O Grande Mentiroso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Big Fat Liar)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
O Grande Mentiroso
 Estados Unidos
2002 •  cor •  88 min 
Direção Shawn Levy
Produção Brian Robbins
Michael Tollin
Marie Cantin
Produção executiva Michael Goldman
Roteiro Dan Schneider
Brian Robbins
História Dan Schneider
Elenco Frankie Muniz
Paul Giamatti
Amanda Bynes
Donald Faison
Gênero Comédia
Aventura
Música Christophe Beck
Direção de arte Francis J. Pezza
Cinematografia Jonathan Brown
Edição Stuart Pappé
Kimberly Ray
Companhia(s) produtora(s) Tollin/Robbins Productions
Distribuição Universal Pictures
Lançamento Estados Unidos 8 de fevereiro de 2002
Brasil 22 de março de 2002
Idioma Inglês
Orçamento US$ 15 milhões
Receita US$ 52,970,014
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

O Grande Mentiroso[1][2] (em inglês: Big Fat Liar) é um filme de comédia dirigido por Shawn Levy, escrita e produzida por Dan Schneider e Brian Robbins e estrelado por Frankie Muniz, Paul Giamatti e Amanda Bynes. A trama principal gira em torno de um adolescente de 14 anos mentiroso chamado Jason Shepherd (Muniz), cuja redação criativa é roubado por um arrogante e ganancioso produtor de Hollywood chamado Marty Wolf (Giamatti), que planeja usá-lo para fazer um filme de ficção do mesmo nome.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Um garoto de 14 anos, Jason Shepherd (Frankie Muniz), é um verdadeiro expert na arte da mentira, sempre mentindo ou enrolando os outros para conseguir sair das mais diversas situações. Para tentar justificar o fato de não ter entregue um importante trabalho escolar, Jason diz para a professora que seu pai quase morreu entalado com uma almôndega. Entretanto a mentira é descoberta, o que faz com que Jason tenha que escrever uma redação de mil palavras em apenas três horas, sendo que caso não consiga terá de fazer o curso de verão. Usando sua imaginação fértil ele escreve a redação, mas ao ir para a escola, sua bicicleta (na verdade a da sua irmã) bate na limusine de Marty Wolf (Paul Giamatti), um produtor de cinema, que lhe dá uma carona, após Jason ameaçar processá-lo. Durante uma conversa, Jason pwrcebe que Marty é um mentiroso, assim como ele. Na pressa ao sair do carro, Jason esquece a redação e ninguém crê que ele realmente tenha feito seu dever escolar, então ele é obrigado a fazer o curso de verão durante as férias. Ao ir ao cinema com Kaylee (Amanda Bynes), sua melhor amiga, Jason fica sabendo que Wolf pegou seu texto e o transformou num filme, que promete ser a grande sensação do ano. O que irrita mais Jason é que Marty fala que foi ele mesmo quem escreveu toda a história. Tentando recuperar a confiança de seu pai, Jason pega suas economias e junto com Kaylee deixa Greenbury, Michigan, e vai para Los Angeles, para fazer Wolf confessar que a idéia do filme foi roubada. Mas o que não poderia imaginar é que Marty é um grande pilantra, que não planeja de jeito nenhum fazer o que Jason deseja. Porém em Los Angeles ele e Kaylee encontram várias pessoas que odeiam Wolf, cheios de motivos para isso, e estão dispostas a fazer qualquer coisa para acabar com a carreira dele, em busca de vingança.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Frankie Muniz como Jason Shepherd, um mentiroso patológico de 14 anos. Apesar do mau desempenho na escola, Jason é muito inteligente, criativo em redações e bom com tecnologia.
  • Paul Giamatti como Marty Wolf, um produtor de Hollywood arrogante, ganancioso, prepotente, histérico e um mentiroso compulsivo. Ao contrário de Jason, ele não se importa em como sua atitude afeta os outros.
  • Amanda Bynes como Kaylee, a melhor amiga, ajudante e fiel escudeira de Jason.
  • Donald Faison como Frank Jackson, um simpático motorista de limusine e aspirante ator de Hollywood, que detesta Wolf e ajuda Jason e Kaylee na missão de derrotá-lo.
  • Russell Hornsby como Marcus Duncan, chefe de Wolf e presidente da Universal Studios.
  • Amanda Detmer como Monty Kirkham, a atenciosa assistente de Wolf, escravizada sempre por este.
  • Michael Bryan French e Christine Tucci como Harry e Carol Shepherd, os pais de Jason e Janie.
  • Sandra Oh como a Sra. Phyllis Caldwell, a professora de Inglês de Jason.
  • Alex Breckenridge como Janie Shepherd, irmã mais velha de Jason.
  • Rebecca Corry como Astrid Barker, a recepcionista no escritório Wolf Pictures.
  • Jaleel White como Ele mesmo - Outro que detesta Wolf e é muitas vezes chamado por ele de Urkel (personagem de Jaleel no seriado Family Matters.
  • Lee Majors como Vince, o dublê, velho, mas bem qualificado, muito insultado por Wolf.
  • Sean O'Bryan como Leo.
  • Amy Hill como Joscelyn Davis.
  • John Cho como Dustin "Dusty" Wong, o diretor.
  • Taran Killam como Bret Callaway. Ele é um musculoso e punk skatista que consistentemente provoca Jason, e também tem uma queda por Kaylee, e que ajuda os dois, tomando conta da avó de Kaylee.
  • Jake Minor como Aaron.
  • Kyle Swann como Brett.
  • Sparkle como Avó Pearl, avó senil e baixinha de Kaylee.
  • Chris Ott como Shandra Duncan.
  • Kenan Thompson, Dustin Diamond, Shawn Levy, Corinne Reilly, e Bart Myer como convidados da festa de Wolf.
  • Brian Turk como Masher, um motorista de monster truck grandalhão e mal humorado, que entra em uma briga com Wolf e passa por cima do seu carro, após um incidente no trânsito.
  • John Gatins como o motorista de um caminhão reboque.

Recepção[editar | editar código-fonte]

O filme recebeu críticas mistas, obtendo uma classificação de "podre" no Rotten Tomatoes de 43%, com o consenso do site afirmando que "Embora não há nada que seja ofensivo sobre Big Fat Liar, ela está cheia de clichês de Hollywood e palhaçada caricatural, tornando-se estritamente para crianças". [3] No lado positivo, Roger Ebert e Richard Roeper no programa At the Movies da Disney-ABC Domestic Television deram ao filme "Dois polegares para cima". Alguns críticos elogiaram o filme como energético e espirituoso, outros o chamam de chato e estereotipado. No entanto, foi um sucesso financeiro, arrecadando $ 48360547 na bilheteria nacional e um total de $ 53970014 em todo o mundo, contra um orçamento de US $ 15 milhões.[4]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

N.º TítuloMúsica Duração
1. "Come on Come on"    2:33
2. "Conant Gardens"    3:03
3. "Me Myself and I"     
4. "I Wish"    3:11
5. "Eye of the Tiger"    4:29
6. "Hungry Like the Wolf"    3:41
7. "Blue (Da Ba Dee)"    4:40
8. "Diablo"     
9. "Disco Inferno"    10:54
10. "Party Time"    3:32
11. "Backlash"     
12. "Where Ya At"     
13. "Mind Blow"     
14. "Right Here Right Now"     
15. "Move It Like This"    3:51


Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.