Anemia megaloblástica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Anemia megaloblástica
Neutrófilo hipersegmentado característico da anemia megaloblástica
Classificação e recursos externos
CID-10 D51.1.52.0
CID-9 281
OMIM 29507
DiseasesDB 14007
MeSH D000749
Star of life caution.svg Aviso médico

Anemia megaloblástica é uma que resulta da inibição da síntese de DNA na produção de glóbulos vermelhos. Frequentemente ocorre devido à deficiência de vitamina B12 e/ou ácido fólico. A deficiência de vitamina B12 por si só não causa a síndrome na presença de ácido fólico suficiente, o mecanismo é a perda de reciclagem de vitamina B12 dependente, seguida pela deficiência de folato e perda na síntese de ácidos nucleicos, levando a defeitos de síntese de DNA.

Quando não causada pela hipovitaminose, a anemia megaloblástica pode ser causada por antimetabolitos que interferem diretamente na produção de DNA, como alguns agentes quimioterápicos ou antibióticos (por exemplo, azatioprina ou trimetoprim).

Esta anemia é caracterizada por glóbulos vermelhos grandes, imaturos e disfuncionais (megaloblastos) na medula óssea e também por neutrófilos hipersegmentados.

Causas[editar | editar código-fonte]

Existem muitas possíveis causas[1] :

  • Deficiência de Vitamina B12
  • Deficiência de ácido fólico
    • Acloridria induzida por má-absorção
    • Nutrição deficiente de vitamina B12: dieta sem ovos, laticínios e sem suplementos podem desenvolver esta anemia.
    • Deficiência de fator intrínseco (anemia perniciosa ou gastrectomia)
    • Concorrência biológicos para B12 por diverticulose, fístula, anastomose intestinal, e a infecção pelo parasita marinhoDiphyllobothrium latum (tênia do peixe)
    • Má absorção de vitamina B12 Seletiva (congênitas ou induzida por drogas)
    • Pancreatite crônica
    • Ressecção ileal e derivação
    • Anestesia do óxido nitroso (geralmente requer instâncias repetidas).
  • A deficiência de folatos:
    • Alcoolismo
    • Nutrição deficiente: o folato é encontrado em vegetais verdes, muitas frutas, feijão, nozes, fígado e rim.
    • Aumento das necessidades: gravidez, criança, rápida proliferação celular, e cirrose
    • Malabsorção (congênitas e induzida por drogas)
    • Ressecção intestinal e jejunal
    • (Indireta) de deficiência de tiamina e os factores (por exemplo: enzimas) responsáveis pelo metabolismo do ácido fólico.
  • Deficiência combinada de vitamina B12 e ácido fólico: (esprue tropical)
  • Distúrbios genéticos na Síntese de Pirimidina: Orótico Acidúria
  • Distúrbios genéticos na Síntese de Dna
  • Toxinas e drogas:
  • Eritroleucemia

Sintomas comuns[editar | editar código-fonte]

Os possíveis sintomas incluem[2] :

Durante a gravidez pode levar ao parto prematuro e/ou a malformação do feto. Nas crianças, o crescimento pode ser prejudicado e a puberdade atrasada.

Diagnóstico[editar | editar código-fonte]

Possíveis resultados de um hemograma[3] [4] :

Medula Óssea: importante hiperplasia eritróide, isto é, aumento dos precursores das hemácias (eritroblastos). Assincronia núcleo-citoplasmática: núcleo desproporcionalmente imaturo, com cromatina frouxa, em relação ao citoplasma. Precursores dos granulócitos de tamanho aumentado, principalmente metamielócitos gigantes. Estoque de ferro na medula apresenta-se aumentado.

Dosagens bioquímicas:

  • Dosagens de níveis séricos de Folato e Vitamina B12
  • Dosagem de Ferro: elevado
  • Dosagem de DHL: elevado

Tratamentos[editar | editar código-fonte]

O tratamento vai depender da causa, mas geralmente envolvem mudanças na dieta, suplementos e injeções para reduzir a falta de nutrientes.

Vitamina B12[editar | editar código-fonte]

Um baixo nível no sangue de B12 normalmente pode ser tratada com injeções, suplementação, dieta ou estilo de vida ou de aconselhamento, mas ela não é um diagnóstico. Hipovitaminose B12 pode ser resultado de uma série de motivos além da dieta, como por exemplo por problemas na absorção por falta do fator intrínseco gástrico. Nesse caso um exame de urina pode indicar altos níveis de B12 não absorvidos. Para vegans, a B12 pode ser encontrada em cereais fortificados, certas algas e diversos suplementos.

A medição do ácido metilmalônico pode fornecer um método indireto para diferenciar parcialmente B12 e ácido fólico. O nível de ácido metilmalônico não é elevado na deficiência de ácido fólico. A medição directa no sangue da cobalamina continua a ser recomendado, pois o teste de ácido metilmalônico elevado não é específico o suficiente. Vitamina B12 é necessária para a formação da enzima mutase metilmalonil-coenzima A. Deficiência de B12 é apenas uma entre as condições que podem levar à disfunção desta enzima e um acúmulo de seu substrato, ácido metilmalônico, pode ser detectado na urina e sangue.

Ácido fólico[editar | editar código-fonte]

Inicialmente pode ser tratada com injeções de suplemento, na dieta cotidiana pode ser encontrado na laranja, amendoim, verduras, lentilha e aspargos.[5]

Referências