Archibald Alison

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Archibald Alison
Nascimento 13 de novembro de 1757
Edimburgo
Morte 17 de maio de 1839 (81 anos)
Colinton
Cidadania Reino Unido
Alma mater
Ocupação escritor, filósofo, biógrafo
Prêmios
Religião Anglicanismo

Archibald Alison (Edimburgo, 13 de novembro de 1757 – 17 de maio de 1839) foi um pedagogo, clérigo, pregador, escritor e filósofo escocês.

Era filho de Patrick Alison, provost de Edinburgh. Depois de estudar na Universidade de Glasgow e na Universidade de Oxford, ingressou na Igreja da Inglaterra e foi indicado em 1778 cura de Brancepeth. Em 1784 casou-se com Dorothea Gregory. Os anos seguintes passou em Shropshire, e em 1800 voltou para Edinburgh, com uma posição na Capela de São Paulo em Cowgate. Ali foi reconhecido como um grande pregador, e seus sermões atraíam tantas pessoas que foi preciso construir uma igreja maior para recebê-las. Seus anos finais foram passados em Colinton.

Obras selecionadas[editar | editar código-fonte]

  • Life of Lord Woodhouseke, sermões.
  • Essays on the Nature and Principles of Taste, que é um dos grandes tratados de estética de seu tempo.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências gerais[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.