Gary Vaynerchuk

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gary Vaynerchuk
Gary Vaynerchuk
Nome completo Gennady Vaynerchuk
Nascimento 14 de novembro de 1975
Babruysk, União Soviética
Nacionalidade norte-americano
Fortuna = US$ 100 milhões dólaresAumento[1][2]
Principais trabalhos VaynerMedia
Página oficial
garyvaynerchuk.com

Gary Vaynerchuk (em russo: Гари (Геннадий) Вайнерчук) (nome de nascença Gennady Vaynerchuk[3][4] em 14 de novembro de 1975) é um empreendedor americano, quatro vezes escolhido melhor autor de best-sellers reconhecidos pelo New York Times, palestrante e personalidade na internet internacionalmente reconhecido.[5][6] Inicialmente conhecido como um famoso crítico de vinhos que fez com que a vinícola de sua família aumentasse seus lucros de $3 milhões para $60 milhões, Vaynerchuk é mais conhecido como um pioneiro do marketing digital e de redes sociais nas empresas nova-iorquinas VaynerMedia e VaynerX.[7][8]

Vaynerchuk é investidor anjo ou consultor da Uber, Birchbox, Snapchat, Facebook, Twitter e Tumblr, entre outras. Ele frequentemente realiza palestras em congressos de tecnologia e empreendedorismo global.[9]

Início de sua vida[editar | editar código-fonte]

Vaynerchuk nasceu na União Soviética e migrou para os Estados Unidos em 1978, depois de a União Soviética ter assinado os tratados de SALT I, que permitiam que Judeus Soviéticos deixassem o país em troca de trigo americano.[10] Gary e oito de seus familiares viviam em um pequeno apartamento no Queens, Nova Iorque. Depois de morar no Queens, Vaynerchuk e sua família se mudaram para Edison, Nova Jérsei, onde Vaynerchuk operou uma franquia de bancas de limonada e ganhou milhares de dólares em encontros de fim de semana para troca de cartões de baseball.[11][12] Aos 14 anos entrou no ramo varejista de venda de vinho de sua família. Vaynerchuk se formou bacharel na faculdade de Mount Ida College em Newton, Massachusetts, em 1998.[13]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Wine Library[editar | editar código-fonte]

Depois de concluir a faculdade em 2001, Vaynerchuk assumiu as operações diárias da loja Springfield Township, Union County, New Jersey|Springfield, Nova Jérsei de seu pai, a Shopper's Discount Liquors. Gary mudou o nome da loja para Wine Library, lançou as vendas on-line e em 2006 deu início à Wine Library TV, um webcast diário sobre vinhos.[14]

Através de uma combinação de e-commerce, e-mail marketing e precificação, Vaynerchuk fez o negócio crescer de $3 milhões para $60 milhões anuais em 2005. Em agosto de 2011, Vaynerchuk anunciou que mudaria de ramo para constituir a VaynerMedia, a agência digital que ele fundou junto com seu irmão em 2009.[14][15]

VaynerMedia[editar | editar código-fonte]

Em 2009, Gary, junto com seu irmão, A.J. Vaynerchuk, fundaram a VaynerMedia, uma agência digital com foco em mídias sociais.[16] A empresa presta serviços estratégicos e de mídias sociais para empresas categoria Fortune 500, como General Electric, Anheuser-Busch, Mondelez e PepsiCo.[16][17] Em 2015, a VaynerMedia foi apontada como uma das agências categoria A-List da AdAge.[17] Com 600 funcionários em 2016, a VaynerMedia acumulou $100 milhões em receitas.[18] A empresa também firmou parceria com a Vimeo para conectar marcas e produtores de vídeos de conteúdo digital.[19]

The Gallery[editar | editar código-fonte]

Em 2017, o The Wall Street Journal informou que Vaynerchuk constituiu a The Gallery, uma nova empresa proprietária da PureWow, após sua aquisição por Vaynerchuk e RSE Ventures, junto com outros ativos relativos a mídia e conteúdo criativo.[5][20] PureWow CEO Ryan Harwood é o CEO da The Gallery. Sendo uma empresa irmã da agência digital VaynerMedia, a Marketing Dive escreveu sobre a PureWow dizendo que "a união de forças com a VaynerMedia abre portas para aumentar as capacidades de produção de vídeos, considerando as equipes e recursos existentes na empresa."[21]

