Casper the Friendly Ghost

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura o filme de 1995, veja Casper (filme).
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Casper the Friendly Ghost
Nome original Casper the Friendly Ghost
Gasparzinho, o fantasma camarada (Brasil)
Sexo Masculino
Espécie Fantasma
Família Tios (Trio Assombrado)
Amigo(s) Luísa, a Boa Bruxinha
Criado por Seymour Reit
Joe Oriolo
Primeira aparição Revista em quadrinhos: The Friendly Ghost (1939)
Desenho animado: The Friendly Ghost (1945)
Editor(es) Harvey Comics, Tempo Books, Blackthorne, St. John Publications, Dark Horse, Ape Entertainment, Ardden Entertainment, Berkley Books
Projecto Banda desenhada  · Portal da Banda desenhada

Casper the Friendly Ghost (no Brasil, Gasparzinho o Fantasminha Camarada) é um personagem norte-americano de desenho animado e banda desenhada (história em quadrinhos), da editora Harvey Comics, voltado para o público infantil. Nas suas histórias surgiriam vários coadjuvantes de sucesso, como o Trio Assombrado (os tios malvados do fantasminha), o diabinho Hot Stuff the Little Devil (no Brasil, Brasinha), e a bruxinha Wendy (no Brasil, Luísa, a Boa Bruxinha). O principal desenhista dos quadrinhos de Gasparzinho foi Warren Kremer[1] .


Casper foi criada em 1939 por Seymour Reit e Joe Oriolo para um livro infantil,[2] em 16 de novembro de 1945, o Famous Studios lançou o curta-metragem The Friendly Ghost, primeira animação de Casper.[3]


Características[editar | editar código-fonte]

Gasparzinho é um fantasminha diferente dos outros, pois sempre vai em busca de novos amigos e não gosta de assustar ninguém, para inconformismo dos três tios malvados que moram com ele. Porém, os vivos que se aproximam dele, acabam achando que é um fantasma cheio de más intenções, mas não. Em várias situações, salva vidas e com isso é reconhecido como herói.

De acordo com o filme lançado em 1995, Gasparzinho foi um menino de 12 anos chamado Casper McFadden (interpretado em parte por Devon Sawa), que morreu de pneumonia após brincar até tarde no frio.

Histórias em quadrinhos[editar | editar código-fonte]

Estados Unidos[editar | editar código-fonte]

Esta é uma lista de títulos de revistas em quadrinhos que, nos Estados Unidos, apresentaram Gasparzinho como personagem principal (ou como co-personagem principal). Além delas, ele também apareceu emhistórias secundárias e fez participações especiais em muitos outros títulos da Harvey Comics: Little Audrey, Paramount Animated Comics, Spooky the Tuff Little Ghost, Wendy the Good Little Witch e The Ghostly Trio.

  • Casper
  • Casper Adventure Digest
  • Casper and…
  • Casper and Friends
  • Casper and Friends Magazine
  • Casper and Nightmare
  • Casper and Spooky
  • Casper and The Ghostly Trio
  • Casper and Spooky
  • Casper: A Spirited Beginning (adaptação do filme)
  • Casper Big Book
  • Casper Digest
  • Casper Digest Stories
  • Casper Digest Winners
  • Casper Enchanted Tales Digest
  • Casper Ghostland
  • Casper Giant Size
  • Casper Halloween Trick or Treat
  • Casper in Space
  • Casper in 3-D
  • Casper Magazine
  • Casper Movie Adaptation
  • Casper's Ghostland
  • Casper's Spaceship
  • Casper Special
  • Casper Strange Ghost Stories
  • Casper, the Friendly Ghost
  • Casper TV Showtime
  • Famous TV Funday Funnies
  • The Friendly Ghost, Casper
  • Harvey Two-Pack
  • Nightmare and Casper
  • Richie Rich and Casper
  • Richie Rich, Casper, and Wendy
  • TV Casper and Company
  • Casper and the Spectrals

Brasil[editar | editar código-fonte]

No Brasil, teve uma série de revistas em quadrinhos publicadas pela Editora O Cruzeiro na década de 1960 e outra pela Editora Vecchi, na década de 1970[4] . em 2010, a Devir Livraria lançou uma versão encadernada de luxo[1] , em agosto de 2012, volta a ter uma revista mensal pela Pixel Media, linha de histórias da Ediouro Publicações[5] .

Desenhos animados[editar | editar código-fonte]

Os desenhos do personagem foram produzidos pelo Famous Studios na década de 1940 e pela Harvey Films nos anos 1950 e exibidos pela Rede Record nos anos 1980, pela Globo no ano de 2004. Atualmente a emissora que exibe os desenhos clássicos do fantasminha é a Rede Brasil de Televisão. Foi dublado por Fernanda Bock e Nair Amorim.

Referências