Carl Edwards

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2017).
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Carl Edwards
Carl Edwards at the Daytona 500 (cropped).JPG
Informações pessoais
Nome completo Carl Michael Edwards II
Nacionalidade norte-americano
Nascimento 15 de agosto de 1979 (40 anos)
Columbia, Missouri
Registros na NASCAR Sprint Cup
Temporadas 2004-2016
Equipes nº19 (Joe Gibbs Racing)
Corridas 435
Títulos 0
Vitórias 28
Top 10 202
Pole positions 16
Primeira corrida 2004 GFS Marketplace 400 (Michigan)
Primeira vitória 2005 Golden Corral 500 (Atlanta)
Última vitória 2016 AAA 500 (Texas)
Última corrida Ford EcoBoost 400 2016
Registros na NASCAR Xfinity Series
Corridas 245
Títulos 1 - (2007)
Vitórias 38
Top 10 174
Pole positions 27
Primeira corrida 2002 Charter Pipeline 250 (Gateway)
Primeira vitória 2005 Aaron's 312 (Atlanta)
Última vitória 2012 Zippo 200 (Watkins Glen)
Última corrida 2012 Zippo 200 (Watkins Glen)
Registros na NASCAR
Camping Truck Series
Temporadas 2002-2004, 2006-2007
Corridas 60
Títulos 0
Vitórias 6
Top 10 35
Pole positions 4
Primeira corrida 2002 O'Reilly Auto Parts 200 (Memphis)
Primeira vitória 2003 Built Ford Tough 225 (Kentucky)
Última vitória 2004 O'Reilly 200 (Bristol)
Última corrida 2007 San Bernardino County 200 (California)

Carl Edwards (Columbia, Missouri, 15 de Agosto de 1979) é um piloto de automobilismo estadunidense aposentado que correu na NASCAR.

Competiu na NASCAR Cup Series entre 2004 e 2016, obtendo 28 vitórias e 124 top 5 em 445 corridas, destacando-se as 600 Milhas de Charlotte 2015 e as Southern 500 de Darlington de 2015 e suas quatro vitórias em Bristol e Texas. Foi vice-campeão do campeonato em 2008 e 2011, terceiro em 2005 e quarto em 2010 e 2016. Dirigiu um Ford da equipe Roush Fenway desde sua estreia em 2004 até 2014, e logo, um Toyota do Joe Gibbs em 2015 e 2016.

Edwards costumou festejar suas vitórias dando um salto mortal para atrás desde o teto de seu automóvel, um estilo de celebracão que tomou do piloto de automóveis sprint Tyler Walker.[1]

Carreira Desportiva[editar | editar código-fonte]

Carro de Carl Edwards na NASCAR Cup Series em 2013.

Carl Edwards estreou na NASCAR em sete provas com um Ford da equipe pequena chamada MB Motorsports na Craftsman Truck Series em 2002. Conseguiu uma oitava posicão em Kansas, sendo o primeiro top 10 da equipe.

O piloto impressionou Jack Roush que o contratou para pilotar uma temporada inteira pela sua equipe no ano seguinte na Truck Series. Venceu três provas e obteve 13 top 5, terminando em 8° no campeonato. Repetiu o mesmo número de vitórias no ano seguinte, mas terminando melhor, em 4°.

Nesse mesmo ano de 2004 participou de treze provas pela NASCAR Cup Series substituindo Jeff Burton no carro #99. Obteve um terceiro lugar e cinco top 10.

Para 2005 Edwards ganhou a chance de disputar a temporada inteira pela Busch Series e pela NASCAR Cup Series com a equipe Roush. Sua primeira vitória pela "segunda divisão" da NASCAR ocorreu no Atlanta Motor Speedway. Já pela Nextel Cup venceu pela primeira vez 1 dia após sua vitória pela Busch no mesmo circuito de Atlanta tornando-se o primeiro piloto a vencer duas vezes em Atlanta no mesmo fim de semana e também o primeiro a conquistar a primeira vitória nas duas categorias no mesmo fim de semana.

Carl Edwards mostrou muita força ao vencer mais 3 provas pela Nextel Cup em 2005 classificando facilmente para os playoffs e lutando pelo título até a última prova concluindo com um total de 13 chegadas entre os primeiros cinco lugares e ficando com a terceira posicão do campeonato, atras do seu companheiro Greg Biffle e Tony Stewart. No ano seguinte, Edward nao obteve nenhuma vitoria e nao classificou-se aos playoffs, ficando decimo segundo no campeonato da NASCAR Cup com 10 top 5.

Em 2008 fez uma belíssima temporada pela NASCAR Cup Series, vencendo 9 corridas em Auto Club, Las Vegas, Texas, Pocono, Michigan, Bristol, Atlanta, Texas 2 e a final em Homestead, mas apesar da temporada brilhante Edwards acabou sucumbindo diante de Jimmie Johnson que fez uma campanha nos playoffs mais consistente. Foi o primeiro vice campeonato para o missuriano.

Edwards só obteve sete top 5 na temporada de 2009, ficando 11º nos playoffs. No ano seguinte, venceu em dois corridas e chegou nove vezes entre os primeiros cinco, concluindo quarto no campeonato.

