Temporada da IndyCar Series de 2016

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Temporada da IndyCar Series de 2016
Temporada
Corridas 16
Início 13 de março
Encerramento 18 de setembro
País(es) Estados Unidos Canadá
Pilotos
Campeão França Simon Pagenaud
Equipe Team Penske
Rookie do ano Estados Unidos Alexander Rossi
Mais popular Estados Unidos Bryan Clauson
Vencedor das
500 Milhas de Indianápolis
Estados Unidos Alexander Rossi
Cronologia da IndyCar Series
IndyCar Series 2015
IndyCar Series 2017
Motorsport current event.svg Temporada 2017

A temporada da Verizon IndyCar Series de 2016 foi a vigésima-primeira temporada da categoria. Disputada entre 13 de março e 18 de setembro, com destaque para a centésima edição das 500 Milhas de Indianápolis. Teve como campeão o francês Simon Pagenaud, da Penske.

Outro destaque foi a inclusão dos circuitos de Phoenix e Elkhart Lake, que voltaram a sediar provas da categoria depois de um longo período de ausência, substituindo as provas de Nova Orleans e Fontana. O Grande Prêmio de Boston, que seria disputado em 4 de setembro, foi cancelado após a relação entre os organizadores da prova e as autoridades políticas da cidade ficar "insustentável".[1] Para seu lugar, a Indy escolheu o circuito de Watkins Glen, que voltou a receber provas da categoria após 6 anos de ausência.[2]

Calendário[editar | editar código-fonte]

Prova Nome da corrida Circuito Local Data
1 Estados Unidos Firestone Grand Prix of St. Petersburg Ruas de St. Petersburg St. Petersburg, Flórida 13 de março
2 Estados Unidos Phoenix Grand Prix 250 Phoenix International Raceway Avondale, Arizona 2 de abril
3 Estados Unidos Toyota Grand Prix of Long Beach Ruas de Long Beach Long Beach, Califórnia 17 de abril
4 Estados Unidos Honda Indy Grand Prix of Alabama Barber Motorsports Park Birmingham, Alabama 24 de abril
5 Estados Unidos Angie's List Grand Prix of Indianapolis Indianapolis Motor Speedway (trecho misto) Speedway, Indiana 14 de maio
6 Estados Unidos 100th Indianapolis 500 Indianapolis Motor Speedway Speedway, Indiana 29 de maio
7 Estados Unidos Chevrolet Indy Dual in Detroit (1) Belle Isle Park Detroit, Michigan 4 de junho
8 Estados Unidos Chevrolet Indy Dual in Detroit (2) Belle Isle Park Detroit, Michigan 5 de junho
9 Estados Unidos Firestone 600 Texas Motor Speedway Fort Worth, Texas 12 de junho127 de agosto[3]
10 Estados Unidos Grand Prix of Road America Road America[4] Elkhart Lake, Wisconsin 26 de junho
11 Estados Unidos Iowa Corn Indy 300 Iowa Speedway Newton, Iowa 10 de julho
12 Canadá Honda Indy Toronto Exhibition Place Toronto, Ontário 17 de julho
13 Estados Unidos Honda Indy 200 Mid-Ohio Sports Car Course Lexington, Ohio 31 de julho
14 Estados Unidos Pocono IndyCar 500 fueled by Sunoco Pocono Raceway Long Pond, Pensilvânia 21 de agosto
15 Estados Unidos GP de Watkins Glen Watkins Glen International Watkins Glen, Nova Iorque 4 de setembro
16 Estados Unidos GoPro Grand Prix of Sonoma Sonoma Raceway Sonoma, Califórnia 18 de setembro
  •   Circuitos ovais
  •   Circuitos de rua temporários
  •   Circuitos mistos permanentes

↑1 Devido às chuvas que afetaram a região de Fort Worth, o GP do Texas foi transferido para o dia 12 de junho, uma vez que o asfalto do circuito não secou em tempo hábil.[5] Na volta 71, a chuva voltou a cair, forçando a Indy a adiar novamente a prova, desta vez para 27 de agosto, 6 dias após o GP de Pocono.

