Archelon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Arquelônio)

Archelon
Intervalo temporal: Cretáceo Superior
80,21–74,21 Ma
[1][2][3][4]
Big fossil turtle.jpg
Classificação científica edit
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Ordem: Testudines
Subordem: Cryptodira
Família: Protostegidae
Gênero: Archelon
Wieland, 1896
Espécies:
A. ischyros
Nome binomial
Archelon ischyros
Wieland, 1896
O provável tamanho de um archelon comparado com um homem.

Archelon (Archelon ischyrus) é uma grande tartaruga marinha que viveu no período Cretáceo entre aproximadamente 75 e 65 milhões de anos atrás e foi encontrado nos Estados Unidos, ela tinha 3 a 4 metros de comprimento do Cretáceo Superior,[1][2][3][4] e pesava em torno de 1,5 a 2 toneladas. Ela habitou nos oceanos quentes e rasos da atual América do Norte. Tendo 4 metros de comprimento (duas vezes maior que a tartaruga marinha moderna), é o maior representante do grupo das tartarugas.

Esta tartaruga marinha gigantesca é aparentadas com as actuais tartarugas-de-couro. Como estas, tinha uma carapaça reduzida, com aberturas, composta por costelas largas e uma cobertura de pele coriácea. Trata-se de uma das maiores tartarugas que já existiram, mas apesar do tamanho, as fêmeas teriam de rastejar na praia para pôr os seus ovos.

Características[editar | editar código-fonte]

Tinha uma concha larga e plana, nadadeiras fortes, um rabo pequeno e em geral era muito parecido com as tartarugas marinhas de hoje. Era do tamanho de um carro e nadava com extrema agilidade nos mares cretáceos.

Alimentação[editar | editar código-fonte]

Archelon era carnívoro e havia facilidade em capturar suas presas por causa de seu forte bico que usava para pegar crustáceos, peixes e lulas.

Reprodução[editar | editar código-fonte]

Como as tartarugas atuais, os Archelon deviam ir à areia de uma praia para desovar. Botavam bastantes ovos para garantir a sobrevivência da espécie. O único problema de ir até a areia é que lá, dinossauros terópodes carnívoros estavam a sua espera.

Referências

  1. a b Ogg, J. G.; Hinnov, L. A. (2012). Cretaceous. The Geologic Time Scale 2012. [S.l.: s.n.] pp. 793–853. ISBN 9780444594259. doi:10.1016/B978-0-444-59425-9.00027-5 
  2. a b Martin, L. D.; Stewart, J. D. (1981). «An ichthyornithiform bird from the Campanian of Canada». Canadian Journal of Earth Sciences. 19 (2): 324–327. doi:10.1139/e82-024 
  3. a b Hoganson, J. W.; Woodward, B. (2004). «Skeleton of the Rare Giant Sea Turtle, Archelon, Recovered from the Cretaceous DeGrey Member of the Pierre Shale near Cooperstown, Griggs County, North Dakota» (PDF). North Dakota Geological Society Newsletter. 32 (1): 1–4. Consultado em 23 de dezembro de 2018. Arquivado do original (PDF) em 18 de outubro de 2020 
  4. a b Martin, J. E.; Parris, D. C. (2007). The Geology and Paleontology of the Late Cretaceous Marine Deposits of the Dakotas. 427. [S.l.]: The Geological Society of America. pp. 85–163. ISBN 9780813724270. doi:10.1130/2007.2427(06) 

Leitura adicional[editar | editar código-fonte]

Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Archelon
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Archelon
Ícone de esboço Este artigo sobre répteis, integrado ao Projeto Herpetológico, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.