Goianá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Goianá
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Fundação 21 de dezembro de 1995
Gentílico goianaense
Prefeito(a) Estevam de Assis Barreiros (PCdoB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Goianá
Localização de Goianá em Minas Gerais
Goianá está localizado em: Brasil
Goianá
Localização de Goianá no Brasil
21° 32' 13" S 43° 12' 07" O21° 32' 13" S 43° 12' 07" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Zona da Mata IBGE/2008 [1]
Microrregião Juiz de Fora IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Rio Novo, Piau, Coronel Pacheco, Chácara, São João Nepomuceno
Distância até a capital 301 km
Características geográficas
Área 153,229 km² [2]
População 3 659 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 23,88 hab./km²
Altitude Entre 391 e 989 m
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,741 elevado PNUD/2000 [4]
PIB R$ 23 177,237 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 6 099,27 IBGE/2008[5]
Página oficial
Prefeitura www.goiana.mg.gov.br

Goianá é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Sua população estimada em 2017 era de 3.952 habitantes[6].

História[editar | editar código-fonte]

A história de Goianá está ligada à da cidade de Rio Novo, de quem se emancipou apenas em 21-12-1995.

O povoado de Santo Antônio do Limoeiro, origem da atual cidade de Goianá, experimentou grande crescimento com a construção da Estrada de Ferro Juiz de Fora-Piau. Esta ferrovia, cuja estação de Goianá foi inaugurada em 1883, tinha um percurso de Juiz de Fora a Rio Novo, que mais tarde foi incorporada, como um ramal, pela Cia. Leopoldina Railway.

Com a criação da Rede Ferroviária Federal, o ramal que cortava a comunidade foi desativado, e a estação, demolida, restando, porém alguns imóveis residenciais e comerciais que mantêm suas características arquitetônicas.

Distrito criado com a denominação de Goianá (ex-povoado de Santo Antônio do Limoeiro), pela Lei Estadual nº 556, de 30-08-1911, subordinado ao município de Rio Novo. Assim permanecendo essa divisão territorial até 21-12-1995, quando foi elevado á categoria de município, com a denominação de Goianá, pela Lei Estadual nº 12030, desmembrado de Rio Novo. Instalado em 01-01-1997 [7].

Transportes[editar | editar código-fonte]

No município está localizado o Aeroporto Regional da Zona da Mata, que opera voos da Azul Linhas Aéreas Brasileiras e a Gol Linhas Aéreas, e atende Juiz de Fora e região.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. https://cidades.ibge.gov.br/brasil/mg/goiana/panorama
  7. https://cidades.ibge.gov.br/brasil/mg/goiana/historico
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.