George Robert Stow Mead

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
George Robert Stowe Mead

George Robert Stowe Mead (22 de Março de 1863 - 28 de Setembro de 1933) foi um escritor, editor, tradutor, esoterista e um influente membro da Sociedade Teosófica.

Nasceu em Nuneaton, Warwickshire, Inglaterra em uma família de militares e estudou no The King's School em Rochester e no St John's College em Cambridge.

Mead se tornou membro da Sociedade Teosófica em 1884. Ele deixou o magistério em letras em 1889 e se tornou o secretário pessoal de Helena Blavatsky, o qual permaneceu até a morte dela em 1891. Durante este tempo foi também editor assistente da revista teosófica mensal Lucifer. Quando se tornou o editor renomeou-a para The Theosophical Review.

Após a morte de Blavatsky, inconformado com os rumos que a Sociedade Teosófica estava tomando sob a presidência de Annie Besant, veio a sair desta, assim como vários teósofos. Também foi um dos advogados de acusação no inquérito de Charles Leadbeater por pedofilia. Após a saída fundou a Quest Society e a revista The Quest para continuar seus estudos esotéricos.

Posteriormente, Carl Jung fez-lhe uma visita para agradecer as suas traduções de documentos gnósticos.

Obras[editar | editar código-fonte]

Veja também[editar | editar código-fonte]