Demografia da Bolívia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde janeiro de 2013). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde Fevereiro de 2008).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Demografia da Bolívia entre os anos de 1961 e 2003

A população da Bolívia é composta de quíchuas 30%, aimarás 25%, eurameríndios 15%, europeus ibéricos 15% e outros 15% (1996), porém segundo o censo 2012 disse que 59% do bolivianos se declaram mestiços, 37% indígenas, 3% brancos e 1% negros[1]. De acordo com um estudo genético autossômico de 2012, a contribuição europeia gira em torno de 12%, com variações individuais de 0% a 48%.[2] Uma contribuição europeia média de 25% foi estimada em um estudo genético autossômico de 2013, e com um pequeno grau de contribuição africana [3]

Os idiomas oficiais são: espanhol, quíchua e aimará.

Religião: Cristianismo 98,9% (católicos 88,5% e protestantes 10,4%), outras 1,1% (1995).

Densidade demográfica: 987 hab/km²PESSOA QUE TE

População urbana: 61% (1998)

Crescimento demográfico: 2,3% ao ano (1995-2000)

Taxa de fecundidade: 4,36 filhos por mulher (1995-2000)

Expectativa de vida: Homens 60 anos e mulheres 63 anos (1995-2000)

Mortalidade infantil: 66 por 1.000 (1995-2000)

Analfabetismo: 14,4%(2000)

IDH: 0,643 (1998)

Há 800 mil a 1 milhão de bolivianos e descendentes vivendo no Brasil, muitos ilegais .

Referências

Bandeira da Bolívia Bolívia
Bandeira • Brasão • Hino • Cultura • Demografia • Economia • Forças Armadas • Geografia • História • Portal • Política • Subdivisões • Imagens