Guerra de Libertação da Suécia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Guerra de Libertação da Suécia
Befrielsekriget
Gustav Vasa i Mora.jpeg
Gustavo Vasa fala em Mora aos camponeses da Dalecárlia.
Data 15211523
Local Suécia
Desfecho Independência da Suécia
Fim da União de Calmar
Exigência territorial da Suécia sobre a Escânia, Blecíngia e Gotlândia
Combatentes
Sweden greater arms three crowns.svg Suécia
Flag of the Free City of Lübeck.svg Cidade Livre de Lubeque
Dinamarca Dinamarca
Principais líderes
Sweden greater arms three crowns.svg Gustavo Vasa Dinamarca Cristiano II
Dinamarca Frederico I

A Guerra da Independência da Suécia foi uma rebelião sueca contra a União de Calmar, da qual a Suécia fazia parte juntamente com a Dinamarca e a Noruega.[1] O conflito ocorreu entre 1521 e 1523, tendo resultado na independência da Suécia e no fim da União de Calmar.[2] A revolta sueca foi liderada pelo nobre sueco Gustavo Vasa, inicialmente como regente e mais tarde como rei, eleito em Estregnésia em 1523.[3] A guerra terminou oficialmente pelo Tratado de Malmo, assinado em 1524 na cidade então dinamarquesa de Malmo por Gustavo Vasa rei da Suécia e Frederico I rei da Dinamarca e Noruega.[4]

Referências

  1. Jonas Nilsson. «Gustav Vasa» (em sueco). Mimersbrunn 
  2. Örjan Martinsson. «Befrielsekriget 1521 - 1523» (em sueco). Historiesajten 
  3. Örjan Martinsson. «Vasatiden» (em sueco). Tacitus.nu 
  4. Lars-Olof Larsson. «Gustav Vasa» (em sueco). Enciclopédia Nacional Sueca 

Ver também[editar | editar código-fonte]