Federação Portuguesa das Associações de Surdos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura outros significados da sigla FPAS, veja FPAS.

A Federação Portuguesa das Associações de Surdos (FPAS) é uma instituição de solidariedade social, sem fins lucrativos, em Portugal. Tem como objetivos representar as instituições e associações de surdos nela filiadas perante o governo português ou Assembleia da República; representar as associações em organizações internacionais de surdos, quer existentes quer em vias se serem criadas; gerir recursos financeiros, pondo-os à disposição das instituições.

História[editar | editar código-fonte]

No 1º Congresso Nacional de Surdos, em Junho de 1993, foi entendida a necessidade de criar uma Federação Portuguesa de Associações de Surdos. Assim sendo, em Dezembro de 1993 foi oficializada a Federação Portuguesa das Associações de Surdos, tendo sido promovida pelas associações:

Actualmente a FPAS tem filiadas 11 associações de surdos, de vários pontos de Portugal.

Em 2000, acordou um protocolo, com o Ministério da Justiça, que consiste em facultar o serviço de intérprete de Língua Gestual Portuguesa para todos os surdos, no âmbito da justiça. Nesse ano também se filiou à European Union of the Deaf (EUD) e à World Federation of the Deaf (WFD).

Ligações externas e referências[editar | editar código-fonte]

  1. Associação de Surdos de Braga