Caracol (Piauí)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura outros significados de Caracol, veja Caracol (desambiguação).
Município de Caracol
"Portal da Serra das Confusões"
Turista em caverna no Parque Serra das Confusões

Turista em caverna no Parque Serra das Confusões
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 22 de agosto
Fundação 22 de agosto de 1948 (68 anos)
Gentílico caracolense
Padroeiro(a) Senhor Bom Jesus
CEP 64795-000
Prefeito(a) Nilson Fonseca de Miranda (PT)
(2013–2016)
Localização
Localização de Caracol
Localização de Caracol no Piauí
Caracol está localizado em: Brasil
Caracol
Localização de Caracol no Brasil
09° 16' 44" S 43° 19' 48" O09° 16' 44" S 43° 19' 48" O
Unidade federativa  Piauí
Mesorregião Sudoeste Piauiense IBGE/2008 [1]
Microrregião São Raimundo Nonato IBGE/2008 [1]
Região metropolitana Território Integrado da Serra da Capivara
Municípios limítrofes Norte: Guaribas
Leste: Jurema
Oeste: Guaribas
Sul: Estado da Bahia
Distância até a capital 605 km
Características geográficas
Área 449,465 km² [2]
População 10 688 hab. IBGE/2016[3]
Densidade 23,78 hab./km²
Altitude 566 m
Clima Semiárido Tropical
Sub-Úmido Seco (C1)[4] 
BSh
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,595 baixo PNUD/2010 [5]
Gini 0.6 PNUD/2010 [6]
PIB R$ 53 250 mil IBGE/2013[7]
PIB per capita R$ 5 058,45 IBGE/2013[7]
Página oficial

Caracol é um município brasileiro do estado do Piauí. Localiza-se a uma latitude 09º16'43" sul e a uma longitude 43º19'48" oeste, estando a uma altitude de 566 metros. Sua população estimada em 2016 era de 10 688 habitantes[8].

Pertence a Mesorregião do Sudoeste Piauiense, região climática dos semiáridos do estado. Caracol é um dos municípios de maior altitude da região sudoeste do Piauí.

Com altitude média de quase 600 metros, o município situa-se sobre os grandes conjuntos geológicos que caracterizam o Planalto Meio-Norte. A altitude absoluta pode chegar aos 1000 metros no planalto[9].

Integrado ao Território Serra da Capivara, o município é considerado o portal do Parque Nacional Serra da Confusões, unidade de conservação ambiental reconhecida nacionalmente como importante reduto de espécies vegetais e animais típicas da caatinga[10].

História[editar | editar código-fonte]

Antes chamado de “Formiga” pelos seus primeiros habitantes, o pequeno vilarejo veio a se tornar distrito em 1904 já pelo nome de Caracol, topônimo atribuído devido a descoberta de um lago em formato espiral na região. O município foi criado através do Art. 48 da Constituição Estadual de 1947, época em que foi desmembrado do município de São Raimundo Nonato[8].

Clima[editar | editar código-fonte]

Típicas cavernas do Paque da Serra das Confusões.

Pertencendo a mesorregião climática dos semiáridos piauienses o município apresenta baixo índice pluviométrico anual, o qual oscila numa média de 800mm. A classificação climática é de Semiárido Tropical com estação de verão chuvosa e úmida[11].

Sendo o verão a estação mais chuvosa no município, as demais estações apresentam índices de umidade relativa do ar e pluviosidade bastante inferiores. No inverno a precipitação geralmente fica nos 0mm, o que torna o ambiente seco e com manhãs muito frias. A primavera marca a chegada das primeiras chuvas, contudo o ar seco e a alta incidência solar faz dessa estação a mais quente do ano[12].

O município de Caracol é ainda conhecido pelos seus críticos níveis de umidade do ar, quando na primavera podem alcançar valores abaixo de 15%, índice bem menor que os 60% considerados ideais pela Organização Mundial da Saúde (OMS)[13].