Nesses dois anos, Edwards manteve uma forte rivalidade com Brad Keselowski. Na Aaron's 499 de Talladega 2009, Edwards vinha empurrado por Brad Keselowski nos últimos metros da corrida. No entanto, Edwards fechou a Keselowski e este último se manteve em sua linha para não baixar da dupla linha amarela do ovalo. Ambos autos entraram em contacto fazendo que Edwards perdesse o controle e depois foi impactado por Ryan Newman, fazendo que seu carro voar até impactar para as grades de proteção. Oito espectadores lesionaram-se, mas o piloto ficou intacto e trotou até a linha da meta.

No ano seguinte, numa corrida em Atlanta pela NASCAR Cup, Edwards tocou deliberadamente Keselowski, fazendo este ultimo voar e impatar o muro com seu teto do automovel; Edwards foi desclassificado da corrida por esse acidente. Logo, numa corrida em Gateway (desta vez pela NASCAR Nationwide), os dois pilotos lutaram pela vitoria; na ultima volta Keselowski tocou Edwards, no entanto não perderam o controle do seus automoveis. Mas, saindo da ultima curva, Edwards tocou Keselowski, fazendo que ele perde o controle, enquanto Edwards ganhou a corrida (apesar que depois da corrida perdeu 60 pontos no campeonato da NASCAR Nationwide como punição).

Em 2011, Carl Edwards obteve só uma vitoria em Las Vegas no campeonato da NASCAR Cup Series. Mas, conseguiu 19 top 5 e terminou empatado em pontos com Tony Stewart, no entanto nos critérios de desempate, como Tony tinha 5 vitórias e Carl apenas uma, Tony foi declarado campeão daquele ano e Carl Edwards ficou com o vice mais uma vez. Edwards não pôde obter bons resultados em 2012, não conseguindo vitorias e ficando 15º no campeonato com três top 5, sem classificar aos playoffs.

Edwards voltou aos playoffs em 2013, conseguindo dois vitorias e nove top 5 na temporada, ficando 13º no campeonato. No ano seguinte, obteve dois vitórias e dois top 5, concluindo nono no campeonato, chegando até a terceira ronda dos playoffs.

Em 2015, Carl Edwards saiu da equipe de Jack Roush por onde correu em toda sua carreira até então, e se mudou para a Joe Gibbs Racing, em um novo quarto carro, o Toyota numero 19, e conseguiu vitórias nas 600 Milhas de Charlotte e a Southern 50 e sete top 5 no seu ano inicial pela nova equipe. Foi eliminado na terceira ronda dos playoffs, concluindo quinto no campeonato.

Em 2016, Carl Edwards conseguiu 3 vitórias, 2 de forma consecutiva, em Richmond (Toyota Owners 400), Bristol (Food City 500) e no Texas (AAA 500), Edwards conseguiu chegar ao championship 4, junto com Kyle Busch, Jimmie Johnson e Joey Logano, Carl se manteve mais do que a metade da prova na frente dos outros pilotos que estavam brigando pelo título, com 10 voltas para o final foi acionada uma bandeira amarela, na relargada Logano fechou a ''porta'' para o Edwards, que nao tirou o pé do acelerador e bateu forte no muro, dando adeus ao titulo. Ficou quarto no campeonato com um total de nove chegadas entre os primeiros cinco.

No dia 11 de Janeiro de 2017 Carl Edwards anunciou a sua aposentadoria do esporte.[2][3]

Desde 2005 até 2012, Edwards somou 38 vitórias e 130 top 5 na NASCAR Xfinity Series. Foi campeão da categoria em 2007, vicecampeão em 2006, 2008, 2009 e 2010, e terceiro em 2005. No entanto, em 2011 um novo regulamento evitava que os pilotos pontuar nos tres campeonatos nacionais da NASCAR, só podiam somar pontos num. Apesar de somar pontos na NASCAR Cup Series, Edwards obteve oito vitórias e 23 top 5 nesse ano na Nationwide Series, mais que nenhum outro piloto, ajudando Roush Fenway ganhar o campeonato de proprietários.[4]

Edwards ganhou o Prelude to the Dream 2007, uma corrida disputada no ovalo de terra de Eldora Speedway para ajudar organizações de caridade. Em 2008 e 2010, representou a Estados Unidos na Corrida dos Campeões; na edição 2008 venceu Jaime Alguersuari e Michael Schumacher, no entanto foi eliminado em semifinais por David Coulthard. Em 2009 disputou a corrida de Montreal da Grand-Am Rolex Sports Car Séries num Dallara-Ford da equipe Doran, mas não pôde largar ao chocar durante as voltas prévias.

Principais Vitórias[editar | editar código-fonte]

NASCAR - Sprint Cup[editar | editar código-fonte]

NASCAR - Xfinity Series[editar | editar código-fonte]

  • 2009 - Milwaukee, Indianapolis Raceway Park, Montreal, Richmond e Phoenix
  • 2011 - Texas, Nashville (x2), Dover (x2), Michigan, Atlanta e Charlotte

NASCAR - Camping World Truck Series[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Edwards gets high marks for his post-victory backflip, ESPN, David Newton 7 de Março de 2008
  2. Jensen, Tom (10 de janeiro de 2017). «Exclusive: Carl Edwards won't race in 2017». Fox Sports. Consultado em 10 de Janeiro de 2017 
  3. Gluck, Jeff (11 de Janeiro de 2017). «Satisfied Carl Edwards wants his health intact, more time with family». USA Today. Consultado em 11 de Janeiro de 2017 
  4. NASCAR Nationwide Series Owners Championship after Homestead, Jayski

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Carl Edwards