Investimentos[editar | editar código-fonte]

Vaynerchuk fez vários investimentos pessoais como investidor anjo, incluindo a editora voltada ao público feminino, a PureWow, em 2017. Ele também investiu no Uber, Facebook, Twitter, Venmo e dezenas de outras start-ups.[22]

VaynerRSE[editar | editar código-fonte]

Após a saída do Tumblr e da Buddy Media, Vaynerchuk iniciou a VaynerRSE como um fundo de investimentos de $25 milhões com Matt Higgins da RSE Ventures e apoiado pela Miami Dolphins, de propriedade de Stephen Ross. O fundo foca em tecnologias para o consumidor e atua como uma incubadora além dos tradicionais investidores anjo.[23]

BRaVe Ventures[editar | editar código-fonte]

Em 2014, Vaynerchuk firmou parceria com os empresários de TV social Jesse Redniss e David Beck para constituir a BRaVe Ventures.[24] A empresa presta consultoria de tecnologias emergentes a redes de televisão e atua como fundo e incubadora de start-ups e de tecnologias emergentes "multi-screen" e de redes sociais.[25] Em novembro de 2016, Variety informou que a Turner Broadcasting System firmou parceria com os negócios de consultoria da BRaVe Ventures para desenvolver negócios e estratégias para suas marcas, TBS e TNT.[26]

VaynerSports[editar | editar código-fonte]

Em 2016, Vaynerchuk investiu na agência esportiva Symmetry, e assim constituiu a VaynerSports para prestar serviços completos de representação para atletas. Em 2017, a VaynerSports incluiu participantes da NFL, incluindo Jalen Reeves Maybin e Jon Toth.[27][28]

Mídia[editar | editar código-fonte]

Planet of the Apps[editar | editar código-fonte]

Em fevereiro de 2017, a Apple e a Propagate anunciaram o lançamento do Planet of the Apps, um programa reality show de TV com elenco fixo, incluindo Vaynerchuk, will.i.am e Gwyneth Paltrow.[29] Neste programa conhecido como Shark Tank meets American Idol, Vaynerchuk e a equipe avaliam demonstrações de desenvolvedores de aplicativos que competem por investidores. O elenco do programa se uniu à Product Hunt para Passar por Austin, San Francisco, Los Angeles e Nova Iorque.[30][31]

DailyVee[editar | editar código-fonte]

DailyVee é um programa diário de documentários no YouTube, que traz a crônica da vida de Vaynerchuk como pai, empresário e CEO. Iniciado em 2015, Vaynerchuk faz vídeos ao vivo, entrevistando outras pessoas e transmitindo reuniões de investidores e sessões estratégicas na VaynerMedia.[32] No programa, Vaynerchuk implementa estratégias de mídia socia, principalmente através do Snapchat, para demonstrar como se faz marketing em mídias sociais.[33]

The #AskGaryVee Show[editar | editar código-fonte]

Em 2014, Vaynerchuk lançou o programa #AskGaryVee no YouTube, com sua equipe pessoal de produção de conteúdo. No programa, Vaynerchuk recebe perguntas do Twitter e Instagram e responde de maneira própria e improvisada.[34] As perguntas do programa, a maioria sobre empreendedorismo, família e negócios, são pré-selecionadas pela equipe de produção, mas não são reveladas para Vaynerchuk até a gravação de cada programa. O AskGaryVee inspirou o quarto livro de Vaynerchuk, AskGaryVee: One Entrepreneur's Take on Leadership, Social Media, and Self-Awareness.[35]

Wine Library TV[editar | editar código-fonte]

New Media Expo 2008
Esquerda: com Justine & Leo Laporte; Direita: com Ben Parr, Ezarik, et al.

