Cloak and Dagger

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cloak and Dagger
O grande segredo (BR)
 Estados Unidos
1946 • pb • 106 min 
Direção Fritz Lang
Roteiro Corey Ford, Alastair MacBain (livro)
Boris Ingster, John Larkin (argumento)
Ring Lardner Jr.
Albert Maltz
Elenco Gary Cooper
Lilli Palmer
Robert Alda
Género Guerra
Espionagem
Idioma Inglês
Alemão
Italiano
Página no IMDb (em inglês)

Cloak and Dagger (br.: O grande segredo) é um filme estadunidense de 1946 dos gêneros "Guerra" e "Espionagem", dirigido por Fritz Lang. O roteiro de Boris Ingster, John Larkin Ring Lardner Jr. e Albert Maltz adapta o livro Cloak and Dagger: The Secret Story of O.S.S. de Corey Ford e Alastair MacBain. Conforme os letreiros finais, a história foi inspirada nas operações secretas do Serviço Secreto Americano (OSS) na Europa ocupada pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial. O ex-agente da OSS E. Michael Burke trabalhou na produção como consultor técnico.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Nos últimos meses da Segunda Guerra Mundial, o Serviço Secreto americano está apreensivo com as noticias sobre grandes quantidades de minérios usados para a fabricação da bomba atômica sendo transportadas para a Alemanha. O comandante da OSS,coronel Walsh, entra em contato com um antigo amigo seu da falcudade, o físico americano Alvan Jesper e membro do Projeto Manhattan, e pede sua ajuda para descobrir o nível de desenvolvimento da nova arma dos inimigos, pois acredita que está a ocorrer uma "corrida pela bomba atômica". Jesper vai até a Suíça para falar com uma cientista húngara internada num hospital e que trabalha para os nazistas contra a vontade, Doutora Lodor, esperando obter informações dela. Os espiões nazistas descobrem a missão de Jesper e estragam os planos dos aliados. Jesper então vai a Itália para se encontrar com o doutor Polda, mencionado por Lodor. O cientista italiano está apavorado mas aceitava colaborar com os nazistas desde que a filha Maria ficara cativa deles. Jesper faz um acordo com Polda, comprometendo-se a ajudar a livrar Maria se o doutor for embora com ele para os Estados Unidos.

Final mudado[editar | editar código-fonte]

O filme teve um final diferente do planejado por Lang: Em sua versão, o personagem de Gary Cooper liderou um grupo de paraquedistas no Sudoeste da Alemanha e descobriu o resto de uma fábrica subterrânea de armas nucleares além de corpos de trabalhadores forçados de um campo de concentração. Ele então conclui que a fábrica havia sido transplantada para a Espanha ou Argentina e afirma: Este é o "Ano Um da Era Atômica" e Deus nos ajude se nós achamos que poderemos manter esse segredo do resto do mundo![1] O produtor Milton Sperling que discordara frequentemente de Lang durante as filmagens achou essa cena ridícula pois o público já sabia que os alemães não tinham capacidade nuclear na época.[2]

Programa da rádio[editar | editar código-fonte]

Em 1950, a NBC lançou a série "Cloak and Dagger" igualmente baseado no livro de Ford e MacBain e que teve 26 episódios. O programa começava com o ator Raymond Edward Johnson perguntando "Você está disposto a realizar uma perigosa missão para os Estados Unidos sabendo de antemão que não irá retornar vivo?"[3]

Notas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. p. 197 Frayling, Christopher Mad, Bad and Dangerous?: The Scientist and the Cinema 2005 Reaktion Books
  2. p.101 Kalat, David the Strange Case of Dr. Mabuse 2005 McFarland
  3. pp66-67 Britton, Wesley Beyond Bond: Spies in Fiction and Film Greenwood Publishing

Ligações externas[editar | editar código-fonte]