Antônio Cambraia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Antônio Elbano Cambraia
Antônio Elbano Cambraia
45.º Prefeito de Bandeira de Fortaleza.svg Fortaleza
Período 1 de janeiro de 1993
até 1 de janeiro de 1997
Antecessor Juraci Magalhães
Sucessor Juraci Magalhães
Dados pessoais
Nascimento 1 de agosto de 1942 (76 anos)
Senador Pompeu, CE
 Brasil
Partido PMDB, PSDB

Antonio Elbano Cambraia (Senador Pompeu, 1º de agosto de 1942), economista, professor e político brasileiro.

Filho de Elba Mota de Aquino e Tertuliano Cambraia de Aquino, passou e parte da adolescência em sua terra natal, a cidade de Senador Pompeu, localizada no Sertão Central do Estado do Ceará. É o filho mais velho de uma prole de cinco homens. Ficou órfão aos 9 anos de idade de pai, que faleceu com apenas 36 anos de idade.

Dona Elba, sua mãe, teve a missão de sustentar só, naquele primeiro momento a sua família, sendo mais tarde auxiliada pelo filho mais velho, que mesmo entrando na adolescência já teve seu primeiro emprego no Colégio Nossa Senhora das Dores, onde também estudava.

Mudou-se ainda adolescente para completar seus estudos ginasiais e do ensino médio no Colégio Liceu do Ceará.

Cursou a escola de Sargento das armas em Três Corações-MG, tendo servido ao Exército Brasileiro na cidade de Natal, de onde transferiu-se para a cidade de Cratéus- CE, servindo naquela cidade no então 40º Batalhão de Infantaria.[1] Lá conheceu a Sra. Maria Marta Bezerra Cambraia, com quem se casou no dia 23 de setembro de 1967, em Fortaleza. É pai de três filhos.

Formado em Economia pela Universidade Federal do Ceará e em Administração pela Universidade Estadual do Ceará, ingressou no antigo Banco Nacional da Habitação-BNH através de concurso público, onde exerceu elevados postos. Abraçou ainda a carreira de professor universitário antes de assumir a Secretaria de Finanças do Município de Fortaleza durante o mandato do prefeito Juraci Magalhães.

Foi prefeito de Fortaleza, derrotando, já no 1º turno, em uma campanha memorável, os candidatos Lúcio Alcântara e Assis Machado, este apoiado pelo então Governador Ciro Gomes e por Tasso Jereissati, sucedendo a Juraci Magalhães, que no pleito seguinte lhe sucedeu.

Como prefeito de Fortaleza foi eleito Presidente da Frente Nacional de Prefeitos para o período 1995/1996.

Ao longo de sua gestão, manteve seu índice de aprovação em torno de 80%.[2]

Após o término do mandato de prefeito foi para os Estados Unidos, como professor visitante da Universidade de Illinois.

Exerceu ainda dois mandatos de deputado federal,[3] sendo um pelo PMDB e outro pelo PSDB. Na Câmara dos Deputados foi Presidente das Comissões Permanentes de Minas e Energia e de Turismo e Desportos, tendo também assumido a Presidência da Comissão Mista de Deputados e Senadores para acompanhar a crise do setor elétrico de 2001.

Candidatou-se novamente a prefeito de Fortaleza em 2004, não obtendo êxito.

Foi também Secretário de Turismo do Estado do Ceará, nos Governos de Tasso Jereissati e Beni Veras.

Atualmente é Diretor-Presidente da Cegás[4] - Companhia de Gás do Estado do Ceará.

Referências

  1. A Linhagem dos Cambraias - Autor Joaquim Furtado
  2. de Souza, Simone (Agosto de 2012). «Administração Pública - Ex - Prefeitos de Fortaleza». Anuário de Fortaleza. citação de A gestão da Cidade. Consultado em 7 de maio de 2016 
  3. «Deputado Antõnio Cambraia - Câmara dos Deputados». 55ª Legislatura - 2ª Sessão Legislativa Ordinária. Consultado em 7 de maio de 2016  Verifique data em: |data= (ajuda)
  4. «Jornal O Povo - Coluna do Eliomar - Cambraia assume-Presidência da Cegás na proxima quinta/». 5 de julho de 2011. Consultado em 7 de maio de 2016 
Precedido por
Juraci Magalhães
Prefeito de Fortaleza
19931997
Sucedido por
Juraci Magalhães