Estação Ferroviária do Cais do Sodré

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cais do Sodré
Bahnhof Lissabon Cais do Sodre.jpg
Inauguração 4 de Setembro de 1895
Linha(s) Linha de Cascais
(PK 0,000)
Coordenadas 38° 42′ N 9° 8′ W
Concelho Lisboa
Coroa L
Serviços Ferroviarios Urbano
Serviços Ligação a autocarros Serviço de táxis Ligação a barcos Bilheteiras e/ou máquinas de venda de bilhetes Lavabos Telefones públicos Caixas Multibanco Bar ou cafetaria Zona Comercial Lavabos adaptados Parque de estacionamento Rampa ou elevador para acesso aos comboios Câmbio Escadas rolantes Quiosque multimédia REFER Estação sem barreiras arquitectónicas Informações - Gabinete de Apoio ao Cliente Guarda de bagagem Restaurante Posto de perdidos e achados Linha Verde do Metropolitano de Lisboa
Localização
CP-USGL + Soflusa + Fertagus

(Serviços ferroviários suburbanos de passageiros na Grande Lisboa)
Serviços: BSicon uBHFq.svg Sado (CP+Soflusa)BSicon fBHFq.svg Sintra (CP)
BSicon uexBHFq.svg FertagusBSicon BHFq.svg Azambuja (CP)BSicon BHFq yellow.svg Cascais (CP)


(n) Azambuja 
Unknown route-map component "c"
Unknown route-map component "cd" + Head station
Urban head station
 Praias do Sado-A (u)
(n) Esp. Azambuja 
Unknown route-map component "c"
Unknown route-map component "cd" + Station on track
Urban station on track
 Pç. do Quebedo (u)
(n) V. N. Rainha 
Unknown route-map component "c"
Unknown route-map component "cd" + Station on track
Unknown route-map component "uBHF-L" Unknown route-map component "uexKBHF-Ra"
 Setúbal (u)
(n) Carregado 
Unknown route-map component "c"
Unknown route-map component "cd" + Station on track
Unknown route-map component "uBHF-L" Unknown route-map component "uexBHF-R"
 Palmela (u)
(n) Cast. Ribatejo 
Unknown route-map component "vKBHFa-BHF" Unknown route-map component "uBHF-L" Unknown route-map component "uexBHF-R"
 Venda do Alcaide (u)
(n) Vila Franca de Xira 
Unknown route-map component "vBHF" Unknown route-map component "uBHF-L" Unknown route-map component "uexBHF-R"
 Pinhal Novo (u)(a)
(n) Alhandra 
Unknown route-map component "vBHF" Urban station on track Unused straight waterway
 Penteado (a)
(n) Alverca 
Unknown route-map component "d" Unknown route-map component "fdKBHF-La" Unknown route-map component "vBHF-R" Urban station on track Unused straight waterway
 Moita (a)
(n) Póvoa 
Unknown route-map component "d" Unknown route-map component "fdBHF-L" Unknown route-map component "vBHF-R" Urban station on track Unused straight waterway
 Alhos Vedros (a)
(n) Santa Iria 
Unknown route-map component "d" Unknown route-map component "fdBHF-L" Unknown route-map component "vBHF-R" Urban station on track Unused straight waterway
 Baixa da Banheira (a)
(n) Bobadela 
Unknown route-map component "d" Unknown route-map component "fdBHF-L" Unknown route-map component "vBHF-R" Urban station on track Unused straight waterway
 Lavradio (a)
(n) Sacavém 
Unknown route-map component "d" Unknown route-map component "fdBHF-L" Unknown route-map component "vBHF-R" Urban station on track Unused straight waterway
 Barreiro-A (a)
(n) Moscavide 
Unknown route-map component "d" Unknown route-map component "fdBHF-L" Unknown route-map component "vBHF-R" Urban station on track Unused straight waterway
 Barreiro (a)
(n) Oriente 
Unknown route-map component "fvKBHFa-BHF-L" Unknown route-map component "vBHF-R" Unknown route-map component "uTRAJEKT" Unused straight waterway
 (Soflusa)
(n)(z) Braço de Prata 
Unknown route-map component "fvBHF-L" Unknown route-map component "vBHF-R" Urban End station Unused straight waterway
 Terreiro do Paço (a)
(n) Santa Apolónia 
Unknown route-map component "fvSTR" Unknown route-map component "vSTRgl" Transverse terminus from right Unknown route-map component "uexBHF"
 Penalva (u)
(z) Marvila 
Unknown route-map component "fvSTR" Station on track Unknown route-map component "uexBHF"
 Coina (u)
 
