Aniquilação (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Annihilation
Aniquilação (PRT/BRA)
Pôster promocional
 Estados Unidos
 Reino Unido

2018 •  cor •  115 min 
Direção Alex Garland
Produção Andrew Macdonald
Allon Reich
Produção executiva Scott Rudin
Roteiro Alex Garland
Baseado em Annihilation
de Jeff VanderMeer
Elenco Natalie Portman
Jennifer Jason Leigh
Gina Rodriguez
Tessa Thompson
Tuva Novotny
Oscar Isaac
Gênero ação
ficção científica
terror
Música Geoff Barrow
Ben Salisbury
Cinematografia Rob Hardy
Edição Barney Pilling
Companhia(s) produtora(s) Skydance Media
DNA Films
Scott Rudin Productions
Distribuição Paramount Pictures
(Estados Unidos)
Netflix
(Internacionalmente)[1]
Lançamento Estados Unidos 23 de fevereiro de 2018
Brasil Portugal 12 de março de 2018
Idioma inglês
Orçamento US$ 55 milhões[1]
Receita US$ 43.070.915[2]
Página no IMDb (em inglês)

Annihilation (no Brasil e em Portugal, Aniquilação[3][4]) é um filme de ação, ficção científica e terror estadunidense de 2018, escrito e dirigido por Alex Garland, baseado no livro de mesmo nome escrito por Jeff VanderMeer. Produzido pela Skydance Media, DNA Films e Scott Rudin Productions e distribuído pela Paramount Pictures, é estrelado por Natalie Portman, Jennifer Jason Leigh, Gina Rodriguez, Tessa Thompson, Tuva Novotny e Oscar Isaac. Em Annihilation, um grupo de cientistas militares que entram em "The Shimmer", uma misteriosa zona em quarentena repleta de paisagens e criaturas mutantes.

Estreou em 28 de fevereiro de 2018 nos Estados Unidos, contando também com exibições teatrais no Canadá e na China.[5] Após acordo com a Paramount Pictures, Annihilation foi distribuído internacionalmente pela Netflix, provedora de conteúdos via streaming e video on demand. A decisão de não exibir o título nos cinemas convencionais em outros países ocorreu após desavenças criativas entre o CEO da Skydance Media e co-financiador de produções da Paramount, David Ellison, e o produtor executivo do filme, Scott Rudin. Para Ellison, o longa-metragem era "muito intelectual e complicado", exigindo mudanças no temperamento da personagem de Natalie Portman e ajustes na parte final. Ao lado de Alex Garland, Rudin recusou-se em acatar os pedidos e manteve o final idealizado pelo diretor. Apesar da conquista, a chegada do novo presidente da Paramount, Jim Gianopulos, e o receio de Ellison após o fracasso de Geostorm, foi decidido que uma parceria com outro distribuidor, de preferência streaming, poderia ser o melhor para o filme, que era considerado como limitado em termos de bilheteria.[1][5][6] Annihilation recebeu críticas geralmente favoráveis, destacando-se as performances do elenco, visual, roteiro e direção. Por sua vez, alguns apontaram a pouca fidelidade ao livro escrito por Jeff VanderMeer, mas chegando ao consenso de possuir uma história provocativa com um novo frescor aos filmes do gênero ficção científica.[7] Arrecadou mais de US$ 43 milhões mundialmente, sendo quase US$ 33 milhões de bilheteria doméstica, Estados Unidos e Canadá, e mais de US$ 10 milhões na China, contra um orçamento de US$ 55 milhões.[1][2]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Após o misterioso desaparecimento do marido, a bióloga Lena (Natalie Portman) procura por respostas e aceita fazer parte de um grupo de cientistas militares que entram em "The Shimmer", uma área selada pelo governo durante cerca de três anos e classificada como zona de desastre químico. Durante esse tempo, uma agência secreta, conhecida como Southern Reach, enviou diversas expedições para tentar descobrir a verdade sobre a Área X, mas todas as equipes falharam e apenas uma pessoa voltou, no caso, o marido de Lena (Oscar Isaac). Agora, o grupo encontrará uma floresta viva e colorida, onde depressa percebe que ali é tudo diferente do que já viram, como diversas plantas e criaturas mutantes.[8] Durante os dias que se passam, o grupo de mulheres formado pela Dra. Ventress (Jennifer Jason Leigh), Anya (Gina Rodriguez), Josie (Tessa Thompson), Sheppard (Tuva Novotny) e Lena vai enfrentando vários desafios para chegarem ao farol, só que nem todas chegarão até lá.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Durante uma exibição-teste, o filme não foi muito bem recebido e o produtor David Ellison, um dos financiadores junto à Paramount, considerou o filme "muito intelectual e complicado", e exigiu que fossem feitas mudanças para torná-lo atrativo a um público mais amplo. As mudanças incluíam tornar a personagem de Natalie Portman mais simpática e mudar o final do filme. O produtor Scott Rudin, entretanto, apoiou o diretor Garland em não alterar o filme.[1][6]

Em 7 de dezembro de 2017, foi anunciado que, devido a conflitos entre Ellison e Rudin, e à mudança na diretoria da Paramount, um acordo fora firmado onde a Netflix ficou responsável pela distribuição internacional na maioria dos países, com a Paramount lançando-o nos cinemas dos Estados Unidos e da China.[5] A Netflix passaria a exibir o filme pela internet 17 dias depois. Uma semana depois, Garland expressou desapontamento, alegando que o filme havia sido feito para ser exibido na tela grande dos cinemas.[9]

Referências

  1. a b c d e «'Annihilation': Behind-the-Scenes of a Producer Clash and That Netflix Deal (Exclusive)» (em inglês). The Hollywood Reporter. 7 de dezembro de 2017. Consultado em 17 de fevereiro de 2018 
  2. a b «'Annihilation (2018)' Box Office». The Numbers (em inglês). Consultado em 13 de novembro de 2018 
  3. «ANIQUILAÇÃO». AdoroCinema. Consultado em 3 de abril de 2018 
  4. «Aniquilação (2017)». filmSPOT. Consultado em 3 de abril de 2018 
  5. a b c «Science friction: can Netflix figure out its blockbuster problem?» (em inglês). The Guardian. 27 de fevereiro de 2018. Consultado em 4 de março de 2018 
  6. a b «Why Annihilation Is Going Straight To Netflix Internationally» (em inglês). Screen Rant. 22 de fevereiro de 2018. Consultado em 4 de março de 2018 
  7. «GAME NIGHT AND ANNIHILATION ARE CERTIFIED FRESH» (em inglês). Rotten Tomatoes. 22 de fevereiro de 2018. Consultado em 4 de março de 2018 
  8. «Aniquilação (2017)». filmSPOT. Consultado em 4 de março de 2018 
  9. «GAME NIGHT AND ANNIHILATION ARE CERTIFIED FRESH» (em inglês). Collider. 13 de dezembro de 2017. Consultado em 17 de fevereiro de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.