Vaynerchuk apresentou um video blog no Youtube chamado Wine Library TV (WLTV ou The Thunder Show) de 2006 a 2011, com críticas, degustações e recomendações sobre vinhos. O programa foi lançado em fevereiro de 2006 e foi produzido diariamente na loja Wine Library em Springfield, Nova Jérsei.[36] Vaynerchuk apareceu na capa da edição de dezembro de 2008 da revista Mutineer Magazine, lançando a série "Mutineer Interview".[37] Entre as celebridades convidadas estavam Jancis Robinson, Heidi Barrett, Kevin Rose, Timothy Ferriss, Jim Cramer da CNBC's Mad Money, Wayne Gretzky e Dick Vermeil.[38]

Ao completar 1000 episódios em 2011, Vaynerchuk terminou o programa e o substituiu por um podcast de vídeo, o Daily Grape. Em agosto de 2011, Vaynerchuk anunciou no Daily Grape que estava saindo do ramo de vídeo blogs de vinhos.[39][40]

Wine & Web[editar | editar código-fonte]

Em 2010, Vaynerchuk lançou o Wine & Web na rádio satélite Sirius XM. A programação unia degustações de vinhos novos em um segmento chamado “Wine of the Week” com a cobertura de dispositivos, tendências e start-ups no segmento “Web of the Week”.[41]

Autorias[editar | editar código-fonte]

Vai fundo![editar | editar código-fonte]

Em março de 2009, Vaynerchuk assinou um contrato de 10 livros com a HarperStudio, da ordem de mais de $1.000.000 e lançou seu primeiro livro, Vai fundo! Por que agora é o momento de ganhar dinheiro fazendo o que você gosta, em outubro de 2009.[42] Nas primeiras semanas de seu lançamento, Vai fundo! alcançou o 1º lugar no ranking Amazon de livros mais vendidos, na categoria livros de Web Marketing. Ele também alcançou o segundo lugar na lista de livros mais vendidos do New York Times e na lista do Wall Street Journal.[43]Vai fundo! foi citado na ReadWrite, CBS News, e Psychology Today.[44][45][46] Vai fundo! foi também um dos primeiros livros lançados na plataforma Vook.[47]

Gratidão[editar | editar código-fonte]

Em 2011, o segundo livro de Vaynerchuk, "Gratidão", alcançou a segunda posição na lista de livros mais vendidos do New York Times. O livro Gratidão explora os números e fatores sutis que geram relações de sucesso entre empresas e consumidores.[48]

Nocaute[editar | editar código-fonte]

Em 2013, Vaynerchuk lançou seu terceiro livro, “Nocaute: Como Contar Sua História no Disputado Ringue das Redes Sociais”, pela editora Harper Business. Ao destacar campanhas e estratégias que tiveram sucesso e fracassaram nas maiores plataformas de mídias sociais, o terceiro livro de Vaynerchuk mostra estratégias e táticas de marketing em mídias sociais que as empresas devem evitar ou adotar. “Nocaute” chegou ao topo da lista de livros de negócios do Wall Street Journal e à quarta posição na lista de mais vendidos do New York Times.[49][50]

AskGaryVee: One Entrepreneur's Take on Leadership, Social Media, and Self-Awareness[editar | editar código-fonte]

Em março de 2016, Vaynerchuk lançou seu quarto livro, AskGaryVee: One Entrepreneur's Take on Leadership, Social Media, and Self-Awareness, pela editora Harper Business, que faz parte da Harper Collins. Com base no programa de Vaynerchuk no YouTube, #AskGaryVee, Vaynerchuk reuniu as melhores perguntas e respostas de seu programa no YouTube em um livro baseado em categorias, incluindo autoconhecimento, paternidade e concorrência empresarial. #AskGaryVee marca o quarto bestseller de Vaynerchuk no New York Times.[49]

Detonando![editar | editar código-fonte]

Em 2018, chega ao Brasil através da editora Alta Books, o livro Detonando! em que Gary compartilha histórias de empreendedores que se tornaram mais ricos — não apenas financeiramente — do que imaginavam seguindo os princípios de Vai Fundo!. O segredo de seus sucessos (e de Gary) está intrinsecamente ligado ao entendimento das redes sociais disponíveis na internet e a disposição para botar a mão na massa e fazer com que essas ferramentas funcionem em seu potencial máximo. Ele oferece conselhos teóricos e táticos sobre como se tornar importante em redes mais antigas como Twitter, Facebook, YouTube, Instagram, Pinterest e Snapchat; plataformas de podcast como Spotify, Soundcloud, iHeartRadio e iTunes; e plataformas emergentes, como Musical.ly.

