Argyll

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Argyll
Condado (até aproximadamente 1890)
Geografia
Área Total 8.055 km² (2º posição)
Região Escócia
Sede Administrativa Inveraray
ISO 3166-2 ARL
Demografia
Política

Argyll, arcaicamente Argyle (Earra-Ghàidheal em gaélico moderno) é uma região no oeste da Escócia correspondendo à maior parte do antigo reino de Dál Riata, que se localizava na ilha da Grã-Bretanha. Em um contexto histórico, Argyll pode ser utilizado para se referir a toda a costa ocidental entre Mull of Kintyre e o Cabo Wrath. Atualmente, Argyll (às vezes anglicizado como Argyllshire) também é um dos condados de registro (registration counties) da Escócia. Argyll foi também um bispado medieval com a sua catedral em Lismore, bem como um condado e um ducado no início da Idade Moderna, o Ducado de Argyll.

Entre 1890 e 1975, Argyll foi um condado para fins de governo local.

Existiu um distrito eleitoral de Argyllshire do Parlamento da Grã-Bretanha até a primeira metade do século XX.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O nome deriva do gaélico antigo airer Goídel (região de fronteira dos gaels). O autor do início do século XIII do De Situ Albanie explica que "o nome Arregathel significa margem (isto é, região de fronteira) dos escoceses ou irlandeses, porque todos os escoceses e irlandeses são geralmente chamados de Gattheli (isto é, gaels), devido aos seus antigos chefes guerreiros conhecidos como Goídel Glas".

No entanto, a palavra airer naturalmente carrega o significado da palavra "litoral" quando aplicada a regiões marítimas, desse modo, o topônimo também pode ser traduzido como "Costa dos Gaels". Woolf sugeriu que o nome Airer Goídel substituiu o nome Dál Riata quando a conquista nórdica no século IX separou a Dál Riata irlandesa e as ilhas de Argyll da Dál Riata localizada na ilha da Grã-Bretanha. Esta última, renomeada Airer Goídel, contrastava com as ilhas costeiras de Innse Gall, literalmente "ilhas dos estrangeiros". Elas eram assim chamadas porque do século IX ao XII, foram governadas por nórdicos-gaélicos.[1]

Condado e distrito[editar | editar código-fonte]

Argyll ca. 1854.

Entre 1890 e 1975, Argyll foi um condado para fins de governo local. Os condados limítrofes a Argyll eram: Inverness-shire, Perthshire, Dunbartonshire, Renfrewshire, Ayrshire e Bute. Renfrewshire e Ayrshire estão do outro lado do Firth of Clyde. Bute é um condado de ilhas no delta (firth). A cidade sede do condado era historicamente Inveraray, que ainda é a sede do Ducado de Argyll. Posteriormente, Lochgilphead reivindicou ser a sede do condado, uma vez que era a sede do governo local desde o século XIX. Porém, a cidade não era a maior nem em extensão geográfica, nem em termos de população. As maiores cidades de Argyll eram (e são): Oban, Dunoon e Campbeltown.

As Small Isles de Muck ou Muick, Rhum ou Rùm, Canna e Sanday faziam parte do condado até que foram transferidas para Inverness-shire em 1891 pela comissão de fronteiras nomeada pelo Ato do Governo Local (Escócia) de 1889. A ilha de Egg ou Eigg já pertencia a Inverness-shire.

O uso do Condado de Argyll para fins de governo local cessou em 1975 com a sua área sendo dividida entre as regiões de Highland e Strathclyde. Um distrito de governo local chamado Argyll and Bute foi formado na região de Strathclyde, incluindo a maior parte de Argyll e a Ilha de Bute. As áreas de Argyll de Ardnamurchan, Ballachulish e Kinlochleven se tornaram parte do Distrito de Lochaber, em Highland.

Em 1996 foi criada uma nova área de concelho unitário de Argyll and Bute, com uma alteração de fronteiras para incluir parte do antigo distrito de Strathclyde, Dumbarton.

Distrito eleitoral[editar | editar código-fonte]

Houve um eleitorado de Argyllshire do Parlamento da Grã-Bretanha de 1708 até 1801 e do Parlamento do Reino Unido de 1801 a 1983 (renomeado Argyll em 1950). O eleitorado de Argyll and Bute foi criado quando o eleitorado de Argyll foi abolido.

Habitantes ilustres[editar | editar código-fonte]

História[editar | editar código-fonte]

Argyll é a casa histórica do Clã Campbell de Argyll.

Na ficção[editar | editar código-fonte]

O romance de 1965 de Rosemary Sutcliff, The Mark of the Horse Lord é ambientado em Earra Gael, isto é, o litoral de Gael, onde o reino de Dál Riata passou por uma luta interna pelo controle da sucessão real, e um conflito externo para defender suas fronteiras contra os caledônios.

Notas

  1. Woolf, Alex "The Age of the Sea-Kings: 900-1300" em Omand (2006) pp. 94-95
  2. Who Was Who in America, Historical Volume, 1607-1896. Chicago: Marquis Who's Who.

Referências

  • Omand, Donald (ed.) (2006) The Argyll Book. Edinburgh. Birlinn. ISBN 1841584800