Dead Rising 3

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dead Rising 3
Dead Rising 3 Art.jpg
Desenvolvedora(s) Capcom Vancouver[1]
Publicadora(s) Microsoft Studios[1]
Plataforma(s) Xbox One e Microsoft Windows
Série Dead Rising
Data(s) de lançamento 22 de Novembro de 2013[2](Xbox One)

Q3 2014 (Microsoft Windows)

Gênero(s) Survival horror
Modos de jogo Single-player
Classificação Inadequado para menores de 18 anos i DEJUS (Brasil)[3]
Classificação pendente i ESRB (América do Norte)
Inadequado para menores de 15 anos i OFLCA (Austrália)
Inadequado para menores de 18 anos i PEGI (Europa)

Dead Rising 3 é um jogo eletrônico do estilo survival horror situado num mundo aberto. É desenvolvido pela Capcom Vancouver e publicada pela Microsoft Studios.[1] O jogo foi anunciado para o Xbox One sendo um título exclusivo da Microsoft durante a E3 2013.[2][4] Foi lançado no dia 22 de Novembro de 2013.[2]A versão para Windows foi lançada no inverno de 2014.[5]

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

Seguindo os passos dos anteriores Dead Rising, os jogadores controlam o novo protagonista Nick Ramos, em busca de suprimentos e armas de crafting, enquanto viaja ao redor da cidade de Los Perdidos, a fim de lutar contra os mortos-vivos e fazer missões.[6] Dead Rising 3 está situado em um ambiente de um mundo vasto, aberto, que é declaradamente maior do que os mundos do jogo Dead Rising e Dead Rising 2.[7][8] Os jogadores mantêm a capacidade de modificar armas igual ao jogo Dead Rising 2, mas sem a necessidade de uma bancada, e será capaz de descobrir e destravar projetos para novos itens.[7][9] Ao contrário dos dois primeiros jogos da série, Dead Rising 3 não possuem um limite de tempo.[10] Os jogadores também terão permissão para salvar seu progresso em qualquer lugar, em vez de limitar a salva de banheiros.[10] O jogo vai incluir um "Modo Nightmare" para aqueles que preferem o temporizador tradicional.[11] De acordo com a Capcom, o jogo não terá tempo de carregamento.[12]

Dead Rising 3 irá utilizar tanto o Kinect quanto Xbox SmartGlass.[13] O Kinect dá aos zombies um certo nível de consciência situacional.[13] Barulhos de que o jogador poderia desencadear uma onda de zombies, no entanto, o jogador também pode usar a habilidade de gritar em zumbis através do Kinect, a fim de distraí-los.[14] De acordo com o produtor executivo Josh Bridge, a sensibilidade do microfone será ajustado para "um limiar que faz sentido", de modo que atrai zumbis vai se sentir como uma decisão intencional.[13][15] O recurso SmartGlass do Xbox, que também é opcional, pode ser usado para localizar itens específicos, encontrar lojas abandonadas e definir pontos de passagem para os objetivos da missão.[13] Ele também fornece aos jogadores com missões exclusivas desbloquearem aplicativos dentro do SmartGlass, dando-lhes a capacidade de chamar ataques aéreos, o apoio zangão, ou em toda a área de flares para cortar ou chamar a atenção dos mortos-vivos.[13]

Enredo =BINTER SERIE N[editar | editar código-fonte]

Dead Rising 3 ocorre 10 anos após os acontecimentos de Fortune City em Dead Rising 2. A história segue um jovem mecânico chamado Nick Ramos e sua tentativa de sobreviver a um enorme surto de zumbis na cidade fictícia de Los Perdidos, na Califórnia. Ramos deve juntar-se com outros sobreviventes e encontrar uma maneira de escapar de Los Perdidos.[16]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Promoção do jogo na E3 de 2013

Em 2010, antes do lançamento de Dead Rising 2, Keiji Inafune, o produtor da série Dead Rising, especulou sobre a possibilidade de uma continuação durante uma entrevista, afirmando que "não vamos começar mesmo falando sobre DR3 (Dead Rising 3) até vermos as vendas de DR2 (Dead Rising 2), infelizmente essa é a natureza do jogo! entanto, a experiência com a Blue Castle foi muito positivo, e se tivermos a oportunidade, eu gostaria de trabalhar com eles novamente."[17] Com o sucesso de Dead Rising 2, a Capcom e o COO David Reese afirmou que o jogo Dead Rising 3 é provável que continue a narrativa de seu antecessor.[18] Reese também afirmou que mais conteúdo digital, semelhante ao Caso Zero e Case West, também era plausível, e poderia ajudar a preencher a lacuna entre Dead Rising 2 e Dead Rising 3.[18] Klayton de Celldweller está compondo músicas para o jogo.[19][20][21] O jogo foi anunciado oficialmente durante a conferência de imprensa da Microsoft na E3 de 2013.[22] O jogo foi originalmente revelado como sendo desenvolvido com PCs high-end em mente para que a equipe pudesse realizar sua visão expandida para a série, antes de a Microsoft ofereceu a parceria com eles para que se torne um lançamento exclusivo para o Xbox One. [5]

