Campo do Brito

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Campo do Brito
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Campo do Brito
Bandeira
Brasão de armas de Campo do Brito
Brasão de armas
Hino
Gentílico campo-britense
Localização
Localização de Campo do Brito em Sergipe
Localização de Campo do Brito em Sergipe
Mapa de Campo do Brito
Coordenadas 10° 44' 55" S 37° 29' 40" O
País Brasil
Unidade federativa Sergipe
Municípios limítrofes Itabaiana, Areia Branca, Itaporanga d'Ajuda, Lagarto, São Domingos, Macambira
Distância até a capital 64 km
História
Fundação 29 de outubro de 1912 (107 anos)
Aniversário 29 de outubro
Administração
Prefeito(a) Marcell Moade Ribeiro Souza[1] (PSDB, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [3] 201,724 km²
População total (estimativa IBGE/2017[4]) 18 111 hab.
Densidade 89,8 hab./km²
Clima tropical seco e sub-úmido[2] (As´)
Altitude 210 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[5]) 0,621 médio
PIB (IBGE/2008[6]) R$ 75 458,866 mil
PIB per capita (IBGE/2008[6]) R$ 4 542,43
Outras informações
Padroeiro(a) Nossa Senhora da Boa Hora / São Roque

Campo do Brito é um município brasileiro localizado na região central do estado de Sergipe.

História[editar | editar código-fonte]

A 53 km de Aracaju ficavam os campos para criação de animais da família Brito. Hoje não há mais Britos, só o Campo do Brito, o município que nasceu de concessões de sesmarias aos padres Jesuítas. Em 10 de março de 1601 os padres ganharam as terras "junto à serra da Cajaíba, na tapera de Pirapean, entre o vale do Vaza-Barris, a serra de Itabaiana e subindo o rio até aquele pico". O distrito foi criado em 1845 já com a denominação de Campo do Brito e em 1912 é elevado a município, desmembrado de Itabaiana.[7] Campo do Brito fica na "boca do sertão", seu solo tem qualidade, o que propicia a sua população viver da agricultura e pecuária.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Parte de seu território encontra-se dentro do polígono das secas, com temperaturas médias anuais de 24,5 °C e precipitação média de chuvas de 1178,7 mm/ano, mais predominante de março a agosto (outono-inverno). O relevo é caracterizado por uma superfície de pediplanos, com formas mais comuns de tabuleiros, colinas e cristas. A vegetação do município varia da Capoeira, Caatinga, Campos Limpos e Sujos. Campo do Brito está inserido na bacia hidrográfica do rio Vaza-Barris, outros rios importantes da região são o Lomba e Traíras.[2]

Economia[editar | editar código-fonte]

As receitas municipais vêm principalmente da agricultura (mandioca, manga, laranja, maracujá e feijão), pecuária (bovinos, suínos e equinos) e avicultura de galináceos.[2]

Referências

  1. [1]
  2. a b c Projeto Cadastro da Infra-Estrutura Hídrica do Nordeste, Diagnóstico do Município de Campo do Brito, 2002.
  3. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  4. «Estimativa populacional 2017 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 30 de agosto de 2017. Consultado em 21 de dezembro de 2017 
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 26 de agosto de 2013 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  7. «Acervo Biblioteca IBGE» (PDF)  Acervo documentação territorial: Campo do Brito.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia de Sergipe é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.