Reconhecimento[editar | editar código-fonte]

Vaynerchuk falando em South by Southwest em 2016

Vaynerchuk foi objeto de reportagem no "The New York Times",[51] The Wall Street Journal,[52] GQ, e Time,[53] e participou do programa Late Night with Conan O'Brien e Ellen.[54] Nos anos 2000, Vaynerchuk foi descrito como "o primeiro guru do vinho da era YouTube",[55][56] "o novo superastro mundial do vinho",[57] e, por Rob Newsom, um fabricante de vinhos do estado de Washington, "além de Robert M. Parker, provavelmente o crítico de vinhos mais influente dos Estados Unidos".[58] Em 2003, a Market Watch magazine concedeu a Gary Vaynerchuk seu prêmio "Market Watch Leader" tornando-o o mais jovem a receber esta premiação. Em julho de 2009, a revista Decanter elegeu Vaynerchuk como o Nº 40 no ranking "The Power List" de pessoas com influência no mercado de vinhos, mencionando que ele "representa o poder dos blogs".[59][60]

Em 2011, o The Wall Street Journal apontou Vaynerchuk em sua lista de Pequenas Empresas, Grandes Negócios do Twitter e a Business Week da Bloomberg o incluiu em sua lista de 20 Pessoas Que Todo Empreendedor Deve Seguir.[61] Em 2013, Vaynerchuk foi capa da edição de novembro da revista Inc. em uma reportagem sobre "Como Dominar as 4 maiores Plataformas de Redes Sociais.”[62]

Em 2014, ele entrou na lista “Fortune’s 40 Under 40” e foi selecionado para ser jurado no concurso Miss America. Em 2015 ele foi incluído na lista “New York Business 40 Under 40”, da Crain, e na lista da revista Inc. de “Os Melhores 25 Keynote Speakers de Redes Sociais que Você Precisa Conhecer.”[63] Em 2016, Vaynerchuk foi jurado do Genius Awards.[64][65]

Linhas de Tênis[editar | editar código-fonte]

Desde o final de 2017, orientado por sua estratégia de negócios de se associar a marcas e colocá-las para se desenvolver através do marketing, Vaynerchuk se associa à marcas com dificuldade para recuperá-las através da “máquina” da VaynerMedia e depois lucrar com elas. Sendo assim, em 2017, Vaynerchuk se associou a marca de tênis K-Swiss para lançar dois modelos com sua assinatura.

O sucesso dos modelos 001 e 002 foi muito grande, esgotando todo o estoque em questão de horas. No início de 2018, GaryVee lança o 003 — Clouds & Dirt na versão branca, lançando no segundo semestre do mesmo ano a versão escura. Em junho de 2019 Gary fez o lançamento dos tênis Positivity and Optimism através de uma grande campanha de marketing gerenciada diretamente por sua agência.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Detonando!: Atraia Dinheiro e Influência Fortalecendo sua Marca nas Redes Sociais (2017) ISBN 8550804215
  • #AskGaryVee: One Entrepreneur's Take on Leadership, Social Media, and Self-Awareness (2016) ISBN 0062273124
  • Vai Fundo!: Por Que AGORA é o Momento de Ganhar Dinheiro Fazendo o Que Você Gosta (2009) ISBN 0061914177
  • Gary Vaynerchuk's 101 Wines: Guaranteed to Inspire, Delight, and Bring Thunder to Your World (2008) ISBN 1594868824

