Tony Stewart

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tony Stewart
TSM350 - 2015 - Tony Stewart - 1 - Stierch.jpg
Informações pessoais
Nacionalidade Estados Unidos norte-americano
Nascimento 20 de maio de 1971 (45 anos)
Columbus, Indiana
Registros na IndyCar Series
Temporadas 1996-1999, 2001
Corridas 26
Títulos 1 - (1996-97)
Vitórias 3
Podios 7
Pole positions 8
Primeira corrida Estados Unidos 1996 Indy 200 at Walt Disney World (Disney)
Última corrida Estados Unidos 2001 Indianapolis 500 (Indy)
Registros na NASCAR Sprint Cup
Temporadas 1999-presente
Equipes nº14 (Stewart-Haas Racing)
Corridas 590
Títulos 3 - (2002, 2005, 2011)
Vitórias 48
Top 10 300
Pole positions 15
Primeira corrida 1999 Daytona 500 (Daytona)
Registros na NASCAR Xfinity Series
Corridas 94
Títulos 0
Vitórias 11
Top 10 41
Pole positions 6
Primeira corrida 1996 Goody's Headache Powder 300 (Daytona)
Última corrida 2013 [PowerShares QQQ 300
Registros na NASCAR
Camping Truck Series
Temporadas 1996, 2002-2005
Corridas 6
Títulos 0
Vitórias 2
Top 10 5
Pole positions 0
Primeira corrida 1996 Cummins 200 (IRP)
Última corrida 2005 MBNA RacePoints 200 (Dover)

Anthony Wayne Stewart, mais conhecido como Tony Stewart (Columbus, 20 de maio de 1971) é um piloto de automóvel estadunidense.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Tony começou sua carreira no kart sendo campeão mundial em 1987. Em 1991 passou a correr pela United States Auto Club (USAC) sendo o novato do ano, conquistou o título da National Midget series em 1994. No ano seguinte se tornou o primeiro piloto a vencer as 3 principais divisões no mesmo ano do USAC (National Midget, Sprint e Silver Crown).

Indy Racing League[editar | editar código-fonte]

Tony Stewart participou do primeiro campeonato da Indy Racing League em 1996 sendo o 8° colocado ao final da temporada de apenas 3 etapas. Seu grande feito na temporada foi a pole nas 500 milhas de Indianápolis mas após liderar 44 voltas teve seu motor estourado.

Em 1997 Tony teve um início ruim na temporada que havia aumentado para 10 provas, porém se recuperou a tempo de conquistar o título em cima do inglês Davey Hamilton. Venceu uma prova naquele ano em Pikes Peak e terminou em 5° em Indianápolis.

1998 foi o último ano como piloto regular da IRL, venceu 2 corridas mas terminou em 3° no campeonato.

NASCAR[editar | editar código-fonte]

Star Ouro.gif

CAMPEÃO DA NASCAR

SPRINT CUP
2002-2005-2011

Durante as temporadas da IRL, Tony Stewart também realizava corridas pela Busch Series e pela Craftsman Truck Series. Em 1997 assinou um contrato para correr pela equipe Joe Gibbs Racing.

Em 1999 passou a ser um piloto regular da Winston Cup pela equipe de Joe Gibbs.

Iniciou a temporada qualificando seu carro #20 na segunda posição na primeira prova da temporada, as 500 milhas de Daytona (Daytona 500). Venceu 3 provas no ano e se tornou o novato do ano e foi dono de um recorde com a melhor colocação de um estreante durante a era moderna da NASCAR (desde 1972) terminando em 4° no campeonato.

2000 foi o ano mais vitorioso nas pistas com 6 vitórias, mas terminando apenas na 6° posição e vendo seu companheiro de equipe Bobby Labonte sendo o campeão. Em 2001 foi o vice-campeão da temporada perdendo o título para Jeff Gordon, venceu 3 provas no ano.

O primeiro título da NASCAR para Tony Stewart veio em 2002 com 3 vitórias na temporada.

Tony tentou em 2 anos correr as 1,100 milhas disputadas no mesmo dia em Indianápolis (500 milhas) durante a tarde e Charlotte (600 milhas) durante a noite.

A temporada de 2005 mostrou que ele viria para um bom ano após liderar o maior número de voltas na primeira prova do campeonato, a Daytona 500, mas caindo para 7° na últimas voltas. Após um péssimo resultado na Subway Fresh 500 em Phoenix, Tony foi jogado para 14° no campeonato, sua posição mais baixa de todo o ano.

Sua recuperação aconteceu na 9° prova do campeonato na primeira prova do Talladega Superspeedway, a Aaron's 499 chegando em 2°, com bons resultados até vencer na primeira prova de circuito misto da temporada, após essa vitória ocorreram mais 4 nas 6 provas seguintes jogando Stewart a liderança do campeonato após vencer na Brickyard 400.

Terminando na primeira colocação após as 26 prova iniciais, classificou na primeira posição para os play-offs onde mesmo sem vencer nas 10 provas restantes, manteve na liderança em 9 delas conquistando o título com uma folga de 35 pontos para Greg Biffle e Carl Edwards.

Em 2006, após 30 corridas, Stewart não conseguiu se qualificar para o Chase for the Nextel Cup . Apesar disso, venceu três provas: A DirecTV 500 em Martinsville, a Pepsi 400 em Daytona e a Banquet 400, esta já durante o Chase for the Nextel Cup, no Kansas.

A morte de Kevin Ward Jr.[editar | editar código-fonte]

No dia 9 de agosto de 2014, Tony Stewart participava de uma corrida no circuito de Canandaigua Motorsports Park, quando ele acabou fechando Kevin Ward Jr., de 20 anos de idade. O jovem piloto foi reclamar com Stewart, que acabou o atropelando. O piloto de 20 anos morreu na hora.

Principais vitórias[editar | editar código-fonte]

Indy Racing League[editar | editar código-fonte]

NASCAR - Nextel Cup[editar | editar código-fonte]

NASCAR - Busch Series[editar | editar código-fonte]

NASCAR - Craftsman Truck Series[editar | editar código-fonte]

International Race of Champions[editar | editar código-fonte]