Zenón Noriega Agüero

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Zenón Noriega Agüero
Presidente do Peru
Período 1 de Junho de 1950
a 28 de Julho de 1950
Antecessor(a) Manuel A. Odría
Sucessor(a) Manuel A. Odría
Dados pessoais
Nascimento 12 de julho de 1900
Jesús, Cajamarca
Morte 7 de maio de 1957
Lima

Zenón Noriega Agüero (Jesús, Cajamarca, 12 de julho de 1900Lima, 7 de maio de 1957 ) foi um político e Presidente do Peru de 1 de Junho de 1950 a 28 de Julho de 1950.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Noriega nasceu em Cajamarca em 1900, filho de Wenceslao Noriega e María del Carmen Agüero. Ele serviu como deputado de Manuel A. Odría desde que Odría assumiu o poder em um golpe militar em 1948. Em 1 de junho de 1950, Odría deixou formalmente o cargo de presidente para buscar sua candidatura em uma eleição presidencial em que seria o único candidato. Noriega tornou-se presidente da Junta até 28 de julho, quando Odría reassumiu o poder. Os historiadores políticos admitem que Noriega não governou por conta própria, mas seguiu as ordens de Odría. Ele foi imediatamente nomeado primeiro-ministro por Odría, e ocupou esse cargo até agosto de 1954.

Já consagrado como presidente constitucional Odría após uma eleição questionável, Noriega continuou a servir como Ministro da Guerra e Presidente do Conselho de Ministros. Foi promovido a major-general em 1953. Pouco depois de ser acusado de organizar um complô para depor Odría, foi exilado a bordo de um dos navios da Marinha (agosto de 1954). Dizia-se que a conspiração envolvia gente importante, sendo um sintoma do grau de decomposição do regime Odriista.

Noriega foi para a Argentina, onde foi recebido pelo presidente Juan Domingo Perón. Dois anos depois, ele voltou ao Peru e retirou-se para a vida privada. Ele morreu em 1957.[2][3][4]

A tumba de Zenón Noriega repousa no cemitério El Ángel.

Ministros de Estado (Governo de Odría)[editar | editar código-fonte]

  • Brigadeiro-general Zenón Noriega Agüero - Ministro da Guerra.
  • Contra-almirante Roque A. Saldías - Ministro da Marinha.
  • Alejandro Esparza Zañartu - Ministro do Governo (Ministro do Interior).
  • Brigadeiro-general Armando Artola - Ministro do Trabalho e Assuntos Indígenas.
  • General FAP José L. Villanueva - Ministro da Aeronáutica.
  • Contra-almirante Ernesto Rodríguez Ventocilla - Ministro das Relações Exteriores.
  • Contra-almirante Federico Díaz Dulanto - Ministro das Relações Exteriores.
  • Coronel Juan Mendoza Rodríguez - Ministro da Educação Pública.
  • Coronel Alberto León Díaz - Ministro da Agricultura.
  • Tenente Coronel Augusto Villacorta - Ministro da Fazenda e Comércio.
  • Coronel Alberto López - Ministro da Saúde Pública e Assistência Social.
  • Tenente Coronel José del Carmen Cabrejo Mejía - Ministro do Desenvolvimento e Obras Públicas.
  • Tenente Coronel Augusto Romero Lovo - Ministro da Justiça e do Culto.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Montano, Joaquin (13 de novembro de 2018). «Zenón Noriega Agüero: biografía y gobierno». Lifeder (em espanhol). Consultado em 8 de julho de 2021 
  2. Guerra, Margarita: Historia General del Perú. Tomo XII. La República Contemporánea (1919-1950). Primera Edición. Editorial Milla Batres. Lima, Perú, 1984. ISBN 84-499-4818-5
  3. Portocarrero Grados, Ricardo: El Perú Contemporáneo. Incluido en Historia del Perú. Lima, Lexus Editores, 2000. ISBN 9972-625-35-4
  4. Tauro del Pino, Alberto: Enciclopedia Ilustrada del Perú. Tercera Edición. Tomo 11. MEN/OJE. Lima, PEISA, 2001. ISBN 9972-40-160-9

Ver também[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Manuel A. Odría
Presidente do Peru
1950 - 1950
Sucedido por
Manuel A. Odría
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.