Gráfica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O Imperador do Brasil, Pedro II, visitando a gráfica dos jornais Le Moniteur universel e Le Monde illustré.

Uma gráfica é uma entidade prestadora de serviços cuja função passa pela impressão de produtos. Este processo consiste, maioritariamente, em transferir tinta para um substrato (papel, cartolina, plásticos, etc..) através de um sistema de impressão, como off-set, digital, rotogravura, flexografia e outros.

As gráficas podem ainda oferecer serviços de pós-impressão, como acabamento, dobraduras, encadernação, colagem e efeitos.

A indústria gráfica está muito associada à impressão de produtos de marketing, como cartões de visita, flyers, cartazes, entre tantos outros. Por isso, apesar de existirem clientes particulares, as gráficas têm um elevado volume de negócios proveniente de vendas efetuadas a outras empresas, que se fazem valer dos impressos para divulgar a sua marca.

Inovações do modelo de negócio das gráficas[editar | editar código-fonte]

A indústria gráfica também sentiu necessidade de responder ao progresso tecnológico. Por isso, surgiram gráficas online que pretendem apresentar vantagens aos clientes. Assim, desenvolveram um processo de compra que permite escolher todas as caracteristicas dos produtos online - como o papel, o tamanho, o acabamento, entre outros.Depois o utilizador só tem que enviar um ficheiro com o design, escolher a morada para entregar a encomenda e aguardar a sua recepção.

No fundo, esta alteração do modelo de negócio surgiu como uma adaptação à realidade de um mundo cada vez mais digital - mas onde os produtos impressos continuam a ter elevada importância!

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Gráfica
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.