Epístolas (Platão)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Epístolas é um conjunto de treze cartas tradicionalmente creditadas ao filósofo grego Platão. A autencidade destas cartas é tema de controvérsia entre os estudiosos e acadêmicos.

Sétima Carta[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Sétima Carta

A sétima carta é dirigida aos associados e companheiros de Díon, provavelmente após seu assassinato em 353 a. C.. É a mais longa das epístolas e considerada a mais importante. Provavelmente é uma carta aberta e contém uma defesa das atividades políticas de Platão em Siracusa, bem como uma longa digressão sobre a natureza da filosofia, a teoria das formas e os problemas inerentes ao ensino. Ela também defende a chamada "doutrina não escrita" de Platão, que pede que nada de importante seja comprometido com a escrita.

Ícone de esboço Este artigo sobre filosofia/um(a) filósofo(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.