Equipes e pilotos[editar | editar código-fonte]

Equipe Motor No. Piloto (s) Etapa (s)
A. J. Foyt Enterprises Honda 14 Japão Takuma Sato[6] Todas
35 Canadá Alex Tagliani[7] 5–6
41 Reino Unido Jack Hawksworth[6] Todas
Andretti Autosport Honda 26 Colômbia Carlos Muñoz[8] Todas
27 Estados Unidos Marco Andretti Todas
28 Estados Unidos Ryan Hunter-Reay Todas
29 Estados Unidos Townsend Bell[9] 6
Andretti-Herta Autosport with CURB/Agajanian[10] 98 Estados Unidos Alexander Rossi (R)[11] Todas
Ed Carpenter Racing[12] Chevrolet 6 Estados Unidos J. R. Hildebrand[13] 5–6
20 Estados Unidos Ed Carpenter 2, 6, 9, 11, 14
Estados Unidos Spencer Pigot[14] 7–8, 10, 12–13, 15–16
21 Estados Unidos Josef Newgarden Todas
Chip Ganassi Racing Chevrolet 8 Reino Unido Max Chilton (R)[15] Todas
9 Nova Zelândia Scott Dixon Todas
10 Brasil Tony Kanaan Todas
42 [16] Estados Unidos Charlie Kimball 6
83 1-5, 7-15
Dale Coyne Racing Honda 18 Estados Unidos Conor Daly (R)[17][18] 1-12, 14-16
88[19][20] 13
19 Itália Luca Filippi 1-4, 11[21]
Colômbia Gabby Chaves[22] 5-10, 14
Estados Unidos RC Enerson (R)[23] 12, 15-16
Reino Unido Pippa Mann 13
63[24] 6
Dreyer & Reinbold Racing Honda 24 Estados Unidos Sage Karam[25] 6
Jonathan Byrd's Racing Chevrolet 88 Estados Unidos Bryan Clauson 6
KVSH Racing Chevrolet 11 França Sébastien Bourdais[26] Todas
25 Reino Unido Stefan Wilson (R)[27] 6
PIRTEK Team Murray Chevrolet 61 Austrália Matthew Brabham (R)[28][29] 5–6
Lazier Burns Racing Chevrolet 4 Estados Unidos Buddy Lazier 6
Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 15 Estados Unidos Graham Rahal Todas
16 Estados Unidos Spencer Pigot (R)[30][31] 1, 5–6
Schmidt Peterson Motorsports Honda 5 Canadá James Hinchcliffe Todas
7 Rússia Mikhail Aleshin[32][33] Todas
77 Espanha Oriol Servià[34] 6
Team Penske Chevrolet 2 Colômbia Juan Pablo Montoya Todas
3 Brasil Hélio Castroneves Todas
12 Espanha Oriol Servià[35] 1
Austrália Will Power 2–16
22 França Simon Pagenaud Todas

Notas[editar | editar código-fonte]

