Saltar para o conteúdo

Esgueira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Portugal Portugal Esgueira 
  Freguesia  
Fachada principal da Igreja Matriz de Esgueira.
Fachada principal da Igreja Matriz de Esgueira.
Fachada principal da Igreja Matriz de Esgueira.
Símbolos
Brasão de armas de Esgueira
Brasão de armas
Localização
Localização no município de Aveiro
Localização no município de Aveiro
Localização no município de Aveiro
Esgueira está localizado em: Portugal Continental
Esgueira
Localização de Esgueira em Portugal
Coordenadas 40° 38' 44" N 8° 37' 46" O
Região Centro
Sub-região Região de Aveiro
Distrito Aveiro
Município Aveiro
Código 010505
Administração
Tipo Junta de freguesia
Características geográficas
Área total 17,15 km²
População total (2021) 13 505 hab.
Densidade 787,5 hab./km²
Outras informações
Orago Santo André

Esgueira é uma povoação portuguesa sede da Freguesia de Esgueira do Município de Aveiro, freguesia com 17,15 km² de área[1] e 13505 habitantes (censo de 2021)[2], tendo, por isso, uma densidade populacional de 787,5 hab./km².

A freguesia tem sede na vila da Esgueira e inclui vários lugares: Bairro do Vouga, Agras do Norte, Olho D'Água, Mataduços, Alumieira, Paço, Quinta do Simão, Taboeira, Caião, Bela Vista e Cabo Luís.

História[editar | editar código-fonte]

A história de Esgueira remonta a tempos antigos, embora o documento onde aparece pela primeira vez o seu nome date do ano de 1050.

A sua situação geográfica, junto da linha de maré, permitiu-lhe até ao século XVII a exploração de marinhas de sal com um comércio ativo e uma intensa vida marítima durante séculos, tendo sido elevada a cabeça de comarca com jurisdição sobre 31 vilas e 10 concelhos.

Recebeu foral do conde D. Henrique em 1110.

Em 1116, o Mosteiro do Lorvão tinha também bens nesta vila, que o nosso primeiro rei alargou em 1176, com a doação de Taboeira e outras.

Mas foi D. Sancho I que em Outubro de 1210 lhe definiu o senhorio por testamento à sua filha D. Teresa.

Na segunda metade do século XV, passou a ser habitada por D. Pedro d'Eça, bisneto do rei D. Pedro I de Portugal, originando assim a mais nobre família da zona.

Em 8 de junho de 1515, foi dado Foral à vila de Esgueira por D. Manuel I.

Entre 1528 e 1836, Esgueira foi concelho, constituído pelas freguesias de Esgueira, Cacia, Nariz, e Palhaça. Tinha, em 1801, 4 426 habitantes.

Com a elevação de Aveiro a cidade e a sua passagem à categoria de terra da Coroa, após o confisco aos duques implicados no atentado contra D. José I, desapareceram os antigos privilégios do ducado, podendo Aveiro ser cabeça de comarca e transferindo-se então a hegemonia de Esgueira para aquela cidade.

O decreto de 6 de novembro de 1836, extinguindo o concelho e anexando Esgueira a Aveiro na qualidade de simples freguesia, rematou esse movimento de decadência.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Nota: Pelo decreto nº 12.611, de 29/10/1926, o lugar de Azurba deixou de fazer parte desta freguesia, passando a pertencer à freguesia de Eixo.

A população registada nos censos foi:[2]

População da Freguesia de Esgueira[3]
AnoPop.±%
1864 1 836—    
1878 2 109+14.9%
1890 2 361+11.9%
1900 2 491+5.5%
1911 3 015+21.0%
1920 3 182+5.5%
1930 3 744+17.7%
1940 4 215+12.6%
1950 5 205+23.5%
1960 6 858+31.8%
1970 8 479+23.6%
1981 11 720+38.2%
1991 10 930−6.7%
2001 12 262+12.2%
2011 13 431+9.5%
2021 13 505+0.6%
Distribuição da População por Grupos Etários[4]
Ano 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos
2001 2179 1774 7007 1302
2011 2153 1562 7972 1744
2021 1798 1470 7662 2575

Património[editar | editar código-fonte]

  • Igreja Matriz de Esgueira
  • Pelourinho de Esgueira
  • Capelas do Espírito Santo, de Nossa Senhora do Desterro, do Sol-Posto
  • Antiga cadeia
  • Casa das Almeidas
  • Edifício seiscentista das ruas da igreja e da Câmara
  • Edifícios setecentistas da Rua dos Balcões e da Rua da Igreja
  • Fontes da Ribeira, da Mina e do Meio
  • Largo do Pelourinho
  • Cruzeiro
  • Capelas de Nossa Senhora da Ajuda, de Nossa Senhora da Alegria, de Santa Maria Madalena e de São Pedro
  • Casa dos condes de Tabueira com capela
  • Solar da Cruz, Família Almeida d'Eça

Política[editar | editar código-fonte]

Eleições autárquicas (Junta de Freguesia)[editar | editar código-fonte]

Partidos % M % M % M % M % M % M % M % M % M % M % M
1976 1979 1982 1985 1989 1993 1997 2001 2005 2009 2013
CDS-PP 33,2 4 57,1 12 N/D 36,5 5 28,9 4 23,0 3 16,9 2 17,2 2
PS 29,8 3 18,9 3 21,0 3 28,9 4 31,9 4 42,2 7 48,2 8 43,8 6 44,6 6 32,4 5
PPD/PSD 22,5 2 11,6 2 23,0 3 29,1 4 32,8 5 30,0 4 23,0 3
FEPU/APU/CDU 9,9 - 9,6 2 10,1 1 6,9 1 7,1 1 5,9 - 6,0 - 9,8 1 5,5 - 6,9 1
PRD 6,2 1
PSD-CDS 38,1 6 38,7 6 34,4 6
BE 7,0 1 5,3 -
IND 11,2 1
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Esgueira

Referências

  1. «Carta Administrativa Oficial de Portugal CAOP 2013». descarrega ficheiro zip/Excel. IGP Instituto Geográfico Português. Consultado em 10 de dezembro de 2013. Arquivado do original em 9 de dezembro de 2013 
  2. a b Instituto Nacional de Estatística (23 de novembro de 2022). «Censos 2021 - resultados definitivos» 
  3. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  4. INE. «Censos 2011». Consultado em 11 de dezembro de 2022 
Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.