Check-in

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O registo de entrada (português europeu) ou registro de entrada (português brasileiro),[1] em inglês check-in ([tchéc in]),[2] é o primeiro passo a ser efetuado pelo passageiro de transporte aéreo ao chegar no aeroporto para o embarque. Consiste no procedimento de apresentação do passageiro ao balcão da companhia aérea (ou agências que fazem o registo), munido de seus documentos e bagagem. É emitido, então, o bilhete de passagem; a bagagem é despachada e a bagagem de mão (bolsas, malas pequenas etc. que o passageiro transporta consigo dentro do avião) é identificada.

Registo de entrada em hotéis[editar | editar código-fonte]

Esta mesma nomenclatura é usada também pelas agências de viagens e pela rede hoteleira para identificar a entrada do hóspede em um hotel. É composto pela verificação de reserva, o preenchimento do boletim de ocupação hoteleira, a apresentação das acomodações e a entrega da chave das mesmas ao hóspede. Falando de forma genérica, o termo simplesmente significa a entrada de uma pessoa e/ou um grupo de um determinado local.

Referências

  1. Ciberdúvidas/ISCTE-IUL. «Os anglicismos check-in e check-out em português - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa». ciberduvidas.iscte-iul.pt. Consultado em 6 de junho de 2018. 
  2. Dicionário escolar da língua portuguesa/Academia Brasileira de Letras. 2ª edição. São Paulo. Companhia Editora Nacional. p. 298.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.