Andrés de Santa Cruz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Andrés de Santa Cruz
Protetor Supremo da Confederação Peru-Boliviana
Período 9 de maio de 1836
a 20 de fevereiro de 1839
Antecessor(a) Cargo criado
Sucessor(a) Pío de Tristán
6.º Presidente do Peru
Período 24 de maio de 1829
a 20 de fevereiro de 1839
Vice-presidente José Miguel de Velasco
Mariano Enrique Calvo Cuellar
Antecessor(a) José Miguel de Velasco
Sucessor(a) José Miguel de Velasco
Presidente do Conselho de Ministros do Peru
Período 29 de junho de 1826
a 9 de junho de 1827
Antecessor(a) Hipólito Unanue
Sucessor(a) Manuel Salazar y Baquíjano
Dados pessoais
Nascimento 5 de dezembro de 1792
La Paz, Vice-Reino do Rio da Prata
Morte 25 de setembro de 1865 (72 anos)
Versalhes, França

Andrés de Santa Cruz Villavicencio y Calaumana (La Paz, 5 de dezembro de 1792Versalhes, França, 25 de setembro de 1865) foi um militar e político peruano-boliviano. Serviu como o sétimo presidente do Peru durante o ano de 1827, foi presidente interino do Peru de 1836 a 1838 e presidente da Bolívia (1829 a 1839). Também serviu como Supremo Protetor da efêmera Confederação Peru-Boliviana (1836 a 1839), uma entidade política criada principalmente por seus esforços pessoais. Após o colapso da Confederação, após a Batalha de Yungay em 20 de janeiro de 1839 contra as tropas chilenas, tentou tomar o poder várias vezes, sem sucesso. Exilado na França, viveu em Versailles. Suas cinzas foram oficialmente repatriadas para a Bolívia em 1965.[1][2]

Referências

  1. «Andrés Santa Cruz». Biografías y Vidas 
  2. «Andres de Santa Cruz». Mundo Andino 


Precedido por
Simón Bolívar
Presidente do Peru
1827
Sucedido por
Manuel Salazar y Baquíjano
Precedido por
José Miguel de Velasco
Presidente de Bolívia
1829 - 1839
Sucedido por
José Miguel de Velasco
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço relacionado ao Projeto Biografias de Políticos. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Andrés de Santa Cruz