Gonzalo Bueno

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gonzalo Bueno
Informações pessoais
Nome completo Gonzalo Diego Bueno Bingola
Data de nasc. 16 de janeiro de 1993 (26 anos)
Local de nasc. Montevidéu, Uruguai
Altura 1,74 m
Canhoto
Apelido Zorrito[1]
Informações profissionais
Período em atividade 2011–
Clube atual Uruguai Nacional
Número 7
Posição Atacante
Clubes de juventude
2007–2011 Uruguai Nacional
Clubes profissionais12
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2011–2013
2013–
2015–
Uruguai Nacional
Rússia Kuban Krasnodar
Uruguai Nacional (emp.)
0051 000(14)
0003 0000(0)
0005 0000(0)
Seleção nacional3
2013
2012
Flag of Uruguay.svg Uruguai Sub-20
Flag of Uruguay.svg Uruguai Olímpico
0006 0000(1)
0001 0000(0)


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 30 de abril de 2015.
2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 30 de abril de 2015.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 30 de abril de 2015.

Gonzalo Diego Bueno Bingola[2] (Montevidéu, 16 de janeiro de 1993[3]) é um futebolista uruguaio que atua como atacante. Atualmente, joga pelo Kuban Krasnodar.

Gonzalo Bueno é filho do ex-futebolista e atual treinador das categorias de base do Nacional, Gustavo Bueno, que era conhecido como Zorro.[4] Sendo assim, Gonzalo recebeu o apelido de Zorrito.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Com 18 anos de idade, ele estreou como jogador profissional em 4 de junho de 2011, em partida válida pelo Campeonato Uruguaio, sendo seu único jogo disputado no Campeonato Uruguaio de 2010–11. Seu time, o Nacional, foi derrotado no Gran Parque Central para o Rampla Juniors por 1 a 0. Seu primeiro gol como profissional foi em sua segunda partida disputada, no dia 18 de setembro, já pelo Campeonato Uruguaio de 2011–12. Bueno ingressou aos 15 minutos da segunda etapa no lugar de Tabaré Viudez e marcou o segundo gol de sua equipe na vitória de 4 a 0 sobre o Cerro Largo, no mesmo estádio de sua estreia.

O jovem atacante debutou no maior clássico uruguaio (Nacional vs. Peñarol) em 20 de novembro do mesmo ano, entrando no intervalo do jogo, no lugar de Mathías Abero.[5] Gonzalo Bueno teve uma destacada atuação, anotando o gol de empate aos 18 minutos do segundo tempo e posteriormente sofrendo o pênalti, convertido por Álvaro Recoba, que decretou a vitória de virada do Nacional por 2 a 1 sobre o seu maior rival. Sendo assim, ele foi eleito como o melhor jogador da partida.[6]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 30 de abril de 2015.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
Nacional 2010–11 1 0 0 1 0 0
2011–12 22 6 9 4 0 0 26 6 9
2012–13 28 8 4 10 4 1 38 12 5
Total 51 14 13 0 0 0 14 4 1 0 0 0 65 18 14
Kuban Krasnodar 2013–14 3 0 0 1 0 0 3 0 1 7 0 1
2014–15 0 0 0 0 0 0
Total 3 0 0 1 0 0 3 0 1 0 0 0 7 0 1
Nacional 2014–15 5 0 0 1 0 0 1 0 0 7 0 0
Total 5 0 0 0 0 0 1 0 0 1 0 0 7 0 0
Total na carreira 59 14 13 1 0 0 18 4 2 1 0 0 79 18 15

Títulos[editar | editar código-fonte]

Nacional

Referências

  1. elnacional.com.uy: Representados por Bentancur no podrían ascender a Primera División (2 de fevereiro de 2012)
  2. ogol.com.br: Dados pessoais de Gonzalo Bueno
  3. ita.worldfootball.net: Ficha técnica do jogador
  4. universidadedofutebol.com.br: Gustavo Bueno, treinador das equipes sub-16 e sub-17 do Nacional, do Uruguai (22 de junho de 2011)
  5. futbol.com.uy: Como le gusta al hincha (20 de novembro de 2011)
  6. elobservador.com.uy: Diferentes caminos para llegar al mismo lugar Arquivado em 23 de novembro de 2011, no Wayback Machine. (22 de novembro de 2011)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]