B Fachada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
B Fachada
Informação geral
Nascimento 1984
Origem Lisboa
País  Portugal
Gênero(s) Cantautor
Gravadora(s) FlorCaveira[1], Mbari
Página oficial www.bfachada.com

B Fachada é o nome artístico de Bernardo Cruz Fachada (Lisboa, 1984)[2], é um cantautor e multi-instrumentista português, casado com Mané Pacheco, uma artista visual portuguesa.

Colaborou com Tiago Pereira no documentário Tradição Oral Contemporânea (2008)[3]. Em 2009 alcança algum protagonismo com os discos Um Fim-de-Semana no Pónei Dourado e B Fachada.

B Fachada fez parte do grupo Diabo na Cruz, de onde saiu após as gravações do disco Roque Popular[4]

Em 2010 lança Há Festa Na Moradia na internet e em edição em vinil. No final do ano edita o álbum B Fachada É Pra Meninos a ter grande destaque na imprensa portuguesa.[2][5] Actua em diversas salas e festivais como no CCB[6], no Optimus Alive 2012[7], no Festival para Gente Sentada em 2011, no Super Bock Super Rock 2011 no Meco no palco EDP[8], ou no Super Bock em Stock 2010[2][9].

Actualmente, disponibiliza todos os seus discos (que na maioria dos casos estão esgotados) para download e venda directos no Bandcamp : http://bfachada.bandcamp.com/.

Em 2015 começou o projeto "Violência Eletrodoméstica" com Xavier Almeida, sob o nome de Pato Bravo.

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • 2015- Pega Monstro B Fachada
  • 2014 - B Fachada[10]
  • 2012 - O Fim
  • 2012 - Os Sobreviventes, com Minta e João Correia, recriação do primeiro disco de Sérgio Godinho
  • 2012 - Criôlo
  • 2011 - B Fachada
  • 2011 - Deus, Pátria, Família (EP)
  • 2010 - B Fachada É Pra Meninos
  • 2010 - Há Festa Na Moradia (EP)
  • 2009 - B Fachada
  • 2009 - Um Fim-de-Semana no Pónei Dourado
  • 2008 - Viola Braguesa (EP)
  • 2008 - Mini CD: produzido por Walter Benjamin (EP)
  • 2008 - B sings the lusitanian blues (EP)
  • 2007 - Até Toboso (EP)

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]