  • Bryan Clauson, que disputara 2 edições das 500 Milhas de Indianápolis (2012 e 2015), foi novamente inscrito para tentar a classificação em um carro da Jonathan Byrd's Racing. Especulava-se uma segunda participação do norte-americano em circuito oval, mas as negociações não seguiram em frente.
  • Mikhail Aleshin volta à assumir uma vaga de titular na categoria pela Schmidt Peterson Motorsports, a mesma equipe onde havia corrido em 2014, até sofrer um grave acidente que o afastou dos monopostos - ainda disputou a etapa de Sonoma em 2015, com o carro #77.
  • A equipe Rahal Letterman Lanigan Racing escalou o jovem norte-americano Spencer Pigot para a etapa de St. Petersburg e as 2 corridas de Indianápolis (misto e 500 Milhas).
  • Ryan Hunter-Reay, Carlos Muñoz e Marco Andretti renovaram seus vínculos com a Andretti Autosport até a temporada de 2017.
  • Katherine Legge, que disputou provas da Indy até 2013, chegou a se inscrever para tentar a classificação às 500 Milhas de Indianápolis com a equipe Grace Autosport, primeira escuderia formada exclusivamente por mulheres na história do automobilismo. Porém, a inglesa desistiu de participar da prova.
  • Ex-F1 e Indy Lights, o inglês Max Chilton fará sua estreia na categoria em 2016 na Chip Ganassi Racing, substituindo Sage Karam no carro #8 e terá como companheiros de equipe Scott Dixon, Tony Kanaan e Charlie Kimball.
  • Para as etapas de Indianápolis, o australiano Matthew Brabham (neto do tricampeão de Fórmula 1 Jack Brabham) representará a equipe PIRTEK Team Murray, que terá suporte da KVSH Racing.
  • A equipe Ed Carpenter Racing adotará novamente um rodízio entre seus pilotos: Josef Newgarden pilotará nas corridas em circuitos mistos e de rua, enquanto que Ed Carpenter, que novamente acumulará funções de piloto e chefe de equipe, correrá nas etapas em circuito oval.
  • James Hinchcliffe, recuperado do grave acidente que sofrera em Indianápolis (foi substituído por Ryan Briscoe e Conor Daly em sistema de rodízio), volta à ativa pela Schmidt Peterson Motorsports, depois de passar o restante do campeonato em recuperação das lesões que sofrera nos treinos para a Indy 500.
  • Conor Daly, que revezou o carro da Schmidt Peterson com o australiano Ryan Briscoe durante a ausência de Hinchcliffe, assinou com a Dale Coyne para a temporada 2016, disputando seu primeiro campeonato em tempo integral. Pippa Mann tentará a quarta classificação seguida às 500 Milhas de Indianápolis representando a equipe.
  • A KV Racing Technology utilizará apenas um carro na temporada, pilotado por Sébastien Bourdais. O monegasco Stefano Coletti não teve o contrato renovado.
  • Sage Karam, dispensado da Ganassi por falta de patrocínios, volta à Indy pela Dreyer & Reinbold Racing. O acordo é válido apenas para as 500 Milhas de Indianápolis.
  • O canadense Alex Tagliani inscreveu-se novamente para disputar as 500 Milhas de Indianápolis pela equipe Foyt, além da prova no traçado misto.
  • Em sua nona participação nas 500 Milhas, Townsend Bell assinou com a equipe Andretti Autosport para disputar a corrida.
  • Oriol Servià, que disputou o GP de St. Petersburg no lugar de Will Power, assinou com a Schmidt Peterson para tentar a classificação às 500 Milhas de Indianápolis.