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Advice from Entrepreneurs who Grew to $200 Million in Net Worth». Inc. (revista). Consultado em 21 de maio de 2017 
  2. Valencia Higuera. «Tony Robbins and 18 of the richest social media influencers you should be following». MSN. Consultado em 27 de abril de 2017 
  3. «Gary Vaynerchuk - Do u live in San Diego ? I'm doing a... | Facebook». www.facebook.com. Consultado em 18 de abril de 2017 
  4. Lapidario, Milie. Quicklet On Gary Vaynerchuk's Crush It! (CliffsNotes-like Book Summary) (em inglês). [S.l.]: Hyperink Inc. ISBN 9781614647652. Consultado em 27 de abril de 2016 
  5. a b «Gary Vaynerchuk is buying PureWow, a women's media company that generated about $20 million in 2016». Business Insider. Consultado em 27 de abril de 2017 
  6. «How Gary Vaynerchuk Scales The Unscalable». Forbes magazine. Consultado em 27 de abril de 2017 
  7. «Millionaire Gary Vaynerchuk Shares His Secrets on Personal Branding». Entrepreneur magazine. Consultado em 6 de maio de 2017 
  8. «Entrepreneur and investor Gary Vaynerchuk 'cannot wait' for the startup armageddon». Recode. Consultado em 6 de maio de 2017 
  9. «Is Gary Vaynerchuk for real?». Fortune. Consultado em 6 de maio de 2017 
  10. «What Price a Soviet Jew?». The New York Times. 22 de fevereiro de 1981. ISSN 0362-4331. Consultado em 6 de maio de 2017 
  11. «Gary Vaynerchuk Reveals the Skill That Made Him Millions (and That Anyone Can Learn)». Inc. magazine. Consultado em 6 de maio de 2017 
  12. Friend, tad. "V-va-va-voom!", The New Yorker, June 7, 2010. "He thumped his heart. 'I was born in the Soviet Union, and we were poor when we came here' — to Edison, New Jersey — 'so it's incredible to me that that many people are interested.'"
  13. Asimov, Eric. «Pop goes the critic». The New York Times. Consultado em 6 de maio de 2017 
  14. a b «At Wine Superstores, Tastings Are Just the Start». Consultado em 6 de maio de 2017 
  15. «SELLING WINE THE WEB 2.0 WAY». KERMIT PATTISON. Fast Company. Consultado em 6 de maio de 2017 
  16. a b «Riding the Hashtag in Social Media Marketing». New York Times. Consultado em 6 de maio de 2017 
  17. a b «Ad Age's 2015 Agency A-List Standouts: Grey, 180LA, AKQA and More». Consultado em 6 de maio de 2017 
  18. «CNBC's 'Follow the Leader' Uncovers the Secrets to Entrepreneurial Success». CNBC. Consultado em 6 de maio de 2017 
  19. «Vimeo and VaynerMedia Create Exclusive Content Partnership». AdAge. Consultado em 6 de maio de 2017 
  20. «Gary Vaynerchuk Acquires Women's Publisher PureWow». The Wall Street Journal. Consultado em 6 de maio de 2017 
  21. «Agency entrepreneur Gary Vaynerchuk buys women's lifestyle publisher». Marketing Dive. Consultado em 6 de maio de 2017 
  22. «How Gary Vaynerchuk Chooses Angel Investments». Inc. magazine. Consultado em 6 de maio de 2017 
  23. «Here's what Gary Vaynerchuck is really up to with that new $25M fund (exclusive)acessodata=2017-05-06». Venture Beat 
  24. «The Daily Startup: Digital Media Veterans Launch BRaVe Ventures». The Wall Street Journal. Consultado em 6 de maio de 2017 
  25. «Jesse Redniss, David Beck, and Gary Vaynerchuk Form BRaVe Ventures». AdWeek. Consultado em 6 de maio de 2017 
  26. «Turner Taps Consultancy to Build Ventures Around TBS, TNT». Variety. Consultado em 6 de maio de 2017 
  27. «Gary Vaynerchuk Creates VaynerSports to Go After the Sports Agency Market with Social Media». jobsinsocialmedia. Consultado em 6 de maio de 2017 
  28. «VaynerSports gets off to quick start with NFL draft prospects». The Business Journals. Consultado em 6 de maio de 2017 
  29. «3 big-name celebrities will be mentors on Apple's new show about apps». Business Insider. Consultado em 6 de maio de 2017 
  30. «There's nothing original about Apple's first foray into original TV». QZ. Consultado em 6 de maio de 2017 
