Apeadeiro de Bom Sucesso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Bom Sucesso
Linha(s) Linha de Cascais
Coordenadas 38° 41′ 37,98″ N, 9° 12′ 48,18″ O
Concelho Lisboa
Serviços Ferroviários
Horários em tempo real

O Apeadeiro de Bom Sucesso, originalmente denominado de Bom Successo, foi uma interface ferroviária da Linha de Cascais, que servia a zona do Bom Sucesso, na cidade de Lisboa, em Portugal.

Anúncio de 1902 da Companhia Real, onde esta estação surge com o nome original, Bom Successo.

História[editar | editar código-fonte]

Este apeadeiro encontrava-se no troço entre Pedrouços e Alcântara-Mar da Linha de Cascais, que foi inaugurado em 6 de Dezembro de 1890, pela Companhia Real dos Caminhos de Ferro Portugueses.[1]

Em Outubro de 1913, possuía a categoria de apeadeiro, e era servido pelos comboios tramway da Linha de Cascais.[2]

Em 1939, existia um projecto do Ministério das Obras Públicas para alterar o traçado da Linha de Cascais entre a Cruz Quebrada e Alcântara, no âmbito da construção da estrada marginal de Lisboa a Cascais e da Estação Marítima de Alcântara, e da organização da Exposição do Mundo Português.[3] Em 16 de Dezembro desse ano, foram concluídas as obras no novo troço entre Belém e o Bom Sucesso[4], que entrou ao serviço em 24 de Dezembro.[5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. TORRES, Carlos Manitto (16 de Janeiro de 1958). «A evolução das linhas portuguesas e o seu significado ferroviário» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 70 (1682). p. 61-64. Consultado em 31 de Janeiro de 2013 
  2. «Cascaes-Tramways». Guia Official dos Caminhos de Ferro de Portugal. Outubro de 1913. p. 76-77. Consultado em 31 de Janeiro de 2013 
  3. «A linha férrea de Cascais vai sofrer alterações entre Alcântara e a Cruz Quebrada» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 51 (1241). 1 de Setembro de 1939. p. 415. Consultado em 14 de Julho de 2015 
  4. SABEL (16 de Dezembro de 1939). «Ecos & Comentários» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 51 (1248). p. 544. Consultado em 14 de Julho de 2015 
  5. «Imprensa» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 52 (1250). 16 de Janeiro de 1940. p. 55. Consultado em 14 de Julho de 2015 



Ícone de esboço Este artigo sobre uma estação, apeadeiro ou paragem ferroviária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.