Huemul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaHuemul
Huemul (Hippocamelus bisulcus)
Huemul (Hippocamelus bisulcus)
Estado de conservação
Espécie em perigo
Em perigo (IUCN 3.1) [1]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Artiodactyla
Família: Cervidae
Género: Hippocamelus
Espécie: H. bisulcus
Nome binomial
Hippocamelus bisulcus
Molina (1782)
Distribuição geográfica
Hippocamelus bisulcus distribution.svg

O huemul, güemul ou cervo sul andino, (Hippocamelus bisulcus), é um mamífero em perigo de extinção pertenecente à familia Cervidae que habita a Cordilheira dos Andes do Chile e Argentina. O huemul possui um corpo robusto e de patas curtas.

É um dos animais-símbolo do Chile, onde aparece em seu brasão.

Brasão Nacional atual do Chile

Esta espécie está confirmada como ameaçada devido a um declínio contínuo de fatores naturais e antropogênicos (por exemplo, perda de habitat, caça, caça furtiva e predação), redução (área de ocupação) e porque as populações restantes são pequenas e geralmente não andam em bando.As estimativas populacionais para esta espécie são de no mínimo 1.048 e no máximo de 1.500 (López et al. 1998, Povilitis 1983, Díaz e Smith-Flueck 2000). Densidades de 5-8,6 Huemul / km² foram relatadas em grupos bem estudados (Díaz e Smith-Flueck 2000, Frid 1999, Grosse 1949, Wensing 2005) e, com base no tamanho do corpo, espera-se que Huemul apareçam cerca de cinco veados por km² (Damuth 1987) em seu habitat privilegiado. A população é severamente fragmentada (Vila et al. 2006, López et al. 1998, Díaz e Smith-Flueck 2000, Vila et al. 2006). Atualmente,são 101 subpopulações reconhecidas, 60% são encontradas dentro de um grupo de no máximo 64 km² (frequentemente 10-20 indivíduos), 15% dos grupos são encontrados dentro de dois bandos de no máximo 128 km² (frequentemente 10-30 animais), e 8% das populações encontram-se dentro de áreas de apenas 192 km² (frequentemente 10-30 animais) (Povilitis 1998, 2003).

Referências

  1. Black-Decima, P.A., Corti, P., Díaz, N., Fernandez, R., Geist, V., Gill, R., Gizejewski, Z., Jiménez, J., Pastore, H., Saucedo, C. & Wittmer, H. (2016). Hippocamelus bisulcus (em Inglês). IUCN 2017. Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN de 2017 Versão 1. Página visitada em 13 de setembro de 2017.

2.Black-Decima, P.A., Corti, P., Díaz, N., Fernandez, R., Geist, V., Gill, R., Gizejewski, Z., Jiménez, J., Pastore, H., Saucedo, C. & Wittmer, H. Zanetti, E.S.Z., González, S. & McShea, W.J.,Zanetti, E.S.Z., González, S. & McShea, W.J.

Ícone de esboço Este artigo sobre artiodáctilos, integrado no Projeto Mamíferos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.