Gábor Király

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gábor Király
Gábor Király
Király durante treino do Munique 1860, em 2009.
Informações pessoais
Nome completo Gábor Ferenc Király
Data de nasc. 1 de abril de 1976 (40 anos)
Local de nasc. Szombathely,  Hungria
Nacionalidade Hungria húngara
Altura 1, 93 m
Ambidestro
Apelido Pijama Man
Informações profissionais
Período em atividade 1993presente (23 anos)
Clube atual Hungria Szombathelyi Haladás
Número 1
Posição Goleiro
Clubes de juventude
19931995 Hungria Szombathelyi Haladás
Clubes profissionais1
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
19931997
19972004
20042007
2006
20062007
20072008
2009
20092014
20142015
2015
Hungria Szombathelyi Haladás
Alemanha Hertha Berlim
Inglaterra Crystal Palace
Inglaterra West Ham United (emp.)
Inglaterra Aston Villa (emp.)
Inglaterra Burnley
Alemanha Bayer Leverkusen (emp.)
Alemanha Munique 1860
Inglaterra Fulham
Hungria Szombathelyi Haladás
0096 0000(0)
0252 0000(0)
0111 0000(0)
0000 0000(0)
0006 0000(0)
0029 0000(0)
0000 0000(0)
0178 0000(0)
0005 0000(0)
0033 0000(0)
Seleção nacional3
19961997
1998
Flag of Hungary.svg Hungria Sub-21
Flag of Hungary.svg Hungria
0010 0000(0)
0107 0000(0)


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 29 de junho de 2016.


3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 29 de junho de 2016.

Gábor Ferenc Király[1] mais conhecido como Gábor Király,[2] ou simplesmente Király (Szombathely, 1º de abril de 1976),[3] é um futebolista húngaro que atua como goleiro. Atualmente joga pelo Szombathelyi Haladás,[4] clube onde iniciou sua carreira em 1993, aos 17 anos.

Sua característica é de sempre atuar com calças de moleton compridas, que fizeram-no receber o apelido "Pijama Man"[5] .

Em junho de 2016, com 40 anos e 2 meses, tornou-se o jogador mais velho a disputar uma Eurocopa.[6]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Também jogou na Alemanha, vestindo as camisas de Hertha Berlim Bayer Leverkusen e Munique 1860, e na Inglaterra, defendendo Crystal Palace, West Ham United, Aston Villa e Burnley. Em 2015, Király voltou ao Szombathelyi Haladás, onde permanece até hoje.

Seleção Húngara[editar | editar código-fonte]

Király, que defende a Seleção Húngara desde 1998, fazendo sua estreia contra a Áustria. Neste jogo, defendeu um pênalti do veterano Toni Polster, garantindo a vitória magiar por 3 a 2. Durante as eliminatórias europeias para a Copa de 2006, foi o único jogador húngaro a disputar as 10 partidas do selecionado, que não obteve a classificação. Permaneceu 3 anos fora das convocações da Hungria (seu último jogo foi na surpreendente derrota por 2 a 1 para Malta, em outubro de 2006), voltando a defender a equipe em 2009, agora como reserva de Gábor Babos.

Em novembro de 2015, aos 39 anos, o goleiro disputou a 100ª partida de sua carreira internacional contra a Noruega, tornando-se o segundo húngaro a fazê-la (o primeiro havia sido József Bozsik, integrante do "Time de Ouro" dos anos 50), e desde então, é o recordista de participações pela equipe, com 103 jogos disputados. Convocado para a Eurocopa de 2016, Király é, aos 40 anos de idade, o atleta mais velho a disputar o torneio, superando o alemão Lothar Matthäus, que disputara a Eurocopa de 2000 aos 39.[6]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Szombathelyi Haladás
Hertha Berlin
Individuais
  • Futebolista Húngaro do Ano: 1998, 1999, 2000 e 2001
  • Melhor goleiro da Bundesliga: 1997-98
  • Melhor goleiro da Hungria na última década: 2010
  • Nomeado no Hertha Berlin do "Esquadrão do Século"
  • Prêmio Prima: 2012

Referências