Do Sono e da Vigília

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Do sono e da vigília (em latim De somno et vigilia) é um texto de Aristóteles que faz parte do Parva Naturalia. Nesta obra Aristóteles considera dormir e caminhar como afeições ao corpo e à alma, como um todo, o sono é a inatividade do senso comum primário.[1][2]

Referências

  1. James R. Lewis (1 de maio de 2009). The Dream Encyclopedia: Second Edition. [S.l.]: Visible Ink Press. p. 18. ISBN 978-1-57859-271-5  (em inglês)
  2. Suzanne Stern-Gillet (1995). Aristotle's Philosophy of Friendship. [S.l.]: SUNY Press. p. 21. ISBN 978-1-4384-2119-3 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o:
Portal de Filosofia