Tahr

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo.
Tahr do Himalaia.

Tahrs são três espécies de mamíferos ungulados asitáticos relacionados às cabras-selvagens. Até recentemente as três espécies eram consideradas pertencentes a um único gênero, Hemitragus. Estudos genéticos comprovaram que as três espécies de Tahrs não são tão relacionadas como pensava-se até então. Agora são consideradas como membros de três gêneros separados; Hemitragus é agora reservado ao Tahr do himalaia; Nilgiritragus para o Tahr nigeriano; e Arabitragus para o Tahr da arábia.[1]

Características[editar | editar código-fonte]

Se alimenta durante a manhã, passa por um longo período de descanso, e então se alimenta novamente durante a tarde. Tahrs geralmente não são ativos nem se alimentam durante a noite, e podem ser encontrados nos mesmos locais durante a manhã e a tarde.

Espécies[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Under construction icon-yellow.svg
Este artigo contém um esqueleto de caixa taxonómica, ainda não preenchido, no wikitexto. Você pode ajudar a Wikipédia, preenchendo-a.
Instruções de preenchimento
Ícone de esboço Este artigo sobre artiodáctilos, integrado no Projeto Mamíferos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Ropiquet, A. & Hassanin, A. 2005. Molecular evidence for the polyphyly of the genus Hemitragus (Mammalia, Bovidae). Molecular Phylogenetics and Evolution 36(1):154-168