Goianá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Goianá
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Goianá
Bandeira
Brasão de armas de Goianá
Brasão de armas
Hino
Gentílico goianaense
Localização
Localização de Goianá em Minas Gerais
Localização de Goianá em Minas Gerais
Goianá está localizado em: Brasil
Goianá
Localização de Goianá no Brasil
Mapa de Goianá
Coordenadas 21° 32' 13" S 43° 12' 07" O
País Brasil
Unidade federativa Minas Gerais
Municípios limítrofes Rio Novo, Piau, Coronel Pacheco, Chácara, São João Nepomuceno
Distância até a capital 301 km
História
Fundação 21 de dezembro de 1995
Administração
Prefeito(a) Estevam de Assis Barreiros (PCdoB, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [2] 153,229 km²
População total (Censo IBGE/2010[3]) 3 659 hab.
Densidade 23,88 hab./km²
Clima Não disponível
Altitude Entre 391 e 989 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 36152-000 a 36154-999[1]
Indicadores
IDH (PNUD/2000 [4]) 0,741 alto
PIB (IBGE/2008[5]) R$ 23 177,237 mil
PIB per capita (IBGE/2008[5]) R$ 6 099,27
Outras informações
Padroeiro(a) Santo Antônio[6]
www.goiana.mg.gov.br (Prefeitura)
www.goiana.mg.leg.br (Câmara)

Goianá é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Sua população estimada em 2017 era de 3.952 habitantes[7].

História[editar | editar código-fonte]

A história de Goianá está ligada à da cidade de Rio Novo, de quem se emancipou apenas em 21-12-1995.

O povoado de Santo Antônio do Limoeiro, origem da atual cidade de Goianá, experimentou grande crescimento com a construção da Estrada de Ferro Juiz de Fora-Piau. Esta ferrovia, cuja estação de Goianá foi inaugurada em 1883, tinha um percurso de Juiz de Fora a Rio Novo, que mais tarde foi incorporada, como um ramal, pela Cia. Leopoldina Railway.

Com a criação da Rede Ferroviária Federal, o ramal que cortava a comunidade foi desativado, e a estação, demolida, restando, porém alguns imóveis residenciais e comerciais que mantêm suas características arquitetônicas.

Distrito criado com a denominação de Goianá (ex-povoado de Santo Antônio do Limoeiro), pela Lei Estadual nº 556, de 30-08-1911, subordinado ao município de Rio Novo. Assim permanecendo essa divisão territorial até 21-12-1995, quando foi elevado á categoria de município, com a denominação de Goianá, pela Lei Estadual nº 12030, desmembrado de Rio Novo. Instalado em 01-01-1997 [8].

Transportes[editar | editar código-fonte]

No município está localizado o Aeroporto Regional da Zona da Mata, que opera voos da Azul Linhas Aéreas Brasileiras e a Gol Linhas Aéreas, e atende Juiz de Fora e região.

Referências

  1. Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. «Busca Faixa CEP». Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC). «Lista por santos padroeiros» (PDF). Descubra Minas. p. 4. Consultado em 14 de setembro de 2017. Cópia arquivada (PDF) em 14 de setembro de 2017 
  7. https://cidades.ibge.gov.br/brasil/mg/goiana/panorama
  8. https://cidades.ibge.gov.br/brasil/mg/goiana/historico

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.