Germán Busch Becerra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Germán Bush redireciona para este artigo. Para a província boliviana, veja Germán Busch (província).
Germán Busch Becerra
Presidente da Bolívia
Período 13 de julho de 1937
a 23 de agosto de 1939
Antecessor(a) David Toro Ruilova
Sucessor(a) Carlos Quintanilla Quiroga
Dados pessoais
Nascimento 23 de março de 1904
Santa Cruz Bolívia
Morte 23 de agosto de 1939 (35 anos)
La Paz Bolívia

Germán Busch Becerra (San Javier, Província de Ñuflo de Chaves, Departamento de Santa Cruz, 23 de março de 1904La Paz, 23 de agosto de 1939) foi um militar e político boliviano e presidente de seu país entre 13 de julho de 1937 e 23 de agosto de 1939.

O governo Busch, tratou de estabelecer direitos trabalhistas na Bolívia. Criou o Banco Mineiro, dirigido pelo Estado. Se estatizou totalmente o Banco Central da Bolívia.

É considerado um herói nacional por ter liderado diversos episódios durante a Guerra do Chaco

Precedido por
David Toro Ruilova
Presidentes de Bolívia
1937 - 1939
Sucedido por
Carlos Quintanilla Quiroga
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.