Saltar para o conteúdo

Diferenças entre edições de "Bifosfonato"

 
Em 2011, segundo o [[Journal of the American Dental Association]] (ADA), recomendou que antes de iniciar um tratamento com bifosfonato, o paciente devesse passar por avaliações odontológicas minuciosas e periódicas, realizando possíveis tratamentos a fim de minimizar os riscos futuros — haja vista que qualquer procedimento odontológico mais invasivo, como cirurgias orais, aumenta-se o risco de osteonecrose dos maxilares associada aos bifosfonatos.<ref>{{citar periódico |url=https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/22041409/ |titulo=Managing the care of patients receiving antiresorptive therapy for prevention and treatment of osteoporosis: executive summary of recommendations from the American Dental Association Council on Scientific Affairs |publicado=Journal of the American Dental Association |primeiro1=John W |último1=Hellstein |primeiro2=Robert A |último2=Adler |primeiro3=Beatrice et al. |último3=Edwards |data=Novembro de 2011 |número=142 |volume=11 |páginas=1243–51 |doi=10.14219/jada.archive.2011.0108 |pmid=22041409 |acessodata=9 de janeiro de 2021}}</ref>
 
{{Notas}}
 
{{Referências|col=2}}