Gazella leptoceros

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaGazella leptoceros
Slender-horned gazelle (Cincinnati Zoo).jpg

Estado de conservação
Espécie em perigo
Em perigo [1]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Artiodactyla
Família: Bovidae
Subfamília: Antilopinae
Género: Gazella
Espécie: G. leptoceros
Nome binomial
Gazella leptoceros
(F. Cuvier, 1842)

Gazella leptoceros é o nome científico de uma gazela, um mamífero artiodáctilo da família dos bovídeos, uma espécie de antílope. Essa espécie ocorre pelo Saara a oeste do Rio Nilo, coincidindo com os ergs (regiões de dunas), embora rara na margem a sudeste e aparentemente ausente no complexos de dunas a oeste. Acredita-se que já esteve presente por todo o Saara até relativamente pouco tempo. Já desapareceu na maior parte do Deserto da Líbia no Egito. Sua distribuição está centrada nos ergs Grande Ocidental e Grande Oriental, estendendo de Hamada de Tinrhert na Argélia até Fezzan na Líbia. Também está presente nas bordas dos maciços de Ahaggar e Tassili n'Ajjer. Seus números tem apresentado grande queda devido à caça descontrolada e todas as populações são consideradas pequenas, chegando a um total de 250 indivíduos maduros baseado em dados esparsos.[1]

É a espécie mais pálida de gazela, com pelagem cor de creme ou amarelada e branca embaixo. Há uma faixa marrom enfraquecida na lateral, uma listra avermelhada no nariz e marcas indo do focinho aos olhos. Os chifres longos e finos atingem 30-41 cm nos machos e são menores, mais finos e lisos nas fêmeas, chegando a 20-38 cm. Os cascos são largos para facilitar a locomoção no terreno arenoso. O focinho é largo para permitir que o sangue se esfrie no calor do deserto.[2] [3]

Esses animais vivem em grupos contendo três a dez animais, compostos de um macho dominante, fêmeas e filhotes. Entretanto, assim como outros antílopes e gazelas dos desertos, essa organização é variável de acordo com as condições.[2] Machos jovens geralmente formam rebanhos de solteiros até que eles possam competir por fêmeas. Machos adultos às vezes brigam pela dominância. Geralmente passam o dia protegidos do calor na sombra e saem para se alimentar à noite ou de manhã cedo. A alimentação é composta de grama, ervas, arbustos. São adaptados a aridez, usando gotas de orvalho como fonte de água, embora bebam água quando encontrada.[2] [3]

Referências

  1. a b Mallon, D.P., Cuzin, F., de Smet, K. & Hoffmann, M. (2008). Gazella leptoceros (em Inglês). IUCN . Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN de Versão 2015.3. Página visitada em 24 de setembro de 2015.
  2. a b c «Slender-horned gazelle» (em inglês). Arkive. Consultado em 24 de setembro de 2015 
  3. a b Brent Huffman. «Slender-horned gazelle, Rhim» (em inglês). Ultimate Ungulate. Consultado em 24 de setembro de 2015