  31. «Somebody at Apple thought the reality show 'Planet of the Apps' really needed Jessica Alba». TechCrunch. Consultado em 6 de maio de 2017 
  32. «Gary Vaynerchuk: "Entrepreneurs, You're Doing It Wrong"». Huffington Post]]. Consultado em 6 de maio de 2017 
  33. «Gary Vaynerchuk reveals the skill that made him millions and that anyone can learn». Inc. magazine. Consultado em 6 de maio de 2017 
  34. «#askgaryvee Changing the Mentoring Game for Young Entrepreneurs». Forbes magazine. Consultado em 6 de maio de 2017 
  35. «Why Gary Vaynerchuk's '#AskGaryVee Show' Is Marketing Gold». Entrepreneur magazine. Consultado em 6 de maio de 2017 
  36. Robinson, Jancis, Financial Times. «The online evangelist». Consultado em 6 de maio de 2017 
  37. «Issue #3 Cover Mutineer, Gary Vaynerchuk, Appears on the CBS Early Show». Consultado em 6 de maio de 2017 
  38. Dick Vermeil, Paul Smith and Gary Vaynerchuk - Episode #237
  39. «Gary Vaynerchuk's Daily Grape». Eater magazine. Consultado em 6 de maio de 2017 
  40. «The Final Grape». Consultado em 6 de maio de 2017 
  41. «Gary Vaynerchuk to Host Sirius XM Radio Show». AdWeek. Consultado em 6 de maio de 2017 
  42. Nelson, Sara. «Twitter's "Garyvee" Vaynerchuk Gets A Book Deal». Consultado em 6 de maio de 2017 
  43. Schuessler, Jennifer (1 de novembro de 2009). «Hardcover Advice for the week of October 24, 2009». The New York Times. Consultado em 6 de maio de 2017 
  44. Cameron, Chris (5 de fevereiro de 2010). «Weekend Reading: Crush It! by Gary Vaynerchuk». ReadWriteWeb. Consultado em 6 de maio de 2017 
  45. Pagliarini, Robert (23 de junho de 2010). «Book Review: Gary Vaynerchuck's Crush It!». CBS News. Consultado em 6 de maio de 2017 
  46. Brooks, Katharine (7 de fevereiro de 2010). «Crush Your Dreams and Watch Them Take Off». Psychology Today. Consultado em 6 de maio de 2017 
  47. marketwire.com Gary Vaynerchuk's "Crush It!" Now a Vook
  48. The New York Times The New York Times Best Sellers
  49. a b «NYT Best Sellers». The New York Times. Consultado em 6 de maio de 2017 
  50. «Best-Selling Books Week Ended Dec. 1». The Wall Street Journal. Consultado em 6 de maio de 2017 
  51. Rosen, Jan M. (1 de março de 2009). «Be It Twittering or Bloggin, Its all about marketing». The New York Times. Consultado em 6 de maio de 2017 
  52. Vanessa O'Connell (25 de agosto de 2006). «Ripe for Change: Wine Sales Thrive As Old Barriers Start to Crumble». Wall Street Journal 
  53. Stein, Joel, TIME Magazine. «Totally Uncorked». Time Inc. Consultado em 6 de maio de 2017 
  54. tv.winelibrary.com «About Winelibrary TV». 24 de fevereiro de 2007 
  55. Steinberger, Mike, Slate (1 de agosto de 2007). «Watch Me Drink!» 
  56. Crosariol, Beppi, The Globe and Mail. «YouTube wine guru: A subtle hint of 'Big League Chew'». Toronto. Consultado em 6 de maio de 2017 
  57. Foley, Stephen (3 de agosto de 2008). «Gary Vaynerchuk: The wine world's new superstar». London: The Independent 
  58. Page, Karen & Dornenburg, Andrew, Washington Post (30 de janeiro de 2008). «Suited for the Super Bowl». The Washington Post 
  59. Decanter (July 2009). "The Power List", p.39
  60. Lechmere, Adam, Decanter.com. «Power List 2009: Parker Gives Way to Constellation». Consultado em 6 de maio de 2017 
  61. Sarah E. Needleman. «Twitter's Small-Business Big Shots». Wall Street Journal. Consultado em 6 de maio de 2017 
  62. «How to Master the 4 Big Social-Media Platforms». Inc Magazine. Consultado em 6 de maio de 2017 
  63. «40 Under 40 | Crain's New York Business». www.crainsnewyork.com. Consultado em 6 de maio de 2017 
  64. Segal, David. «Riding the Hashtag in Social Media Marketing». New York Times. Consultado em 6 de maio de 2017 
  65. Fussman, Cal. «Gary Vaynerchuk: What I've Learned». Esquire. Consultado em 6 de maio de 2017 

Links externos[editar | editar código-fonte]