Estádio Cidade de Coimbra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

{{Info/Estádio

| nome_completo      = Estádio Cidade de Coimbra
| imagem             = Estadio Cidade de Coimbra.JPG
| nome_img           = 
| nome_estádio       = Estádio Cidade de Coimbra
| local              = Rua D. Manuel I, Santo António dos Olivais, Coimbra
| Coordenadas        = 
| ano_construção     = 
| remodelado         = 2003
| expandido          = 
| fechado            = 
| demolido           = 
| datainauguração    = 27 de setembro de 2003 (16 anos)
(concerto dos Rolling Stones) | jogoinauguração = [[Associação - Organismo Autónomo de Futebol|]-Benfica 1-3
(29 de outubro de 2003) | 1ogol = | capacidade = 29.622 espectadores[1] | publicorecorde = | datarecorde = | jogorecorde = | dimensãogramado = 105 x 68 m | gramado = Relva natural | proprietário = Câmara Municipal de Coimbra | administrador = | custo = | custoa = | arquitecto = António Monteiro , Plarq | antigos_nomes = Estádio Municipal de Coimbra | mandante = Associação de Coimbra - Organismo Autónomo de Futebol

}} O Estádio Cidade de Coimbra localiza-se na zona da Solum, freguesia de Santo António dos Olivais, cidade de Coimbra, em Portugal. Pertence à Câmara Municipal de Coimbra e é utilizado pela Associação de Coimbra - OAF.

Características[editar | editar código-fonte]

O Estádio Municipal de Coimbra apresenta uma solução construtiva extremamente leve, baseada essencialmente em estruturas metálicas e vidro, para que não se sobressai pelo seu peso, mas pelas suas formas e linhas. O desenho da obra não pretende remeter para quaisquer referências históricas ou tradicionais, mas antes criar uma imagem nova e contemporânea com recurso a sistemas construtivos de grande qualidade, com fachadas de vidro, cobertura estética e estruturalmente apoiada nas bancadas esbeltas.

Quanto às bancadas, a bancada poente (com dois anéis) acomoda as áreas mais nobres do estádio, assim como as principais áreas de apoio, incluindo balneários e restantes espaços dos atletas, áreas administrativas, loja comercial do desporto, centro de media e Museu do desporto. Nela também estão instalados os camarotes e estúdios de televisão, tal como a tribuna VIP. A bancada sul estende-se como corpo curvilíneo com dois anéis, em que o superior será coberto. No inferior haverá dois pisos de comércio e parques subterrâneos. Entre os dois anéis existem camarotes, onde está também instalado, um restaurante panorâmico, com vista para a cidade e para o interior do estádio. A bancada nascente é idêntica à poente em termos arquitectónicos, embora em termos de serviços oferecidos seja igual à bancada sul. Já a bancada norte é um corpo curvilíneo com apenas um anel, que é parcialmente coberto com uma estrutura leve com telas pré-tensionadas onde está instalado um ecrã gigante.

O Estádio Municipal de Coimbra conservou a pista de atletismo nas obras de reconstrução do antigo para o novo estádio.

Concertos[editar | editar código-fonte]

Concerto dos U2 em Coimbra.

O estádio foi inaugurado 27 de Setembro de 2003 com um concerto dos The Rolling Stones.

Os U2 tocaram neste estádio em dois concertos a 2 e 3 de Outubro de 2010, no âmbito das festas da cidade em honra da Rainha Santa Isabel para um publico de quase 40 mil pessoas.

George Michael atuou em maio de 2007, na abertura do 25 Live Tour, a digressão comemorativa dos 25 anos de carreira do músico, que percorreu 33 estádios de futebol na Europa.[2]

Madonna actuou neste estádio no dia 24 de Junho de 2012 durante a MDNA Tour, também num concerto no âmbito das festas da cidade em honra da Rainha Santa Isabel.

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Estádio Cidade de Coimbra
  1. «Estádio Cidade de Coimbra». Associação de Coimbra. Consultado em 2 de setembro de 2017 
  2. «George Michael "vai mesmo actuar" em Coimbra»