Se por um lado Caracol marca pela baixa umidade do ar, por outro oferece temperaturas bem mais amenas do que os municípios circunvizinhos. A temperatura média é de 25,5°C. Em função da altitude e da acidentada geografia local o município costuma apresentar grandes amplitudes térmicas, em um dia de inverno, por exemplo, os termômetros podem superar os 17°C de mínima e 32°C de máxima[12].

Média mensal de temperatura
Ja Fe Ma Ab Ma Ju Ju Ag Se Ou No De
Máx. (°C) 32 32 32 32 32 32 32 33 34 34 33 32
Mín. (°C) 20 20 20 19 18 17 17 18 19 20 20 20
Chuva (mm) 142 124 144 96 10 2 0 1 7 49 112 131

Vegetação[editar | editar código-fonte]

Flor de pequi, árvore típica do cerrado brasileiro.

A região de Caracol é localizada sobre as formações rochosas de latossolos presentes em quase toda a extensão da fronteira entre o Piauí e Bahia. A Serra Dois Irmão, que define os limites territoriais e as bacias dos rios Parnaíba e São Francisco entre os estados, é um conjunto geológico pertencente ao planalto central/cristalino[9].

A vegetação é tipicamente de caatinga com manchas de campos cerrado e cerradões. Apesar de bastante ameaçadas e rara, a mata ciliar presente nas nascentes e margens do Rio Piauí ainda detém trechos de Mata Atlântica. Apesar do Piauí hoje ocupar o 2º lugar no ranking nacional de desmatamento da Mata Atlântica, o município de Caracol ocupa a 5ª posição em relação aos municípios mais conservados do país. Além de Caracol, o Piauí possui mais três municípios entre os cinco melhores colocados[14].

Nesse panorama, o Parque Nacional da Serra das Confusões caracteriza a grande diversidade vegetal presente na região, além de guardar ao longo de sua extensão uma diversidade de parques arqueológicos com litogravuras.

Principais Distâncias[editar | editar código-fonte]

Política[editar | editar código-fonte]

Após o prefeito Isael Macedo ser condenado por uso da logomarca da prefeitura durante as eleições de 2008, houve uma eleição suplementar pelo TSE realizada em 13 de novembro de 2011, sendo eleito Nilson Fonseca de Miranda (PT), com 3.096 votos [15]

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010. 
  3. «Estimativa populacional 2014 IBGE». Estimativa populacional 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2014. Consultado em 29 de agosto de 2014. 
  4. Aderson Soares de Andrade Júnior; Edson Alves Bastos; Alexandre Hugo Cezar Barros; Clescy Oliveira da Silva; Adriano Alex Nascimento Gomes (2004). Classificação climática do Estado do Piauí (PDF) (Tese). Embrapa Meio-Norte. Consultado em 13 de maio de 2014. 
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  6. «Índice de Gini no Piauí». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Consultado em 23 de outubro de 2016. 
  7. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 
  8. a b «IBGE - Cidades». www.cidades.ibge.gov.br. Consultado em 2016-10-23. 
  9. a b «Diagnóstico geológico de Caracol» (PDF). Ministério de Minas e Energia. 2004. Consultado em 23 de outubro de 2016. 
  10. «Legislação do Estado do Piaui». legislacao.pi.gov.br. Consultado em 2016-10-23. 
  11. «Análise socioeconômica de Caracol» (PDF). Governo do Piauí. 2010. Consultado em 23 de outubro de 2016. 
  12. a b «Clima: Caracol - Gráfico climático, Gráfico de temperatura, Tabela climática - Climate-Data.org». pt.climate-data.org. Consultado em 2016-10-23. 
  13. (2016-09-07) "Caracol no PI atinge o menor índice de umidade relativa do ar do país" (em pt-BR). Piauí.
  14. "Cidades do Piauí e de Minas Gerais lideram desmatamento na Mata Atlântica - Notícias - Meio Ambiente" (em pt-BR). Meio Ambiente.
  15. «Totalização TSE» (PDF). TRE-PI.jus.br. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Piauí é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.