Discussão:Sertão nordestino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Guerra de edições[editar código-fonte]

Depois de uma proteção a nível de autoconfirmados que não estava a funcionar, protegi o artigo a nível de administradores e retomei à versão do statusquo, removendo o conteúdo que foi acrescentado e que tem vindo a ser alvo de disputa. Por favor, peço aos intervenientes que cheguem aqui a um consenso antes de voltar a introduzir novamente o conteúdo disputado. JMagalhães (discussão) 18h20min de 11 de junho de 2018 (UTC)

@JMagalhães: Quando a proteção terminar irei repor o conteúdo referenciado que estava antes. @Juniorpetjua: insiste em remover o conteúdo referenciado sem justificativa plausível e retorna uma tabela de regiões metropolitanas desatualizada, sem fonte. Se ele quiser que o conteúdo seja removido terá que trazer algo que contrarie o conteúdo existente, que foi removido por ele. Pedro Jorge Nunes da Costa (discussão) 20h50min de 11 de junho de 2018 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Que eu saiba eu não removi nem um conteúdo referenciado como acabei de apontar acima, mas ele insiste em dizer aqui e aqui que removi. Eu teria vergonha de propalar essa mentira em tudo que é lugar da Wikipédia. No final é ele que está agindo de uma maneira inaceitável por aqui, ao excluir conteúdo do artigo com fonte. Pedro Jorge Nunes da Costa (discussão) 21h03min de 11 de junho de 2018 (UTC)

@Pedro Jorge Nunes da Costa: Verificabilidade é a condição mínima para incluir conteúdo na Wikipédia, mas não é a única. Existem inúmeros outros tipos de objeção e de regras relativas à inclusão ou remoção de conteúdo. Por favor, tentem ambos expor as suas razões e chegar a um acordo. Não havendo diálogo, os administradores podem intervir. JMagalhães (discussão) 21h10min de 11 de junho de 2018 (UTC)
@JMagalhães: Compreendo perfeitamente. Aguardo uma resposta por parte do usuário, pois já expus a minha. Pedro Jorge Nunes da Costa (discussão) 21h14min de 11 de junho de 2018 (UTC)
JMagalhães e Pedro Jorge Nunes da Costa Não há muito o que discutir. O texto adicionado é claramente fantasioso, falacioso. A única metrópole da sub-região do sertão é Fortaleza, e não existe sequer uma única fonte digna de crédito no mundo que considere "metrópole" uma cidade com 107 mil habitantes como Patos. Ou seja, claramente a edição não é amparada por fonte fidedigna. Se fôssemos tratar como metrópole qualquer sede de região metropolitana no Brasil, até a minúscula Caroebe, cidade de 9 mil habitantes que sedia a Região Metropolitana do Sul de Roraima, viraria uma poderosa urbe. Enfim... é muito simples: o usuário vandalizou o artigo ao inserir dados inverídicos com fonte sem credibilidade e remover uma tabela com dados do censo de 2010 do IBGE. Ainda não creio que precisei perder tanto tempo para explicar algo tão óbvio.--Juniorpetjua (discussão) 23h18min de 11 de junho de 2018 (UTC)
Fortaleza é sede de uma área metropolitana também, situada no litoral cearense. Mostre-nos concretamente que ser sede de uma área metropolitana não torna alguma cidade em uma metrópole. Se me mostrar isso mudo o que disse e peço desculpas. Se a região não tivesse a denominação de "metropolitana", aí poderíamos dizer que a cidade não é uma metrópole, mas Patos tem o status de região metropolitana e consequentemente isso torna o município uma metrópole, pois se não fosse assim qual sentido teria? A tabela que você retornou nem fonte tem. Aí o vândalo sou eu? Pedro Jorge Nunes da Costa (discussão) 23h33min de 11 de junho de 2018 (UTC)

Trago esta outra fonte para corroborar, reforçar que Patos é uma metrópole de fato. A ex-deputada estadual Francisca Motta que foi autora do PL que cria a Região Metropolitana de Patos afirmou que a cidade é uma metrópole: Patos já era metrópole, somos metrópole em tudo, falou ela. Pedro Jorge Nunes da Costa (discussão) 23h52min de 11 de junho de 2018 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário A questão é ver o que é metrópole. Juiz de Fora, por exemplo, tem o dobro da população da região metropolitana de Patos e não é uma metrópole. Existem vários outros municípios brasileiros com mais de 200 mil habitantes e que não são metrópoles.Guarulhos é uma metrópole (aproximadamente 5 vezes a população de toda a RM de Patos - mas que pertence à RM de São Paulo)? Por outro lado, se extinguissem a região metropolitana de São Paulo, esta cidade deixaria de ser uma metrópole?Fábio Júnior de Souza (discussão) 00h15min de 12 de junho de 2018 (UTC)