Unknown route-map component "fvSTR" Unknown route-map component "KRWl" Unknown route-map component "KRW+r" Unknown route-map component "uexBHF"
 Fogueteiro (u)
(z) Roma - Areeiro 
Unknown route-map component "fvBHF-L" Unknown route-map component "uexKBHF-Ma" Unknown route-map component "BHF-R" Unknown route-map component "uexBHF"
 Foros de Amora (u)
(z) Entrecampos 
Unknown route-map component "fvBHF-L" Unknown route-map component "uexBHF-M" Unknown route-map component "BHF-R" Unknown route-map component "uexBHF"
 Corroios (u)
(z)(7) Sete Rios 
Unknown route-map component "fvBHF-L" Unknown route-map component "uexBHF-M" Unknown route-map component "BHF-R" Unknown route-map component "uexBHF"
 Pragal (u)
 
Unknown route-map component "fvSTR"
Unused waterway turning left + Unknown route-map component "fvSTR+l-"
Unknown route-map component "fSTRq" + Interchange on track
Unused waterway turning right + Unknown route-map component "fSTRlg"
 Campolide (z)(s)(u)*
(s) Benfica 
Unknown route-map component "fvBHF-L" Unknown route-map component "fdBHF-R" Unknown route-map component "d" Straight track Unknown route-map component "fKBHFe"
 Rossio (s)
(s) Sta. Cruz / Damaia 
Unknown route-map component "fvBHF-L" Unknown route-map component "fdBHF-R" Unknown route-map component "d" Straight track Unknown route-map component "KBHFa yellow"
 Cais do Sodré (c)
(s) Reboleira 
Unknown route-map component "fvBHF-L" Unknown route-map component "fdBHF-R" Unknown route-map component "d" Straight track Unknown route-map component "BHF yellow"
 Santos (c)
**(z) Alcântara - Terra 
Unknown route-map component "fvSHI1l"
Unknown route-map component "fSHI1c3" + Unknown route-map component "fSHI1+r"
End station + Hub
Unknown route-map component "BHF yellow" + Hub
 Alcântara - Mar (c)**
(s) Amadora 
Unknown route-map component "c" Unknown route-map component "fvBHF-L" Unknown route-map component "fdBHF-R" Unknown route-map component "c" Unknown route-map component "BHF yellow"
 Belém (c)
(s) Queluz - Belas 
Unknown route-map component "c" Unknown route-map component "fvBHF-L" Unknown route-map component "fdBHF-R" Unknown route-map component "c" Unknown route-map component "BHF yellow"
 Algés (c)
(s) Monte Abraão 
Unknown route-map component "c" Unknown route-map component "fvBHF-L" Unknown route-map component "fdBHF-R" Unknown route-map component "c" Unknown route-map component "BHF yellow"
 Cruz Quebrada (c)
(s) Massamá-Barcarena 
Unknown route-map component "c" Unknown route-map component "fvBHF-L" Unknown route-map component "fdBHF-R" Unknown route-map component "c" Unknown route-map component "BHF yellow"
 Caxias (c)
(s)(o) Agualva-Cacém 
Unknown route-map component "c" Unknown route-map component "fvBHF-L" Unknown route-map component "fdBHF-R" Unknown route-map component "c" Unknown route-map component "BHF yellow"
 Paço de Arcos (c)
(o) Mira Sintra-Meleças 
Unknown route-map component "fKBHFe" + Unknown route-map component "fSHI1c1"
Unknown route-map component "fvSHI1+r" Unknown route-map component "BHF yellow"
 Santo Amaro (c)
(s) Rio de Mouro 
Unknown route-map component "fvBHF" Unknown route-map component "BHF yellow"
 Oeiras (c)
(s) Mercês 
Unknown route-map component "fvBHF" Unknown route-map component "BHF yellow"
 Carcavelos (c)
(s) Algueirão - Mem Martins 
Unknown route-map component "fvBHF" Unknown route-map component "BHF yellow"
 Parede (c)
(s) Portela de Sintra 
Unknown route-map component "fvBHF" Unknown route-map component "BHF yellow"
 S. Pedro Estoril (c)
(s) Sintra 
Unknown route-map component "fvKBHFe" Unknown route-map component "BHF yellow"
 S. João Estoril (c)
 
