Dapsona

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Dapsona
Alerta sobre risco à saúde
Dapsone.svg
Dapsone3d.png
Identificadores
Número CAS 80-08-0
PubChem 2955
DrugBank APRD00345
ChemSpider 2849
Código ATC D10AX05
SMILES
InChI
1/C12H12N2O2S/c13-9-1-5-11(6-2-9)17(15,16)12-7-3-10(14)4-8-12/h1-8H,13-14H2
Propriedades
Fórmula química C12H12N2O2S
Massa molar 248.29 g mol-1
Farmacologia
Biodisponibilidade 70 to 80%
Via(s) de administração Oral
Metabolismo Hepatic (mostly CYP2E1-mediated)
Meia-vida biológica 20 to 30 hours
Ligação plasmática 70 to 90%
Excreção Renal
Classificação legal



{{{legal_status}}}

Riscos na gravidez
e lactação
B2(AU) C (EUA)
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

A dapsona, também conhecida como diaminodifenil sulfona (DDS),[1] é um antibiótico da classe das sulfonas, comumente usado em combinação com a rifampicina e a clofazimina para o tratamento da lepra.[2] É uma segunda linha de medicação para o tratamento e prevenção de pneumocistose e para a prevenção da toxoplasmose em pessoas portadoras de imunodeficiência. Além disso, tem sido utilizado para acne, dermatite herpetiforme e várias outras condições de pele.[3] A dapsona está disponível tanto para uso tópico quanto oral.[4]

Efeitos colaterais graves podem incluir: uma diminuição nas células do sangue, degradação das células vermelhas no sangue, especialmente naqueles com Deficiência em glucose-6-fosfato desidrogenase (G-6-PD), ou hipersensibilidade.[2] Efeitos colaterais comuns incluem náuseas e perda de apetite.[4] Outros efeitos colaterais incluem inflamação do fígado e diversas erupções cutâneas. Embora não seja totalmente clara a segurança do uso durante a gravidez, alguns médicos recomendam que seu uso seja contínuo em pacientes com hanseníase.[2]

A dapsona foi inicialmente estudada como um antibiótico em 1937. A sua utilização para a hanseníase começou em 1945. Está na Lista de Medicamentos Essenciais da Organização Mundial de Saúde, os medicamentos mais necessários, eficazes e seguros em um sistema de saúde.[5] A forma oral está disponível como um medicamento genérico e possui preços acessíveis.[6]

Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências

  1. Thomas L. Lemke (2008). Foye's Principles of Medicinal Chemistry. [S.l.: s.n.] ISBN 9780781768795 
  2. a b c «Dapsone» 
  3. «Dapsone and sulfones in dermatology: overview and update». Journal of the American Academy of Dermatology. 45. PMID 11511841. doi:10.1067/mjd.2001.114733 
  4. a b Joel E. Gallant (2008). Johns Hopkins HIV Guide 2012. [S.l.: s.n.] ISBN 9781449619794 
  5. «WHO Model List of Essential Medicines (19th List)» (PDF). World Health Organization 
  6. Greenwood, David (2008). Antimicrobial Drugs: Chronicle of a Twentieth Century Medical Triumph. [S.l.: s.n.] ISBN 9780199534845