Demografia da Guatemala

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde novembro de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Os dados demográficos da Guatemala são diversificados, constituídos principalmente de mestiços, índios e europeus. Cerca de 60% ​​da população fala espanhol, com quase todo o resto falando línguas ameríndias.

Os ladinos (mestiços e ameríndios ocidentalizados) e brancos compõem cerca de 59.4% da população da Guatemala. Os ameríndios não assimilados, descendentes dos maias, constituem 40.6% da população.Também há descendentes de africanos, especialmente ao longo da costa caribenha, em especial os Garifuna.[1]

Dados[editar | editar código-fonte]

De acordo com o CIA World Factbook, os mestiços e europeus compõem 59,4% da população. Os principais grupos ameríndios do país, em sua maioria povos maias, tem a seguinte participação demográfica:

  • quichés 9,1%;
  • Kaqchikel 8,4%;
  • Mam 7,9%;
  • Q'eqchi 6,3%.

Outros grupos maias representam 8,6%, não-indígenas maias 0,2%, e outros 0,1%. Assim, 40% da população é indígena. População europeia pura não é conhecida, porque o país classifica em seus censos mestiços e brancos conjuntamente.[1]

Embora a maior parte da população da Guatemala seja rural, a urbanização está em aceleração. A maior cidade do país (também é a maior da América Central) é a Cidade da Guatemala, com aproximadamente 3 milhões de habitantes.

A religião predominante é o catolicismo romano, ao qual foram incorporadas formas tradicionais de culto por muitos guatemaltecos indígenas. Estima-se que o protestantismo e as religiões maias tradicionais sejam praticados por 40% e 1% da população, respectivamente.

Embora a língua oficial seja o espanhol, ela não é universalmente compreendida entre a população indígena; ainda são faladas várias línguas maias, em especial em áreas rurais.

Os acordos de paz assinados em Dezembro de 1996 determinam a tradução de alguns documentos oficiais e de materiais de voto para várias línguas indígenas.

Referências

  1. a b Guatemala World Factbook CIA.


Flag map of Guatemala.svg Guatemala
História • Política • Subdivisões • Geografia • Economia • Demografia • Cultura • Turismo • Portal • Imagens