Unknown route-map component "BHF yellow"
 Estoril (c)
(c) Cascais 
Unknown route-map component "KBHFl yellow" Unknown route-map component "BHFq yellow" Unknown route-map component "STRrf yellow"
 Monte Estoril (c)

Linhas: a L.ª Alentejoc L.ª Cascaisz L.ª Cintura
n L.ª Norteo L.ª Oestes L.ª Sintrau L.ª Sul7 C.ª 7 R.
(*) vd. Campolide-A (**) vd. Pass. Sup. Alcântara

Fonte: Página oficial, 2013.02
(nomes das estações de acordo com a fonte)

A Estação Ferroviária do Cais do Sodré é uma interface ferroviária da Linha de Cascais, situada na cidade de Lisboa, em Portugal; foi inaugurada em 4 de Setembro de 1895.[1] Está classificada desde 7 de novembro de 2012 como Monumento de Interesse Público[2]

Descrição[editar | editar código-fonte]

Localização e acessos[editar | editar código-fonte]

A estação situa-se junto à Praça Duque de Terceira, na freguesia de Misericórdia (São Paulo), em Lisboa.[3]

Vias e plataformas[editar | editar código-fonte]

Em Janeiro de 2011, tinha 6 vias de circulação, com 287 a 298 metros de comprimento; as plataformas tinham 206 a 220 metros de extensão, e apresentavam todas 110 centímetros de altura.[4]

Enquadramento[editar | editar código-fonte]

A Estação é uma dos mais movimentados interfaces da cidade, permitindo a articulação da Linha de Cascais, da qual é terminal, com:

Situa-se no centro de Lisboa, a 10 minutos (a pé) da Praça do Comércio.

Faz parte de um conjunto de quatro terminais no Centro de Lisboa, terminais das ligações radiais:

Os quatro terminais não se encontram ligados directamente entre si por intermédio de uma rede ferroviária, originando uma descontinuidade da rede ferroviária de Lisboa. Para colmatar esta descontinuidade, existem linhas de transportes urbanos que permitem a ligação directa entre os quatro terminais. Estas linhas são operadas pela Carris ou pelo Metropolitano de Lisboa:

Ponte-Bus Santa Apolónia ⇄ Cais do Sodré. Assinala o conjunto de autocarros que, funcionando 24 horas por dia e com elevadas frequências, permitem a articulação entre as estações de Santa Apolónia, Sul e Sueste e Cais do Sodré

As ligações do Metropolitano de Lisboa são operadas pela Linha Verde e as da Carris através da Ponte-Bus Cais do Sodré ⇄ Santa Apolónia. Ressalva-se ainda a possibilidade de fazer a articulação entre Cais do Sodré e Rossio através das carreiras 15E, 207, 208, 732, 736 e 760 da Carris.

Serviços[editar | editar código-fonte]

Transporte ferroviário[editar | editar código-fonte]

Padrão de serviços de comboio[editar | editar código-fonte]

Estação anterior Comboios de Portugal Comboios de Portugal Estação seguinte
Terminal   CP Lisboa
Linha de cascais
  Santos
Direção Oeiras
    Alcântara
Direção Cascais

Comboios de Portugal Estações ferroviárias servidas dentro de Lisboa[editar | editar código-fonte]

Transportes urbanos[editar | editar código-fonte]

Logo ccfl.png Carris[editar | editar código-fonte]

