de imigrante | Thaís Oliveira | VEJA SÃO PAULO». 28 de abril de 2017 
  6. «Mooca: o bairro com alma de imigrante | Thaís Oliveira | VEJA SÃO PAULO». 28 de abril de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia de São Paulo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.