Referências

  1. a b c Goldfarb, Andrew (10 de junho de 2013). «E3 2013: Dead Rising 3 Announced». IGN. Consultado em 10 de junho de 2013 
  2. a b c Gaston, Martin (10 de junho de 2013). «Dead Rising 3 an Xbox One exclusive». GameSpot. Consultado em 10 de junho de 2013 
  3. «Departamento de Justiça, Classificação, Títulos e Qualificação». Diário Oficial da União (Ano CL Nº158): p. 27. 16 de agosto de 2013. ISSN 1677-7042. Consultado em 24 de novembro de 2013 
  4. Kubba, Sinan. «Dead Rising 3 launches this holiday as Xbox One exclusive [Update: trailer!]». Joystiq. Consultado em 10 de junho de 2013 
  5. a b «Dead Rising 3 confirmed for PC». 5 de junho de 2014. Consultado em 5 de junho de 2014 
  6. Futter, Mike (10 de junho de 2013). «Dead Rising 3 Exclusive To Xbox One». Game Informer. Consultado em 20 de junho de 2013 
  7. a b Matulef, Jeffrey (10 de junho de 2013). «Dead Rising 3 revealed with giant open world». Eurogamer. Consultado em 10 de junho de 2013 
  8. Moore, Greg (10 de junho de 2013). «Dead Rising 3 announced for Xbox One». Capcom-Unity. Consultado em 10 de junho de 2013 
  9. McCaffrey, Ryan (11 de junho de 2013). «E3 2013: New Dead Rising 3 Details Revealed». IGN. Consultado em 20 de junho de 2013 
  10. a b Kuchera, Ben (17 de junho de 2013). «Xbox One's Dead Rising 3 is super-serious about zombies, and that makes it hilarious». Penny Arcade. Consultado em 20 de junho de 2013 
  11. Mallory, Jordan (11 de junho de 2013). «Dead Rising 3 adds Nightmare mode for die-hard Dead Rising traditionalists». Joystiq. Consultado em 20 de junho de 2013 
  12. Corriea, Alexa Ray (10 de junho de 2013). «Dead Rising 3 coming exclusively to Xbox One this holiday». Polygon. Consultado em 10 de junho de 2013 
  13. a b c d e Mallory, Jordan (11 de junho de 2013). «Dead Rising 3 Kinect and Smartglass integration detailed». Joystiq. Consultado em 19 de junho de 2013 
  14. Molina, Brett (12 de junho de 2013). «Why you should keep quiet while playing 'Dead Rising 3'». USA Today. Consultado em 19 de junho de 2013 
  15. White, Sam (13 de junho de 2013). «Dead Rising 3 Kinect and SmartGlass gameplay detailed». Official Xbox Magazine. Consultado em 19 de junho de 2013 
  16. Stewart, John (10 de junho de 2013). «Quick Game Trailers: Dead Rising 3, an Xbox One exclusive». The Slanted. Consultado em 11 de junho de 2013 
  17. MacDonald, Keza (6 de outubro de 2010). «Dead Rising 2: Inafune Speaks». IGN. Consultado em 11 de junho de 2013 
  18. a b Ingham, Tim (15 de novembro de 2010). «Dead Rising 3: Capcom talks digital 'bridge'». Computer and Video Games. Consultado em 11 de junho de 2013 
  19. «Dead Rising 3 has been announced...». Facebook. 10 de junho de 2013. Consultado em 11 de junho de 2013 
  20. «Scoring a video game...». Facebook. 17 de agosto de 2012. Consultado em 11 de junho de 2013 
  21. «Many of you guys...». Facebook. 12 de junho de 2013. Consultado em 12 de junho de 2013 
  22. «Raising the Dead on Xbox One: Dead Rising 3 Preview and Interview Feature». AusGamers.com. Consultado em 12 de julho de 2013