Cesar Bravo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Cesar Bravo
Nascimento 27 de junho de 1977 (42 anos)
Monte Alto, São Paulo, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Ocupação Escritor
Prémios Prêmio FNAC Novos Talentos da Literatura (2013)
Gênero literário Ficção especulativa e horror
Magnum opus Ultra Carnem (2016)

Cesar Bravo (Monte Alto, 27 de junho de 1977) é um escritor brasileiro. Escreve principalmente obras de horror e suspense. É considerado o primeiro autor brasileiro exclusivamente dedicado ao terror.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Cesar nasceu na cidade de Monte Alto, região de Ribeirão Preto, em 1977.[1] Formou-se em farmácia, escrevendo em especial em seu tempo livre. Começou a escrever profissionalmente na internet, sendo fã de histórias de terror desde criança.[2] Em 2011, entrou em um grupo de escritores no Facebook, o C.L.A.E., onde começou a apresentar alguns de seus textos.[1][3]

O grupo também mantinha uma revista, onde Cesar pôde publicar diversas vezes, o que lhe garantiu audiência. Sua primeira publicação foi com a Editora Multifoco, em 2012, organizando e escrevendo em outras publicações da mesma editora.[3]

Através da plataforma de publicações independentes da Amazon Brasil, Cesar publicou uma coletânea de contos, Calafrios da Noite. Outros livros publicados da mesma forma foram Além da Carne, Caverna de Ossos e Ouça o que eu Digo.[4] Em 2013, ganhou o Prêmio FNAC Novos Talentos da Literatura, o que levou à uma publicação pela Editora Novo Século.[5][6]

Em 2016, publicou o livro Ultra Carnen, pela DarkSide Books.[7][8][9] Em 2019, publicou VHS: Verdadeiras Histórias de Sangue.[10] Seus livros têm em comum, além do gênero, o fato de se passarem na cidade paulista fictícia de Três Rios.[1]

Publicações[editar | editar código-fonte]

Contos[editar | editar código-fonte]

  • “A Mulher do Sótão”, na coletânea The King[11], Editora Multifoco, 2012;
  • “Passional”, na coletânea O Mistério das Sombras, organizada por Alexandre Durigon, 2012[12];
  • “Punhal nas costas”, publicado na IX edição da revista As Flores do Mal, por C.L.A.E., 2013;
  • “Justa causa”, publicado na X edição da revista As Flores do Mal magazine, por C.L.A.E., 2013;
  • “Melhor estar morto”, publicado na XI edição da revista As Flores do Mal, por C.L.A.E., 2013;
  • "Onde há fumaça, há fogo", publicado na coletânea Sinistro 3, organizada por Frodo Oliveira, 2013[13];
  • "Jota Pê e sua arma secreta", publicado na coletânea Histórias para Ler no Cemitério, Navras Digital, 2013 e antologia Detetives SA, pela Darda, 2017;
  • “Na calmaria do olho que vê”, publicado na antologia A Morte do Outro Lado, da Luneta, organizada por Alexandre Durigon, 2014;
  • "I put a spell on you", publicado na antologia Conte uma Canção, organizada por Frodo Oliveira, 2014[14];
  • "O fosso", publicado na antologia Os Matadores mais Cruéis que Conheci (Vol II), organizada por Alexandre Durigon, 2015;
  • "Água fria, coração gelado", publicado na antologia Solarium 3, organizada por Frodo Oliveira, 2015[15];
  • "O estranho calado", publicado na antologia Zumbis no País do Futuro, organizada por Frodo Oliveira, 2016[16];
  • "Tesouras e linhas", publicado na antologia Post Mortem, organizada por Frodo Oliveira, 2016;
  • "Agouro", publicado na antologia Narrativas do Medo, organizada por Vitor Abdala e Neblina Negra, 2017[17];
  • Preface for Insanidade, publicado na antologia da Skull Editora, 2017[18];
  • "A verdade em que podemos crer", publicado na antologia Do Terror ao Horror, organizado por Rô Mierling e publicado pela Illuminaire, 2017[19];
  • "Depois das três", publicado na antologia A Hora Morta, pela Luva, 2017[20];
  • "Intersecções", publicado na antologia Rio Vermelho, pela Luva, 2018[21];
  • "Cartas marcadas", publicado na antologia Narrativas do Medo, organizada por Vitor Abdala e publicado pela Neblina Negra, 2018[22].

Livros[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências

  1. a b c «Entrevista com Cesar Bravo: "Está cada vez mais difícil competir com os horrores da realidade"». Macabra TV. Consultado em 2 de dezembro de 2019 
  2. FERNANDO RHENIUS (ed.). «VAVEL entrevista: Cesar Bravo, autor de Ultra Carnem». Bongasat. Consultado em 2 de dezembro de 2019 
  3. a b «Entrevista com Cesar Bravo, o mais novo escritor da DarkSide Books». Universo dos Leitores. Consultado em 2 de dezembro de 2019 
  4. Thiago Sobrinho (ed.). «Sucesso na internet, novos autores migram para o impresso». Gazeta Online. Consultado em 2 de dezembro de 2019 
  5. «Prêmio Fnac Novos Talentos da Literatura». Eu sou a Kell. Consultado em 2 de dezembro de 2019 
  6. «Prêmio Fnac Novos Talentos da Literatura já tem vencedores». Publish News. Consultado em 2 de dezembro de 2019 
  7. «Os 10 filmes favoritos do Cesar Bravo». Pipoca Musical. 8 de novembro de 2017. Consultado em 2 de dezembro de 2019 
  8. «Cesar Bravo: o som e a fúria do novo terror nacional». Collectors Room. Consultado em 2 de dezembro de 2019 
  9. Athena Bastos (ed.). «Ultra Carnem: o que há amedronta mais que a humanidade». Delirium Nerd. Consultado em 2 de dezembro de 2019 
  10. Neto Prado (ed.). «'VHS – Verdadeiras Histórias de Sangue' de Cesar Bravo na Darkside Books». Trilha do Medo. Consultado em 2 de dezembro de 2019 
  11. Jeremias Soares (ed.). «Antologia The King: Entrevista com os autores da The King (5): Cesar Bravo». Consultado em 2 de dezembro de 2019 
  12. «Multifoco Editor». Facebook.com. Consultado em 2 de dezembro de 2019 
  13. «Sinistro! 3». Loja Multifoco. Consultado em 2 de dezembro de 2019 
  14. «Post Mortem». Loja Multifoco. Consultado em 2 de dezembro de 2019 
  15. «Solarium 3». Loja Multifoco. Consultado em 2 de dezembro de 2019 
  16. «Antologia Zumbis no País do Futuro». Loja Multifoco. Consultado em 2 de dezembro de 2019 
  17. «Resenha: Narrativas do Medo de Vitor Abdala». Biblioteca do Terror. Consultado em 2 de dezembro de 2019 
  18. «Antologia Insanidade». Skull Editora. Consultado em 2 de dezembro de 2019 
  19. «King, Poe, Lovecraft». Editora Illuminare. Consultado em 2 de dezembro de 2019 
  20. «III – A Hora Morta Vol.1 – Luva Editora». Consultado em 2 de dezembro de 2019 
  21. «Rio Vermelho – Luva Editora». Consultado em 2 de dezembro de 2019 
  22. «Narrativas do Medo 2». Copa Publicações. Consultado em 2 de dezembro de 2019