Bean (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Bean: The Ultimate Disaster Movie
Bean: Um Autêntico Desastre (PT)
Mr. Bean - O Filme (BR)
Pôster oficial de Bean
 Estados Unidos
 Reino Unido

1997 •  cor •  86 min 
Direção Mel Smith
Produção Peter Bennet-Jones
Tim Bevan
Richard Curtis
Eric Fellner
Rebecca O'Brien
Roteiro Rowan Atkinson
Elenco Rowan Atkinson
Peter MacNicol
Burt Reynolds
Pamela Reed
Harris Yulin
Sandra Oh
Música Howard Goodall
Cinematografia Francis Kenny
Edição Christopher Blunden
Companhia(s) produtora(s) PolyGram Filmed Entertainment
Working Title Films
Tiger Aspect Productions
Distribuição PolyGram Filmed Entertainment
(lançamento original)
Universal Pictures
(direitos vendidos em 1998)
Lançamento Reino Unido 1 de agosto de 1997
Brasil 22 de agosto de 1997
Portugal 5 de setembro de 1997
Estados Unidos 7 de novembro de 1997
Idioma Inglês
Orçamento US$ 18 milhões[1]
Receita US$ 251.212.670[1]
Cronologia
Mr. Bean's Holiday (2007)
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Bean: The Ultimate Disaster Movie (Mr. Bean - O Filme BRA ou Bean: Um Autêntico Desastre POR) é um filme britânico de 1997, do género comédia, dirigido por Mel Smith, distribuído pela PolyGram Filmed Entertainment e estrelado pelo famoso personagem Mr. Bean, interpretado por Rowan Atkinson. O filme é co-estrelado por Peter MacNicol e conta com a participação especial de Burt Reynolds como um general.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.
A "Mãe de Whistler". O quadro é tema principal do filme

Em pleno outono de 1997, a galeria americana de arte Grierson decide comprar, através da dádiva do general Newton (Burt Reynolds), o importantíssimo quadro Arranjo em Cinza e Preto nº1 (mais conhecido como A Mãe de Whistler) que estava no Museu de Orsay em Paris. Para reforçar a importância do acontecimento, a galeria pediu à Royal National Gallery da Inglaterra que enviasse o seu mais ilustre conhecedor de arte no sentido deste apresentar a obra. Este seria o maior erro da história da Galeria Grierson, pois os ingleses não lhe iriam disponibilizar a pessoa que eles tanto pretendiam. O "escolhido" seria o empregado mais detestável e atrapalhado que possuíam, pois era a única forma que encontraram para se verem livres dele. Quem é o famoso empregado? Mr. Bean (Rowan Atkinson). 007 é o seu Q.I. Seu trabalho é: sentar no canto é olhar os quadros! E, para ele Leonardo da Vinci era jogador americano de basquete.

Basta pisar em solo americano, para que nosso querido Bean, com seu famoso jeitinho de ser, apronte mil confusões. Ele é instalado na casa do curador de arte David Langley (Peter MacNicol) e acabará pondo em risco o casamento dele, seu emprego e toda a glória da galeria.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Rowan Atkinson promovendo o filme Bean no Cinema UCI em Hürth, Alemanha em agosto de 1997.
Applications-multimedia.svg A Wikipédia tem o


Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Bean:
The Ultimate Disaster Movie Soundtrack
Trilha sonora de Vários artistas
Lançamento 1 de agosto de 1997
Gênero(s) Trilha sonora
Gravadora(s) Mercury Records
Singles de Bean: The Ultimate Disaster Movie Soundtrack
  1. "Picture of You"
    Lançamento: 21 de Julho de 1997

A pontuação original do filme foi de Howard Goodall, que também escreveu a música para a série de televisão, embora o tema original de Mr. Bean não tenha sido usado no filme. Outras músicas não-originais também foram apresentadas, em particular, a música "Yesterday " dos Beatles (cantado no filme por Wet Wet Wet).

A trilha sonora do CD apresenta a capa OMC do I Love LA, apesar do original por Randy Newman ser a versão vista no filme. O álbum também apresenta uma música não usada no filme, uma capa da música de Alice Cooper "Elected" (do álbum Billion Dollar Babies) realizada pelo famoso cantor de Iron Maiden e o ícone de heavy metal Bruce Dickinson, que apresenta dubs de som do Sr. Promessas da campanha de fetiche. Isso foi usado para Comic Relief em 1992.

Boyzone também lançou uma música para o filme, intitulada " Picture of You ".

  1. Picture of You"
    Performed by: Boyzone
  2. "I Get Around"
    Performed by: The Beach Boys
  3. "Walking on Sunshine"
    Performed by: Katrina and the Waves
  4. "Yesterday"
    Performed by: Wet Wet Wet
  5. "Running Back For More"
    Performed by: Louise
  6. "That Kinda Guy"
    Performed by: Thomas Jules-Stock
  7. "Give Me a Little More Time"
    Performed by: Gabrielle
  8. "I Love L.A."
    Performed by: OMC
  9. "He's A Rebel"
    Performed by: Alisha's Attic
  10. "Stuck in the Middle with You"
    Performed by: Susanna Hoffs
  11. "Art For Art's Sake"
    Performed by: 10cc
  12. "Have Fun Go Mad"
    Performed by: Blair
  13. "Can We Talk (Pure Radio Mix)"
    Performed by: Code Red
  14. "Bean Theme (ao som do Piano)"
    Performed by: Howard Goodall
  15. "Elected"
    Performed by: Mr. Bean and The Smear Campaign e Bruce Dickinson

Recepção[editar | editar código-fonte]

O filme foi criticado por romper com a tradição da série original, que era de ter Mr. Bean como centro de atenção e pela alegada americanização necessária para vendê-lo no exterior (Bean é chamado de Dr. Bean em oposição ao Mr. Bean e também fala de forma inteligível, embora com aparente dificuldade, em oposição ao seu frequente murmúrio no série de televisão). No entanto, o filme arrecadou mais de US $ 250 milhões em todo o mundo com um orçamento estimado em US $ 18 milhões. Em 2007, seguiu-se uma sequela, chamada Mr. Bean's Holiday .

O filme possui uma classificação de aprovação de 42% em Rotten Tomatoes com uma pontuação média de 5,3 / 10 com base em 31 avaliações. O filme possui uma pontuação de 52 em Metacritic com base em 20 avaliações.[2]

Referências

  1. a b «Bean». Box Office Mojo. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  2. Bean (em inglês) no Metacritic

Ligações externas[editar | editar código-fonte]