@Fabiojrsouza: Em Cidade#Metrópoles Uma metrópole é um grande centro populacional, que consiste em uma (ou, às vezes, duas ou até mais) grande cidade central, e sua zona adjacente de influência, constituída de outras cidades menores e próximas. Patos é um grande centro populacional, que consiste numa grande cidade central, e sua zona adjacente de influência (Patos se situa numa determinada região e polariza estados, a exemplo de Pernambuco, e municípios vizinhos), constituída de cidades pequenas e vizinhas (exemplos: Junco do Seridó, São José do Bonfim, Matureia etc). Você mencionou Guarulhos como uma metrópole, mas falo na questão de a cidade ser a sede da área metropolitana, logo Guarulhos não é, pois é subordinada a Região Metropolitana de São Paulo, que tem a cidade São Paulo como metrópole. E tem outra: Em qual região Guarulhos exerce influência, quando ela é "asfixiada" por São Paulo? Nem região metropolitana Guarulhos tem. Pedro Jorge Nunes da Costa (discussão) 00h30min de 12 de junho de 2018 (UTC)
@Pedro Jorge Nunes da Costa: Você equivocou-se ao afirmar que eu disse que Guarulhos é uma metrópole. O que eu disse foi:"Guarulhos é uma metrópole (aproximadamente 5 vezes a população de toda a RM de Patos - mas que pertence à RM de São Paulo)?" Veja o sinal de interrogação (?) ao fim da frase.Retire o texto entre parênteses e verificará que o que sobra é: Guarulhos é uma metrópole? Fiz, portanto, uma correlação entre o fato de Guarulhos ser uma das mais importantes cidades do país, ter uma população 4 a 5 vezes maior que toda a RM de Patos, e, no entanto, não ser uma metrópole (pois a sede é São Paulo). Ademais,Juiz de Fora não é metrópole, apesar da grande influência que possui em sua região e elevada população. Nada, pessoalmente, contra Patos ser uma metrópole. Mas não acho que toda cidade que seja sede de região metropolitana deva ser considerada uma metrópole. Caso contrário, se criarem uma região metropolitana com sede em uma cidade de 20 mil habitantes, está será uma metrópole? Fábio Júnior de Souza (discussão) 01h01min de 12 de junho de 2018 (UTC)
@Fabiojrsouza: Peço-lhe desculpas. Por um momento achei que lhe compreendi de forma errada, mas esperei você falar. Você foi bem cirúrgico em tudo que falou agora e eu gostei muito disso. De minha parte estou convicto, não me resta dúvidas de que qualquer cidade que se torna sede de uma área metropolitana consequentemente vira uma metrópole também, independentemente de sua população ser inferior ou superior, ela ganha um status que lhe confere o poder de metrópole. Existe até a Região Metropolitana de Juiz de Fora. Pedro Jorge Nunes da Costa (discussão) 01h15min de 12 de junho de 2018 (UTC)
Pedro Jorge Nunes da Costa Não, Juiz de Fora não é uma metrópole. Muito menos Patos. E não, não é um região metropolitana criada por políticos sem nenhum critério científico que tornará sua sede uma metrópole. A minúscula Caroebe nunca foi uma metrópole embora seja sede de mais uma região metropolitana criada arbitrariamente no Brasil. Significado de metrópole: 1. Cidade principal de um país, estado ou região. / 2. Cidade grande e importante. Se nem Juiz de Fora, que tem mais de meio milhão de habitantes, se enquadra totalmente, que dirá Patos com seus 107 mil?. Está tudo muito claro: Patos não é metrópole, e sim uma cidade que muito recentemente deixou de ser pequena para ser média (ao atingir 100.000 habitantes); e Fortaleza é a metrópole, a única metrópole, da sub-região do Sertão. O resto é invencionice.--Juniorpetjua (discussão) 01h49min de 12 de junho de 2018 (UTC)
@Juniorpetjua: Você só aceita os fatos que citei anteriormente se quiser. O conceito de metrópole trazido por ti só reforça que Patos é a cidade principal da região em que se situa, pois ele mostra claramente isso. Ser metrópole, como já debati com @Fabiojrsouza:, é um poder adquirido por uma cidade quando ela se torna sede de uma área metropolitana e a população não interfere neste contexto. As regiões metropolitanas existem oficialmente, pois cada uma tem sua respectiva lei. Você disse E não, não é um região metropolitana criada por políticos sem nenhum critério científico que tornará sua sede uma metrópole, ora mas se tem denominação de "região metropolitana", é algo oficialmente criado, por qual motivo não a sede não pode ser chamada de metrópole? Pedro Jorge Nunes da Costa (discussão) 02h33min de 12 de junho de 2018 (UTC)

Ah, e mais: a Região Metropolitana de Patos, com 24 municípios, tem mais cidades que a Região Metropolitana de Fortaleza, com apenas 19. Tem mais que todas as áreas metropolitanas do Sertão. O que entendemos por Sertão está mais relacionado ao interior da Região Nordeste. Fortaleza é um município do litoral nordestino. Pedro Jorge Nunes da Costa (discussão) 02h58min de 12 de junho de 2018 (UTC)

O conceito Sertania ou sertão refere-se a uma região afastada dos centros urbanos ou do litoral, distante da ou com pouca "civilização", como demonstrado no artigo Sertania. Logo a região fica afastada da citada Fortaleza, que fica situada no litoral. Pedro Jorge Nunes da Costa (discussão) 03h17min de 12 de junho de 2018 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo desse bairrismo ridículo do Juniorpetjua. Holy Goo (d . c) 22h56min de 14 de junho de 2018 (UTC)

É notória a sua perseguição à minha pessoa. Não sou cearense, e não é preciso ser daquele estado para saber que Fortaleza é mais importante do que Patos. Tal discussão é simplesmente ABSURDA, um disparate completo!--Juniorpetjua (discussão) 23h17min de 14 de junho de 2018 (UTC)
@Juniorpetjua: O assunto foi debatido exaustivamente e você não refutou os argumentos que deixei por último. Estas suas atitudes na Wikipédia está beirando ao ridículo. Pedro Jorge Nunes da Costa (discussão) 23h24min de 14 de junho de 2018 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário. A fonte é inadequada para tanto. É apenas um site da própria cidade de Patos querendo elogiar sua própria cidade. Se for o caso, tem que haver mais fontes e independentes, sobre o caso. EVinentefale comigo 10h53min de 19 de junho de 2018 (UTC)