  • Stefan Wilson, irmão mais novo de Justin Wilson, volta à Indy pela KVSH Racing, apenas para tentar uma vaga no grid da Indy 500.
  • Gabby Chaves, que perdeu a vaga na Bryan Herta Autosport com a fusão da equipe com a Andretti Autosport, volta à Indy no lugar de Luca Filippi na Dale Coyne Racing. Inicialmente, o colombiano disputaria somente as corridas em Indianápolis, porém correu outras 2 provas. Além de Chaves, que disputaria ainda o GP do Texas, o #19 teve, ainda, a presença de RC Enerson (ex-Indy Lights) em 3 etapas.

Resultados[editar | editar código-fonte]

Etapa Corrida Pole position Volta mais rápida Líder por mais voltas Vencedor Detalhes
Piloto Equipe Motor
1 Estados Unidos St. Petersburg França Simon Pagenaud1[36] Estados Unidos Josef Newgarden França Simon Pagenaud Colômbia Juan Pablo Montoya Team Penske Chevrolet Detalhes
2 Estados Unidos Phoenix Grand Prix 250 Brasil Hélio Castroneves Brasil Tony Kanaan Nova Zelândia Scott Dixon Nova Zelândia Scott Dixon Chip Ganassi Racing Chevrolet Detalhes
3 Estados Unidos Long Beach Brasil Hélio Castroneves Estados Unidos Charlie Kimball Brasil Hélio Castroneves França Simon Pagenaud Team Penske Chevrolet Detalhes
4 Estados Unidos Birmingham França Simon Pagenaud Nova Zelândia Scott Dixon França Simon Pagenaud França Simon Pagenaud Team Penske Chevrolet Detalhes
5 Estados Unidos Indianapolis GP França Simon Pagenaud Estados Unidos Alexander Rossi França Simon Pagenaud França Simon Pagenaud Team Penske Chevrolet Detalhes
6 Estados Unidos Indianapolis 500 Canadá James Hinchcliffe Estados Unidos Alexander Rossi Estados Unidos Ryan Hunter-Reay Estados Unidos Alexander Rossi Andretti-Herta Honda Detalhes
7 Estados Unidos Detroit 1 França Simon Pagenaud Nova Zelândia Scott Dixon França Simon Pagenaud França Sébastien Bourdais KVSH Racing Chevrolet Detalhes
8 Estados Unidos Detroit 2 França Simon Pagenaud Estados Unidos Josef Newgarden França Simon Pagenaud Austrália Will Power Team Penske Chevrolet
9 Estados Unidos Texas Colômbia Carlos Muñoz Nova Zelândia Scott Dixon Canadá James Hinchcliffe Estados Unidos Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Honda
10 Estados Unidos Road America Austrália Will Power Reino Unido Max Chilton Austrália Will Power Austrália Will Power Team Penske Chevrolet Detalhes
11 Estados Unidos Iowa França Simon Pagenaud Estados Unidos Josef Newgarden Estados Unidos Josef Newgarden Estados Unidos Josef Newgarden Ed Carpenter Racing Chevrolet Detalhes
12 Canadá Toronto Nova Zelândia Scott Dixon Brasil Hélio Castroneves Nova Zelândia Scott Dixon Austrália Will Power Team Penske Chevrolet Detalhes
13 Estados Unidos Mid-Ohio França Simon Pagenaud Austrália Will Power Rússia Mikhail Aleshin França Simon Pagenaud Team Penske Chevrolet Detalhes
14 Estados Unidos Pocono Rússia Mikhail Aleshin Austrália Will Power Rússia Mikhail Aleshin Austrália Will Power Team Penske Chevrolet
15 Estados Unidos Watkins Glen Nova Zelândia Scott Dixon Brasil Tony Kanaan Nova Zelândia Scott Dixon Nova Zelândia Scott Dixon Chip Ganassi Racing Chevrolet
16 Estados Unidos Sonoma França Simon Pagenaud Brasil Tony Kanaan França Simon Pagenaud França Simon Pagenaud Team Penske Chevrolet

