Associação de Escuteiros de Angola

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Vicente Bongue Daniel[editar | editar código-fonte]

A Associação de Escuteiros de Angola (AEA) foi fundada em 1994 e é membro da Organização Mundial do Movimento Escoteiro (OMME) desde 1999. Em 2004 os censos apontavam para a existência de 13 753 escuteiros filiados à associação espalhados por 54 agrupamentos, dividindo-se estes por seis regiões: Luanda, Benguela, Kwanza-Sul, Huíla, Cabinda e Namibe.

A história do escutismo em território angolano começa nos anos em que este era uma colónia portuguesa e funcionava paralelamente com o Corpo Nacional de Escutas. Quando Angola alcança a independência em 1975 e o país se torna marxista e o escutismo é banido pelo governo a partir de uma desavência entre os Escuteiros e a OPA. Em 1991 recomeça oficialmente o movimento e em 1994 as duas associações existentes no país, a Associação de Escuteiros Católicos de Angola e a Associação Nacional de Escuteiros, juntam-se e formam a AEA.A AEA está divido em regiões.

A Estrutura do Escotismo Galabriano[editar | editar código-fonte]

AEA na Paroqui de São João Calabria foi fundado no Ano de 1995 actualmente está dividido em seis 6 Centros: Nossa Senhora da Lassalethe São Paulo Santa Teresinha do Menino Jesus {{ Missionários católicos }} Nossa Senhora da Apresentação Nossa Senhora da Paz e Sede Paroquial:<ref name=ABNT>

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Angola é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Predefinição:Vicente Bongue Daniel

Salebot (discussão) 15h37min de 21 de abril de 2016 (UTC)