Dylan Dog: Dead of Night

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dylan Dog: Dead of Night
Dylan Dog: Guardião da Noite (PT)
Dylan Dog e as Criaturas da Noite (BR)
 Estados Unidos
2011 • cor • 108 min 
Direção Kevin Munroe
Produção Gilbert Adler
Scott Mitchell Rosenberg
Roteiro Thomas Dean Donnelly (roteiro)
Joshua Oppenheimer (roteiro)
Baseado em Tiziano Sclavi
Elenco Brandon Routh
Sam Huntington
Género aventura
horror
Idioma Inglês
Música Klaus Badelt
Cinematografia Geoffrey Hall
Edição Paul Hirsch
Estúdio Hyde Park Entertainment
Platinum Studios
Omnilab Media
Distribuição Freestyle Releasing
Lançamento
  • 16 de Março de 2011 (2011-03-16) (Itália)
  • 29 de Abril de 2011 (2011-04-29) (Estados Unidos)
Orçamento US$20 milhões[1]
Receita US$4,634,062[1]
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Dylan Dog: Dead of Night (br.: Dylan Dog e as Criaturas da Noite / pt.: Dylan Dog: Guardião da Noite) é um filme de aventura sobrenatural estadunidense de 2011, dirigido por Kevin Munroe. O roteiro de Thomas Dean Donnelly e Joshua Oppenheimer é baseado no personagem de histórias em quadrinhos italianas Dylan Dog, criado por Tiziano Sclavi. A produção é da companhia de filmes independentes Platinum Studios associada a Hyde Park Films. A distribuição foi de Freestyle Releasing. O protagonista é Brandon Routh que repete a parceria com Sam Huntington de Superman Returns.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Sam Huntington e Brandon Routh

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Em Nova Orleans, Dylan Dog é um detetive particular que fora especializado em casos sobrenaturais, conforme seu cartão de visitas que trazia a inscrição "Sem pulso? Sem problema". No entanto, ele afirma estar "aposentado" e agora só aceita casos comuns de infidelidade de casais ou fraudes de seguros. O amigo e parceiro Marcus quer ser seu sócio mas Dylan não gosta da ideia. Os dois vão até a casa de Elizabeth Ryan que ligou para Dylan mas quando ela conta que o procurara pela sua reputação de investigador do sobrenatural e o assassino do pai dela tinha sido uma criatura estranha e peluda, história que a polícia não acredita, o detetive recusa o caso . Dylan muda de ideia e resolve começar a investigar o homicídio quando Marcus é atacado, aparentemente pela mesma criatura assassina. O detetive percebe que o assassino do pai de Elizabeth é um lobisomem e vai atrás da família Cysnos, um dos clãs dessas criaturas que vivem na cidade, disfarçadas de humanos. E quem atacou Marcus foi um zumbi. Enquanto isso, o vampiro e traficante Vargas procura pelo objeto místico chamado de "coração", que Dylan descobre ter sido roubado do pai de Elizabeth pelo lobisomem.

Diferenças dos quadrinhos e do filme[editar | editar código-fonte]

  • O cenário foi mudado de Londres para Nova Orleans. A ambientação nos Estados Unidos foi aceita pela Sergio Bonelli Editore[2] .
  • O assistente de Dylan foi mudado de Groucho para Marcus devido a falta de acerto com os detentores da imagem de Groucho Marx [3] .
  • O carro Volkswagen de Dylan nos quadrinhos é branco mas no filme é preto, pois os produtores não queriam associar o veículo a Herbie, o fusca da Walt Disney Company. A placa também foi mudada, de DYD666 para DYD189 [4] .
  • Nos quadrinhos, Dylan usa a frase "Giuda ballerino!" (Judas Dançarino) que apesar de ter sido incluida no roteiro, foi cortada na edição. Na versão americana, Brandon Routh diz "Jackpot!" que é substituida pela dos quadrinhos na versão italiana.

Veja também[editar | editar código-fonte]

  • Cemetery Man, outro filme baseado no trabalho de Tiziano Sclavi.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]