↑1 Will Power havia feito a pole-position para o GP de St. Petersburg, porém sua participação foi barrada pelos médicos, que suspeitavam de uma concussão (imediatamente descartada), fazendo com que Pagenaud herdasse o primeiro lugar no grid. Oriol Servià, que havia sido escalado para o warm-up, disputou a prova no lugar do australiano.[36]

Classificação[editar | editar código-fonte]

Pos. Piloto STP PHX LBH ALA IGP INDY DET ROA IOW TOR MDO POC TEX WGL SNM Pts.
1 França Simon Pagenaud 2* 2 1 1* 1* 8 19 13* 2* 13 4 9 1 18 4 7 1* 655
2 Austrália Will Power DNS 3 7 4 19 6 10 20 1 1* 2 1 2 1 8 20 20 532
3 Nova Zelândia Scott Dixon 7 1* 2 10 7 13 8 19 5 22 3 8* 22 6 19 1* 17 477
4 Brasil Hélio Castroneves 4 11 3* 7 2 9 11 5 14 5 13 2 15 19 5 3 7 503
5 Estados Unidos Josef Newgarden 22 6 10 3 21 2 3 14 4 8 1* 22 10 4 22 2 6 502
6 Brasil Tony Kanaan 9 4 6 8 25 18 4 9 7 2 7 4 12 9 3 19 13 461
7 Estados Unidos Graham Rahal 16 5 15 2 4 26 14 4 11 3 16 13 4 11 1 21 2* 483
8 Colômbia Carlos Muñoz 8 22 12 14 12 5 2 6 15 10 12 17 3 7 7 11 15 432
9 Estados Unidos Charlie Kimball 10 12 11 9 5 16 5 8 16 6 10 11 8 15 6 6 9 433
10 Canadá James Hinchcliffe 19 18 8 6 3 1 7 18 21 14 9 3 5 10 2* 18 12 416
11 Estados Unidos Alexander Rossi (R) 12 14 20 15 10 11 1 10 12 15 6 16 14 20 11 8 5 430
12 França Sébastien Bourdais 21 8 9 16 24 19 9 1 8 18 8 7 20 5 10 5 10 404
13 Estados Unidos Ryan Hunter-Reay 3 10 18 11 9 3 24* 7 3 4 22 12 18 3 13 14 4 428
14 Colômbia Juan Pablo Montoya 1 9 4 5 8 17 33 3 20 7 20 20 11 8 9 13 3 433
15 Rússia Mikhail Aleshin 5 17 16 17 13 7 27 15 17 16 5 6 17* 2* 16 22 11 347
16 Estados Unidos Conor Daly (R) 13 16 13 20 6 24 29 2 6 21 21 15 6 16 21 4 21 313
17 Estados Unidos Marco Andretti 15 13 19 12 15 14 13 16 9 12 14 10 13 12 12 12 8 339
18 Japão Takuma Sato 6 15 5 13 18 12 26 11 10 17 11 5 9 22 20 17 14 320
19 Reino Unido Max Chilton (R) 17 7 14 21 14 22 15 21 22 20 19 18 16 13 15 10 16 267
20 Reino Unido Jack Hawksworth 11 19 21 19 20 31 16 22 19 11 15 21 21 14 17 16 18 229
21 Estados Unidos Spencer Pigot (R) 14 11 29 25 17 18 9 19 7 15 149
22 Colômbia Gabby Chaves 17 21 20 12 13 19 17 14 121
23 Estados Unidos J. R. Hildebrand 22 15 6 84
24 Espanha Oriol Servià 18 10 12 72
25 Estados Unidos Ed Carpenter 21 20 31 18 21 18 67
26 Itália Luca Filippi 20 20 17 18 14 61
27 Estados Unidos Townsend Bell 4 21 55
28 Reino Unido Pippa Mann 25 18 17 46
29 Austrália Matthew Brabham (R) 16 26 22 37
30 Canadá Alex Tagliani 23 33 17 35
31 Estados Unidos RC Enerson (R) 19 9 19 55
32 Estados Unidos Sage Karam 23 32 22
33 Estados Unidos Bryan Clauson 28 23 21
34 Reino Unido Stefan Wilson 30 28 14
35 Estados Unidos Buddy Lazier 32 30 12
Pos. Piloto STP PHX LBH ALA IGP INDY DET ROA IOW TOR MDO POC TEX WGL SNM Pts.
Cor Resultado
Ouro Vencedor
Prata 2º lugar
Bronze 3º lugar
Verde 4º–5º lugar
Azul-claro 6º–10º lugar
Azul-escuro Completou a corrida
(fora do Top 10)
Roxo Não completou a corrida
Vermelho Não se classificou
(DNQ)
Marrom Retirou-se da corrida
(Wth)
Preto Desclassificado
(DSQ)
Branco Não largou
(DNS)
Abandonou
(C)
Blank Não correu
Notas
Negrito Pole position
(1 ponto; exceto 500 Milhas)
Itálico Volta mais rápida
* Liderou mais voltas
(2 pontos)
DNS Classificado para a corrida
mas não largou (DNS),
ganharia a metade da pontuação
se largasse.
1 Treino cancelado
Sem pontuação-bônus
(RY) Rookie do ano
(R) Rookie

