Centro Cultural General San Martín

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Visão parcial do centro cultural
Sala de recepção

O Centro Cultural General San Martín é um centro cultural localizado em Buenos Aires, Argentina. Ele depende do governo da cidade e recebe diversos eventos culturais e artísticos. O teatro, na Avenida Corrientes, foi construído entre 1954 e 1960 e o centro cultural adjunto, projetado pelo arquiteto Mario Roberto Álvarez, foi construído entre 1962 e 1970.[1]

O centro recebeu a primeira sessão da Legislatura de Buenos Aires (e em seguida a investidura de autonomia da cidade, em 1996),[2] bem como a CONADEP (Comissão Nacional sobre o Desaparecimento de Pessoas, na sigla em espanhol) em 1984.[3]

O centro cultural recebeu seu nome em homenagem ao chamado "Pai da Pátria" argentina, general José de San Martín.

O edifício de 12 andares e 30,000 m2 conta com diferentes salas para workshops e cursos, o Núcleo Audiovisual Buenos Aires, com mais de de sete mil obras documentadas e as seguintes salas:

  • Sala Ernesto Bianco - 70 pessoas, danças
  • Sala Enrique Muino - 254 pessoas, artes cênicas
  • Sala A/B - 750 pessoas
  • Sala C - 200 pessoas
  • Sala D - 200 pessoas
  • Sala E - 200 pessoas
  • Sala F - 200 pessoas
  • Salón Madres de Plaza de Mayo, 150 pessoas, disponível para uso das Mães da Praça de Maio e outros.

Na entrada do edifício encontram-se o Plaza de las Américas e o Patio de Esculturas.

Referências

  1. Teatro general San Martín (em em espanhol). Portal oficial de turismo da cidade de Buenos Aires. Página visitada em 14 de março de 2009.
  2. 35 años del Centro Cultural General San Martín (em em espanhol). Clarín. Portal educ.ar (5 de maio de 2005). Página visitada em 14 de março de 2009.
  3. La CONADEP (em em espanhol) (15 de abril de 2008). Página visitada em 14 de março de 2009.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Centro Cultural General San Martín