Dulce Whitaker

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Dulce Whitaker
Nome completo Dulce Consuelo Andreatta Whitaker
Conhecido(a) por Sociologia rural
Nascimento 16 de setembro de 1934
Curitiba
Nacionalidade Brasileira

Dulce Consuelo Andreatta Whitakerver Lattes (Curitiba - 16/09/1934) é uma socióloga brasileira conhecida pelos seus trabalhos em sociologia rural. Ingressou na pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita[1] aos trinta anos de idade, onde graduou-se em ciências sociais. Na Universidade de São Paulo, Dulce foi orientada no mestrado e doutorado pela também socióloga Aparecida Joly Gouveia, conhecida por seu trabalho em educação no Brasil. Sua dissertação de mestrado, O vestibulando e a cultura legítima: análise do estudante brasileiro dentro do processo de urbanização, é considerada um marco no estudo de Pierre Bourdieu no Brasil. Em sua tese doutorado intitulada Ideologia e práticas culturais: o controle ideológico do trabalhador da cana se debruça sobre redações de filhos de trabalhadores rurais para discutir a ideologia a qual estão submetidas pela industrial de cana-de-açucar. Realizou estudos de pós-doutorado na Universidade de Oxford no ano de 1986 com o sociólogo Hermínio Martins. Foi professora da Universidade Estadual Paulista entre anos 1970 e anos 1980, quando se aposentou, embora tenha permanecido ativa como orientadora de mestrado e doutorado. [2][3]Referência

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  1. FAPESP. «Dulce Consuelo Andreatta Whitaker - BV FAPESP». www.bv.fapesp.br. Consultado em 23 de junho de 2018 
  2. «Pioneiras da Ciência do Brasil 6 - Portal CNPq». cnpq.br. Consultado em 22 de junho de 2018 
  3. Whitaker, Dulce; Kato, Danilo Seithi (20 de fevereiro de 2013). «Educação, sociologia e cursinhos populares: entrevista com Dulce Whitaker». Cadernos CIMEAC. 3 (1): 5–12. ISSN 2178-9770. doi:10.18554/cimeac.v3i1.1446. Consultado em 23 de junho de 2018