Referências

  1. «Etapa de Boston está cancelada». Autoracing. 30 de abril de 2016 
  2. «Depois de seis anos de ausência, Watkins Glen volta ao calendário da Indy no lugar do cancelado GP de Boston». Grande Prêmio. 13 de maio de 2016 
  3. «Etapa do Texas sofre adiamento incomum, e Indy realiza prova no último fim de semana de agosto». Grande Prêmio. 12 de junho de 2016 
  4. Dave Kallmann. «Road America will get IndyCar race in 2016». jsonline.com 
  5. «Asfalto não seca a tempo em parte da pista após tempestade e faz Indy adiar etapa do Texas para domingo». Grande Prêmio. 12 de junho de 2016 
  6. a b Klein, James (12 de dezembro de 2015). «Foyt retains Sato, Hawksworth for 2016». motorsport.com 
  7. «Pole em 2011, Tagliani fecha com Foyt e confirma participação nas 500 Milhas de Indianápolis pelo oitavo ano seguido». Grande Prêmio. 17 de março de 2016 
  8. «Andretti mantém trio principal e anuncia renovação de contrato de Muñoz para temporada 2016 da Indy». Grande Prêmio. 17 de novembro de 2015 
  9. «Andretti confirma acerto com Bell e completa quinteto para 100ª edição das 500 Milhas de Indianápolis». Grande Prêmio. 1 de abril de 2016 
  10. «Andretti une forças com Bryan Herta, garante quarto carro e torna incerto futuro de Chaves na Indy». Grande Prêmio. 18 de fevereiro de 2015 
  11. «Sem vaga na Manor na F1, Rossi muda foco para Indy e assina com Andretti para temporada 2016, diz site». Grande Prêmio. 23 de fevereiro de 2016 
  12. «INDYCAR: Carpenter, Fisher confirm split». Racer.com. Racer Media & Marketing, Inc. 28 de janeiro de 2016. Consultado em 30 de janeiro de 2016 
  13. «2º colocado na Indy 500 em 2011, Hildebrand assina com Carpenter para disputa de provas em Indianápolis». Grande Prêmio. 22 de março de 2016 
  14. «Campeão da Lights, Pigot é confirmado pela Carpenter para correr em circuitos mistos e de rua na Indy em 2016». Grande Prêmio. 2 de junho de 2016 
  15. «Chilton fecha contrato com Ganassi e sobe para Indy em 2016: "É quase como voltar à F1, mas por uma grande equipe"». Grande Prêmio. 1 de fevereiro de 2015 
  16. Olson, Jeff (15 de maio de 2016). «Charlie Kimball's car will change number». indystar.com. Gannett Company. Consultado em 16 de maio de 2016 
  17. http://www.motorsport.com/indycar/news/dale-coyne-signs-conor-daly-and-bryan-clauson/?utm_source=RSS&utm_medium=referral&utm_campaign=RSS-INDYCAR&utm_term=News&utm_content=www&utm_source=twitterfeed&utm_medium=twitter
  18. «Daly realiza sonho e anuncia acordo com Dale Coyne para disputar temporada completa da Indy em 2016». Grande Prêmio. 11 de dezembro de 2015 
  19. «Em homenagem da Dale Coyne, Daly corre com carro #88 e iniciais de Clauson nas 500 Milhas de Pocono». Grande Prêmio. 16 de agosto de 2016. Consultado em 16 de agosto de 2016 
  20. «Dale Coyne fala em "fortalecer lado financeiro" e recoloca Filippi na vaga de Chaves para GP de Toronto». Grande Prêmio. 12 de julho de 2016 
  21. «Dale Coyne surpreende, saca Filippi e coloca Chaves no carro #19 para corridas em Indianápolis». Grande Prêmio. 11 de maio de 2016 
  22. «Dale Coyne volta a mexer na escalação e coloca estreante Enerson ao lado de Daly na etapa de Mid-Ohio». Grande Prêmio. 21 de junho de 2016 
  23. «Pippa acerta com Dale Coyne e volta para quarta participação consecutiva nas 500 Milhas de Indianápolis». Grande Prêmio. 2 de maio de 2016 
  24. «Dreyer & Reinbold confirma retorno e anuncia acordo com Karam para edição 100 das 500 Milhas de Indianápolis». Grande Prêmio. 22 de janeiro de 2016 
  25. http://www.racer.com/indycar/item/124217-indycar-kv-considering-single-car-effort-in-2016
  26. «Irmão de Justin, Stefan Wilson acerta com KV e guia terceiro carro da equipe nas 500 Milhas de Indianápolis». Grande Prêmio. 26 de abril de 2016 
  27. «INDYCAR: Brabham secures Indy 500 drive». Racer. 3 de dezembro de 2015. Consultado em 3 de dezembro de 2015 
  28. «Para se tornar terceira geração da família, Matthew Brabham fecha acordo para correr provas em Indianápolis em 2016». Grande Prêmio. 4 de dezembro de 2015 
  29. http://www.indycar.com/News/2015/10/10-20-Pigot-gets-IndyCar-ride-with-Rahal
  30. «Campeão da Indy Lights em 2015, Pigot fecha com RLL para GP de São Petersburgo e corridas de Indianápolis». Grande Prêmio. 20 de outubro de 2015 
  31. http://www.racer.com/indycar/item/124389-indycar-aleshin-confirmed-at-schmidt
  32. «Após temporada de recuperação por acidente, Aleshin retoma posto de titular da Schmidt Peterson para 2016». Grande Prêmio. 9 de dezembro de 2015 
  33. «Schmidt Peterson confirma Servià em terceiro carro para edição 100 das 500 Milhas de Indianápolis». Grande Prêmio. 23 de abril de 2015 
  34. DiZinno, Tony (13 de março de 2016). «Will Power ruled out of St. Pete; Oriol Servia to replace». NBCSports.com. Consultado em 13 de março de 2016 
  35. a b «Enjoo e vômitos tiram Power do GP de São Petersburgo. Pagenaud herda pole e Castroneves é 2º». Grande Prêmio. 13 de março de 2016 
Erro de citação: Elemento <ref> em <references> tem o atributo de grupo "N", que está em conflito com o de <references>.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]