Metropolitano de Lisboa Metropolitano de Lisboa[editar | editar código-fonte]

Airplane.png AeroBus[editar | editar código-fonte]

Transportes fluviais[editar | editar código-fonte]

Transtejo.svg Transtejo[editar | editar código-fonte]

História[editar | editar código-fonte]

Inauguração[editar | editar código-fonte]

A Linha de Cascais foi inaugurada em 6 de Dezembro de 1890, ligando Cascais a Alcântara-Mar; em 4 de Setembro de 1895, foi prolongada até ao Cais do Sodré.[1]

Século XX[editar | editar código-fonte]

Gares de passageiros (2002)

No ano de 1902, a Companhia Real dos Caminhos de Ferro Portugueses empreendeu a construção de vários abrigos para passageiros nesta estação.[5]

Durante muitos anos a hora legal de Portugal era marcada a partir de um relógio instalado junto ao Cais do Sodré, tendo o primeiro sido colocado em 1914; foi substituído, em 2001, por um relógio digital, sendo o original exposto na Gare Marítima da Rocha do Conde de Óbidos, em Alcântara.

Em 1926, na sequência da modernização da Linha de Cascais, já se havia projectado uma nova estação, não tendo, no entanto, os trabalhos sido iniciados, devido à presença de vários edifícios da Câmara Municipal de Lisboa e da Alfândega no local previsto; esperava-se que as obras tivessem a duração de um ano.[6] O projecto, elaborado pelo arquitecto Pardal Monteiro[7], orientava para uma traça sóbria mas monumental do edifício, de forma a melhorar a zona em que se inseria; previa-se, igualmente, que a nova estação iria deter uma oficina para reparações de material circulante.[6] A 15 de Agosto desse ano, foi desta estação que partiu a primeira composição a tracção eléctrica, na inauguração da electrificação da Linha de Cascais.[8]

Em 28 de Maio de 1963, a cobertura interior da estação, construída no fim da Década de 1950, desabou sobre a gare, fazendo 49 mortos e cerca de 40 feridos [9]. Ao longo dos primeiros anos do século XXI a estação foi ampliada e construídos novos cais de embarque de acordo com projeto de arquitetura de Pedro Botelho e Nuno Teotónio Pereira (Prémio Valmor 2008).

Em 29 de Maio de 1998, esta interface foi temporariamente encerrada, devido a uma greve dos trabalhadores da operadora Caminhos de Ferro Portugueses.[10]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b TORRES, Carlos Manitto. (16 de Janeiro de 1958). "A evolução das linhas portuguesas e o seu significado ferroviário". Gazeta dos Caminhos de Ferro 70 (1682): 62.
  2. Lusa (07.11.2012). «Estação de comboios do Cais do Sodré, em Lisboa, classificada monumento de interesse público». Público. Consultado em 18 de Novembro de 2012. 
  3. «Cais do Sodré». Comboios de Portugal. Consultado em 15 de Novembro de 2014. 
  4. (6 de Janeiro de 2011) "Directório da Rede 2012": 80. Rede Ferroviária Nacional.
  5. (16 de Abril de 1902) "Linhas Portuguezas". Gazeta dos Caminhos de Ferro 15 (344): 124.
  6. a b (1 de Agosto de 1926) "A electrificação da Linha de Cascais". Gazeta dos Caminhos de Ferro 39 (927): 228.
  7. (1 de Agosto de 1926) "Linhas Portuguesas". Gazeta dos Caminhos de Ferro 39 (927): 239.
  8. (16 de Agosto de 1926) "A Electrificação da Linha de Cascais". Gazeta dos Caminhos de Ferro 39 (928): 245.
  9. Jornal Última Hora (29 de maio de 1963). «Marquise de 67 m desmorona em Portugal 84 mortos e feridos». Arquivo Público do Estado de São Paulo. Consultado em 13 de Fevereiro de 2010. 
  10. (30 de Maio de 1998) "Caos à Portuguesa e à Chuva". Público 9 (2998): 22. Lisboa: PÚBLICO Comunicação Social S. A..
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre a Estação de Cais do Sodré

Ligações externas[editar | editar código-fonte]